Anne with an E - Série

8 Comentários A+ a-

Olá galera,

hoje estou saindo dos meus posts mais tradicionais de resenha, motivo? A menina mais fofa e tagarela do mundo rsrsrs

Estava eu, sozinha em casa, naqueles domingos bem deprimentes e resolvi procurar, na Netflix, algo novo para assistir. Mal comecei minha busca e já me deparei com Anne with an "E", claro que comecei a rir, pois sempre que falo meu nome para alguém digo que é com dois N e E.

A série é baseada na coleção Anne of Green Gables, escrita em 1908 pela autora canadense Lucy Maud Montgomery, que conta a história Anne Shirley.

Por já terem uma certa idade, os irmãos Matthew e Marilla Cuthbert decidem adotar um menino para ajudar nos afazeres da fazenda, mas quando vai buscar a criança na estação, Matt descobre que mandaram uma menina, e, sem saber o que fazer, decide levá-la para casa. No caminho Anne já se mostra uma menina peculiar, não somente pelas palavras difíceis que usa, mas também pela sua espontaneidade e modo de ver a vida, eu ficaria impressionada se enquanto você assistisse esses poucos minutos já não se pegasse sorrindo com nossa querida protagonista.

Anne teve uma infância bem difícil, permeada de abusos e bullying, mas ao ser finalmente adotada, enviada a uma família para ser filha e não empregada, suas esperanças se renovam e ao chegar em Green Gables ela fica encantada, maravilhada com cada pequeno detalhe do trajeto. Entretanto, Marilla fica furiosa ao vê-la e logo avisa que ela será devolvida, destruindo as esperanças da menina de finalmente ter um lar. O que ela não contava era com a determinação de Anne, que faz de tudo para mostrar seu valor, provar o que é capaz de fazer e aprender, afinal meninas e meninos podem fazer as mesmas tarefas. Aos poucos e tirando muitos risos nossos, devido a sua personalidade dramática e falante, Matthew e Marilla acabam cedendo e a adotando. Apesar de ser baseado em um livro infanto-juvenil e relativamente antigo, a série aborda temas muito atuais como o empoderamento feminino e a terrível busca por um padrão de beleza que não existe, além de mostrar partes do passado, onde podemos observar coisas terríveis, e como isso a traumatizou.

No decorrer da primeira temporada vemos Anne lutar contra o mundo e contra si mesma, ela consegue expressar o ideal de feminismo sem nem ao menos conhecer a palavra, é lindo de assistir seu crescimento e sua busca pela sua própria identidade e aceitação. Anne mostra que o amor é capaz de transformar tudo, que existe uma força incrível dentro de cada um de nós. Você recebe de volta tudo que dá ao mundo. Ela adora contar e encenar histórias, e faz com que Marilla também veja o mundo de um jeito diferente, adorei ver a evolução dela, e Matthew é o mais fofo dos personagens.

Frases da Anne 
“Grandes palavras são necessárias para expressar grandes ideias”

“A senhora pode pronunciar com E no final, Anne com E fica bem mais distinto”

“As meninas podem fazer tudo que os meninos fazem e mais. A senhora por acaso se acha indefesa ou incapaz”

“Estou nas profundezas do desespero”

“Mangas bufantes são divinas” 


Curiosidades:
  • A Netflix fez um trabalho tão maravilhoso que apenas ao pausar o primeiro episódio é que percebi seu tamanho, quase 1h30 rsrsrs Calma, é apenas o primeiro.
  • A primeira temporada tem apenas 7 episódios, já estou ansiosa, pois termina com um gancho e tanto.
  • Apesar de já ter sido traduzida para muitas línguas, apenas o primeiro livro foi traduzido para Português. Quem apoia uma campanha para traduzir os outros livros \o/\o/
  • Já foram feitos várias adaptações anteriores a Netflix, inclusive dois filmes: em 1985 Os Amores de Anne e em 2016 Anne of Green Gables.

