16 de junho de 2017

Anne with an E - Série

Olá galera,

hoje estou saindo dos meus posts mais tradicionais de resenha, motivo? A menina mais fofa e tagarela do mundo rsrsrs

Estava eu, sozinha em casa, naqueles domingos bem deprimentes e resolvi procurar, na Netflix, algo novo para assistir. Mal comecei minha busca e já me deparei com Anne with an "E", claro que comecei a rir, pois sempre que falo meu nome para alguém digo que é com dois N e E.

A série é baseada na coleção Anne of Green Gables, escrita em 1908 pela autora canadense Lucy Maud Montgomery, que conta a história Anne Shirley.

Por já terem uma certa idade, os irmãos Matthew e Marilla Cuthbert decidem adotar um menino para ajudar nos afazeres da fazenda, mas quando vai buscar a criança na estação, Matt descobre que mandaram uma menina, e, sem saber o que fazer, decide levá-la para casa. No caminho Anne já se mostra uma menina peculiar, não somente pelas palavras difíceis que usa, mas também pela sua espontaneidade e modo de ver a vida, eu ficaria impressionada se enquanto você assistisse esses poucos minutos já não se pegasse sorrindo com nossa querida protagonista.

Anne teve uma infância bem difícil, permeada de abusos e bullying, mas ao ser finalmente adotada, enviada a uma família para ser filha e não empregada, suas esperanças se renovam e ao chegar em Green Gables ela fica encantada, maravilhada com cada pequeno detalhe do trajeto. Entretanto, Marilla fica furiosa ao vê-la e logo avisa que ela será devolvida, destruindo as esperanças da menina de finalmente ter um lar. O que ela não contava era com a determinação de Anne, que faz de tudo para mostrar seu valor, provar o que é capaz de fazer e aprender, afinal meninas e meninos podem fazer as mesmas tarefas. Aos poucos e tirando muitos risos nossos, devido a sua personalidade dramática e falante, Matthew e Marilla acabam cedendo e a adotando. Apesar de ser baseado em um livro infanto-juvenil e relativamente antigo, a série aborda temas muito atuais como o empoderamento feminino e a terrível busca por um padrão de beleza que não existe, além de mostrar partes do passado, onde podemos observar coisas terríveis, e como isso a traumatizou.

No decorrer da primeira temporada vemos Anne lutar contra o mundo e contra si mesma, ela consegue expressar o ideal de feminismo sem nem ao menos conhecer a palavra, é lindo de assistir seu crescimento e sua busca pela sua própria identidade e aceitação. Anne mostra que o amor é capaz de transformar tudo, que existe uma força incrível dentro de cada um de nós. Você recebe de volta tudo que dá ao mundo. Ela adora contar e encenar histórias, e faz com que Marilla também veja o mundo de um jeito diferente, adorei ver a evolução dela, e Matthew é o mais fofo dos personagens.

Frases da Anne 
“Grandes palavras são necessárias para expressar grandes ideias”

“A senhora pode pronunciar com E no final, Anne com E fica bem mais distinto”

“As meninas podem fazer tudo que os meninos fazem e mais. A senhora por acaso se acha indefesa ou incapaz”

“Estou nas profundezas do desespero”

“Mangas bufantes são divinas” 


Curiosidades:
  • A Netflix fez um trabalho tão maravilhoso que apenas ao pausar o primeiro episódio é que percebi seu tamanho, quase 1h30 rsrsrs Calma, é apenas o primeiro.
  • A primeira temporada tem apenas 7 episódios, já estou ansiosa, pois termina com um gancho e tanto.
  • Apesar de já ter sido traduzida para muitas línguas, apenas o primeiro livro foi traduzido para Português. Quem apoia uma campanha para traduzir os outros livros \o/\o/
  • Já foram feitos várias adaptações anteriores a Netflix, inclusive dois filmes: em 1985 Os Amores de Anne e em 2016 Anne of Green Gables.

 Livros e idade da Anne:
  • Anne of Green Gables (1908) - entre 11 e 16 anos
  • Anne of Avonlea (1909) - entre 16 e 18 anos
  • Anne of the Island (1915) - entre 18 e 22 anos
  • Anne of Windy Poplars (1936) - entre 22 e 25 anos
  • Anne's House of Dreams (1917) - entre 25 e 27 anos
  • Anne of Ingleside (1939) - entre 34 e 40 anos

 Anne tem papel secundários, pois tem seus filhos como protagonista
  • Rainbow Valley (1919) - 41 anos
  • Rilla of Ingleside (1921) - entre 49 e 53 anos

 Livros Relacionados:
  • Chronicles of Avonlea (1912)
  • Further Chronicles of Avonlea (1920)



Trailer:


Ficha Técnica
Título: Anne with an "E"
Produtora: Netflix
Lançamento: Maio/2017
Fonte:

27 comentários:

  1. Oi tudo bem?
    Confesso que estou enrolando para ver essa série desde que lançou ( nem sei o motivo) mas vejo tantos comentários bons que irei assistir em breve.

    ResponderExcluir
  2. Ola
    Essa série chama muito a minha atenção, especialmente porque estou lendo bons comentários a respeito e acredito que possui um estilo bem instigante, ao qual eu adoraria conferir. Adorei saber um pouco a respeito das curiosidades e as frases. Pena que são poucos capítulos, mas imagino que deve ser bem intenso né.
    Obrigada pela indicação!
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  3. Olá linda tudo bem? Se não me engano é a segunda vez que leio uma resenha ou resumo dessa série...gostei bastante do que li que mesmo jovem ela tem uma personalidade definida e soube conquistar seu espaço...sucesso bjs

    ResponderExcluir
  4. Eu simplesmente AMEI essa série e se não tiver segunda temporada vai ter morte, hahah.
    Eu jurava que era apenas um livro, mas uau, são muitos, haha, preciso ler todos!
    A Anne é fascinante, com seu jeito dramático me conquistou, e fiquei louca com aquele final dos ladrões em Green Gables, preciso saber o que vai acontecer!
    E não podia deixar de dizer que: o Gilbert é muito lindo, meu Deus!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha adorei Carol.
      Estou ansiosa com a segunda temporada, aquele final, só Jesus!

      Excluir
  5. Olá! Adoro saber das curiosidades, o que mais me chamou atenção foi saber que já tem dois filmes relacionado com a Anne. Pena que apenas um livro foi traduzido para português, mas com o sucesso da série acredito que em breve os outros livros serão traduzidos. A série já tinha chamado minha tenção, agora com seu artigo apenas aumentou minha vontade assistir. Beijos'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Day,
      espero mesmo que traduzam os outros, pq odeio ler em inglês rsrsrs

      Excluir
  6. Oie...
    Adorei o post!
    Confesso que não sou muito de assistir séries, mas, gostei muito de seus comentários sobre essa e me animei demais a assistir. Achei a premissa legal e vou anotar pra lembrar de assistir depois.
    Bjo

    ResponderExcluir
  7. Olá Anne!
    Comecei a assistir esse seriado, mas não dei andamento pela falta de tempo. É péssimo quando uma criança sofre tanto quanto Anne sofreu, mas é bacana que ela tenha encontrado a "salvação". Achei seu post extraordinário e as frases me marcaram, principalmente, "As meninas podem fazer tudo que os meninos fazem e mais. A senhora por acaso se acha indefesa ou incapaz"
    As pessoas precisam aprender isso.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi bruna,
      a Anne é jovem, mas tem umas sacadas que meu Deus. Essa frase foi perfeita mesmo.

      Excluir
  8. Olá tudo bem?

    Que post lindo! Adorei conhecer mais da Anne, já vi algumas resenhas dessa série mas nenhuma me chamou tanta atenção quanto a sua! Já quero assistir! <3

    A Editora PedrAzul lançou esse ano a primeira e segunda edição do livro, quero ler também!*-*

    Adorei adorei seu post! obrigada pela dica!

    Beijos
    Jess

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Jess. Vou correr até o site da PedraAzul agora mesmo kkkk

      Excluir
  9. Olá Anne! Tudo bem?
    Não é a primeira resenha dessa série que eu leio, e em todas as que li, fico cada vez mais curioso e interessado na história. Os episódios são longos, mas, quando a série é boa, não há problema algum nisso haha.
    Vou aproveitar minhas férias pra assistir a "Anne with an E". Obrigado pela indicação.

    Parabéns pelo post e blog. Beijão!!!
    http://bloggmundodoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi, Anne

    Eu ri com o negócio do seu nome! Hahahah
    Eu descobri essa série na casa da minha irmã quando meus sobrinhos estavam zapeando as opções na Netflix. O cartaz logo me chamou a atenção e aí que eu fui ver que era a adaptação de Anne.
    Anne é um clássico e quero muito conferir como ficou, ainda mais por termos uma criança super empoderada!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha
      Eu nem conhecia, quando assisti ao primeiro episódio é que fui pesquisar. Acho que todo amente de livros faz isso, assiste um filme ou série, e vai verificar se é baseado em algum livro rsrsrs

      Excluir
  11. Oi, Anne!
    Eu amei essa série! Me diverti muito com a protagonista mesma que muitas vezes essa seja tão tagarela que me deixava zonza! kkkkk Sério, eu ficava cansada em alguns diálogos! kkkkk
    Gostei muito da série, do cenário e dos autores; já estou ansiosa para uma segunda temporada!