 Livros e idade da Anne:
  • Anne of Green Gables (1908) - entre 11 e 16 anos
  • Anne of Avonlea (1909) - entre 16 e 18 anos
  • Anne of the Island (1915) - entre 18 e 22 anos
  • Anne of Windy Poplars (1936) - entre 22 e 25 anos
  • Anne's House of Dreams (1917) - entre 25 e 27 anos
  • Anne of Ingleside (1939) - entre 34 e 40 anos

 Anne tem papel secundários, pois tem seus filhos como protagonista
  • Rainbow Valley (1919) - 41 anos
  • Rilla of Ingleside (1921) - entre 49 e 53 anos

 Livros Relacionados:
  • Chronicles of Avonlea (1912)
  • Further Chronicles of Avonlea (1920)



Trailer:


Ficha Técnica
Título: Anne with an "E"
Produtora: Netflix
Lançamento: Maio/2017
Fonte:

Sou professora de Matemática e Informática. Especialista em Informática Educativa, não gosto de monotonia e por isso, desde criança sou apaixonada por livros que me levam para um mundo novo a cada leitura. Casada, feliz e apaixonada por livros.

8 comentários

comentários
Tais Burigo
Autor
20 de junho de 2017 04:07 delete

Oi tudo bem?
Confesso que estou enrolando para ver essa série desde que lançou ( nem sei o motivo) mas vejo tantos comentários bons que irei assistir em breve.

Responder
avatar
F
Autor
20 de junho de 2017 05:38 delete

Ola
Essa série chama muito a minha atenção, especialmente porque estou lendo bons comentários a respeito e acredito que possui um estilo bem instigante, ao qual eu adoraria conferir. Adorei saber um pouco a respeito das curiosidades e as frases. Pena que são poucos capítulos, mas imagino que deve ser bem intenso né.
Obrigada pela indicação!
Beijos, F

Responder
avatar
20 de junho de 2017 13:11 delete

Olá linda tudo bem? Se não me engano é a segunda vez que leio uma resenha ou resumo dessa série...gostei bastante do que li que mesmo jovem ela tem uma personalidade definida e soube conquistar seu espaço...sucesso bjs

Responder
avatar
Carol Mendes
Autor
21 de junho de 2017 03:20 delete

Eu simplesmente AMEI essa série e se não tiver segunda temporada vai ter morte, hahah.
Eu jurava que era apenas um livro, mas uau, são muitos, haha, preciso ler todos!
A Anne é fascinante, com seu jeito dramático me conquistou, e fiquei louca com aquele final dos ladrões em Green Gables, preciso saber o que vai acontecer!
E não podia deixar de dizer que: o Gilbert é muito lindo, meu Deus!

Virando Amor

Responder
avatar
Dayane Reis
Autor
21 de junho de 2017 09:56 delete

Olá! Adoro saber das curiosidades, o que mais me chamou atenção foi saber que já tem dois filmes relacionado com a Anne. Pena que apenas um livro foi traduzido para português, mas com o sucesso da série acredito que em breve os outros livros serão traduzidos. A série já tinha chamado minha tenção, agora com seu artigo apenas aumentou minha vontade assistir. Beijos'

Responder
avatar
Diane
Autor
22 de junho de 2017 10:00 delete

Oie...
Adorei o post!
Confesso que não sou muito de assistir séries, mas, gostei muito de seus comentários sobre essa e me animei demais a assistir. Achei a premissa legal e vou anotar pra lembrar de assistir depois.
Bjo

Responder
avatar
22 de junho de 2017 14:41 delete

Olá Anne!
Comecei a assistir esse seriado, mas não dei andamento pela falta de tempo. É péssimo quando uma criança sofre tanto quanto Anne sofreu, mas é bacana que ela tenha encontrado a "salvação". Achei seu post extraordinário e as frases me marcaram, principalmente, "As meninas podem fazer tudo que os meninos fazem e mais. A senhora por acaso se acha indefesa ou incapaz"
As pessoas precisam aprender isso.
Beijos

Responder
avatar
23 de junho de 2017 12:34 delete

Olá tudo bem?

Que post lindo! Adorei conhecer mais da Anne, já vi algumas resenhas dessa série mas nenhuma me chamou tanta atenção quanto a sua! Já quero assistir! <3

A Editora PedrAzul lançou esse ano a primeira e segunda edição do livro, quero ler também!*-*

Adorei adorei seu post! obrigada pela dica!

Beijos
Jess

Responder
avatar