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  12. Olá ANNE!!! ❤

    Eu comecei a assistir essa série, mas não terminei o primeiro episódio, minha vida ta corrida e eu tive que dar um tempo, mas eu adorei até a aparte que assisti. Não sabia que era adaptada de um livro tão antigo, por seu "assunto" atual e pela Anne está tão disposta a mostrar que gênero não importa eu pensei que era algo criado para o momento. Adorei as curiosudades que você selecionou, vou tomar vergonha e terminar logo a série e quem sabe ler o livro. Ps: se quiser fazer um abaixo assinado para traduzirem os demais livros, conte com meu apoio.

    Beijos e Sucesso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei a ideia do abaixo assinado rsrsrs
      Será que funciona?!

      Excluir
  13. Olá!

    Eu não vejo a hora de assistir à essa série linda e apaixonante. Fiquei sabendo sobre ela desde que a Netflix resolveu fazer, pois já há um tempão que estou atrás do livro. E até agora nada, infelizmente. Ainda guardo o desejo de ler antes de assistir, mas pelo visto não vou aguentar por muito tempo. Hahaha Obrigada pela dica!

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9¾

    ResponderExcluir
  14. Oie amore,

    Nossa não conhecia essa belezura mas fiquei bem curiosa já!
    Olha que não costumo parar pra assistir nada... mas esse acho que vou abrir uma excessão!
    Obrigada pela dica!

    Beijokas!

    ResponderExcluir
  15. Oi Anne, como está?
    Primeira coisa, não pude deixar de rir da coincidência do teu nome com o da protagonista da série que tu comentou no post, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
    Segundo, já tinha visto o trailer passando na minha timeline do Facebook e eu simplesmente amei! Tenho de ver essa e Glow, ambas certamente me conquistaram sem precisar de muito!
    Terceiro, concordo contigo sobre publicar os livros da personagem aqui. Com certeza quero muito conhecer a história original!
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://rillismo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Ola!
    Eu assiste um episódio aleatório e me deixou mega curiosa para ver o restante da série ( ou o certo, começar ela)
    E é ótimo quando ela aborda vários temas com uma criança como protagonista.

    Beijos
    Leitora Dramática
    http://blogleitoradramatica.blogspot.com.br/?m=0

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Eu estou com vontade de ler essa obra, além de assistir a adaptação, mas nunca tenho coragem de começar. Pelo trailer, pude ver que é uma história emocionante e contagiante, e a protagonista é uma ótima representante do feminismo, mesmo sem existir essa palavra na época.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  18. Oie, nossa, eu não conhecia nem a série e nem o livro, e já adicionei ele a minha lista de leituras futuras. Adorei saber dessa história e parece linda, e que bacana ver que a adaptação na netflix ficou igualmente boa. Adorei também ver o quanto de livros essa personagem tem e realmente, é uma pena não terem trazido ainda para o Brasil, espero que isso seja corrigido logo.

    ResponderExcluir
  19. Oi, preciso dizer que já vi essa série lá na Netflix, mas nunca me despertou o interesse em ver... E apesar de ter um enredo legal, com lições importantes como o empoderamento feminino e tudo mais, ainda sim eu não me senti interessada em ver. Gostei de saber que a personagem é forte e não se deixou se abalar mesmo diante de uma rejeição, pelo contrário, lutou para conseguir provar seu valor... Mas a série não faz muito meu gênero e acredito que por isso não me sentiria instigada a passar um bom tempo vendo... Vou tentar dar uma chance pelos seus elogios, mas se não fosse isso eu provavelmente não veria!
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Estou vendo todo mundo recomendar essa série e não posso ficar mais curiosa que já estou.
    Imagino que deva ser uma experiência e tanto ver uma protagonista se esforçar tanto para provar seu valor naquela nova casa, provar que consegue fazer tudo que um menino conseguiria para ter um lar.
    Assim que terminar SOA vou tentar assistir essa série

    ResponderExcluir
  21. Menina e não é que eu já tinha visto essa série no catálogo da Netflix, mas acabei por ignorá-la completamente. Não li a sinopse, achei o pôster meio sem graça e nem procurei saber sobre.
    Agora vi o meu erro.
    Gostei bastante da premissa e com certeza vou tentar assistir pra ver se gosto.
    Gostei bastante da sua resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir

author
Se você: Cheira livros, se apaixona por personagens, sofre com eles como se fosse alguém da sua família, corre atrás de autógrafos, viaja para outro estado para participar da Bienal do Livro, adora um sebo, procura por eventos literários, entra na livraria para dar um livro de presente e sai com dois para você, então você está no lugar certo!