O livro de hoje foi um dos mais falados do primeiro semestre de 2018, o romance de estreia da autora Becky Albertalli, conhecido anteriormente por Simon Vs. a Agenda Homo Sapiens, pode entrar: Com amor, Simon.

Simon é um menino normal que está no segundo ano do high school, e tem dois melhores amigos desde a infância, Leah e Nick. Mas Simon tem um segredo, ele é gay, e conheceu através do Tumblr um menino gay que também é do segundo ano de sua escola. A partir desse dia, conversam  por e-mails diários, mas o garoto se mantém em anonimato usando o pseudônimo Blue por não ser “assumido”. Claro que Simon também se mantém em anonimato, e sempre se pega fantasiando sobre quem seria Blue. Será que ele já o conhecia pessoalmente? 


Sabia que este é oficialmente o e-mail mais longo que já escrevi? Sério. Você deve ser a única pessoa que recebe mais do que 140 caracteres de mim. Isso é meio incrível, né?


Tudo começa quando Martin chantageia Simon após, por um descuido de Simon, ter tido acesso aos seus e-mails trocados com Blue. Martin não contaria para ninguém o seu segredo, se Simon o ajudasse a conquistar Abby, a nova amiga de Simon. 


Maldito Martin Addison. Vou salvar o número dele como “Martírio Abominável”.


A autora já não era uma estranha para mim, pois eu conhecia seu trabalho em Os 27 Crushes de Molly, e já estava apaixonada por sua  escrita. Portanto, renovei meus votos de amor eterno com “Com amor, simon. O livro tem lições tão preciosas que são transmitidas de uma maneira simples e objetiva, assim como as críticas ao racismo, homofobia e outros tipos de preconceitos. 


O último ônibus para o sul do condado só sai em quinze minutos, e Abby leva uma hora para chegar em casa. O tempo que ela e a maioria dos alunos negros levam indo e voltando da escola todo dia é maior do que o tempo que eu levo em uma semana inteira. Atlanta é uma cidade tão segregada, mas ninguém nunca fala sobre isso.


Becky Albertalli sabe construir protagonistas cativantes, assim como ótimos personagens coadjuvantes. O decorrer do livro é bastante leve e engraçado, eu confesso que queria grifar ao menos uma frase em cada página, se eu pudesse, colocaria o livro inteiro nessa resenha! 


É o seguinte: o nome Simon quer dizer “aquele que ouve” e Spier quer dizer “aquele que observa”. O que significa que estou destinado a ser fofoqueiro.


Devemos nos atentar a um ótimo detalhe, todos os livros de Becky tem histórias conectadas, Abby (amiga de Simon) é prima de Molly (Os 27 Crushes de Molly), inclusive, Simon faz uma pequena aparição no livro da mesma. O último livro lançado pela autora, é Leah Fora de Sintonia, e conta a história da melhor amiga de Simon, ou seja, provavelmente não nos livraremos nem tão cedo desse universo criado por nossa amada Beckinha — não que eu esteja reclamando. 


Avaliação:                                                                               Ficha Técnica
Título: Com amor, Simon
Autor: Becky Albertalli
Editora: Intrínseca
Páginas: 272





Em meio à guerra, é seu coração que enfrentará a mais árdua das batalhas...

Corte de Asas e Ruínas fecha com maestria a trilogia Corte de Espinhos e Rosas, segunda saga criada por Sarah J. Maas, publicado no Brasil pela Galera Record. Depois do final bombástico de Corte de Névoa e Fúria fiquei em transe, estava com o terceiro livro em mãos e simplesmente não consegui iniciar a leitura, e é claro me arrependi porque Sarah me fascina a cada livro. É quase impossível não dar algum spoiler dos livros anteriores, mas vou tentar.

Como é clássico da autora, o livro é dividido em três partes:

Parte Um: Princesa da Putrefação
Feyre é agora a Grã-Senhora da Corte Noturna, um título nunca antes concedido, contudo ela precisa escondê-lo, pois após ser traída de forma inimaginável e ter suas irmãs transformadas, ela está de volta à Corte Primaveril, com Tamlin e Lucien, que não fazem ideia de sua condição, e ao trazê-la de volta, Tamlin pode ter decretado sua ruína. Com a guerra batendo à porta, novos personagens entram em cena, e com a promessa do Grão-Senhor de deixá-la mais livre, Feyre faz movimentos tão precisos quanto em um jogo de xadrez, onde uma ação errada pode lhe custar a vida.

Parte Dois: Quebradora da Maldição
A segunda parte mostra a busca da Corte Noturna por aliados que possam ajudá-los a ganhar uma guerra que parece perdida, com o rei Hybern usando todo o poder do caldeirão para destruir a eles e a muralha. Nessa busca acabamos por conhecer melhor os outros Grão-Senhores, novas criaturas bestiais e uma participação mais efetiva das irmãs de Feyre, Nestha me surpreendeu positivamente, e inacreditavelmente Tamlin me fez sentir aquele aperto no peito. Corte de Asas e Ruína nos mostra os dois lados da moeda, as escolhas difíceis que fazemos por aqueles que amamos, e que por muitas vezes cometemos erros ou faremos escolhas ruins tentando acertar, é aprendendo o valor de perdoar e ser perdoado que nos faz seguir adiante, e é apenas quando absolvemos a nós mesmos, que somos capazes de completamente despidos, encarar nossa verdadeira face frente ao espelho e sorrir.

Parte Três: Grã-Senhora
Mostra a guerra em si, atitudes/sacrifícios que fazemos para proteger os que amamos, e todas as reviravoltas que acontecem, então não posso falar sem estragar as surpresas.


Não consigo pensar em um adjetivo que seja capaz de descrever todos os aprendizados contidos nos livros de Maas. Ela utiliza a literatura fantástica para abrir os olhos para o mundo atual. Gratidão Sarah por me ajudar a ser uma pessoa melhor, você me inspira. Não fiquem tristes caros leitores, pois a autora já confirmou um romance, para matar a saudade desse mundo que nos fascina, em A Court of Frost and Starlight, veremos o pós guerra, dando o gancho para o Spin-off da série.


Resenhas da Série: Corte de Espinhos e Rosas e Corte de Névoa e Fúria.

Saiba mais sobre a autora: Perfil Sarah J. Maas.

Em Breve:













Avaliação:
Ficha Técnica
Título: Corte de Asas e Ruína
Série: Corte de Espinhos e Rosas #3
Autor(a): Sarah J. Maas
Editora: Galera Record 
Gênero: Fantasia
Páginas:686

      

Hey, galera! Eu já disse por aqui que sou fã do mestre Stephen King? Acho que ainda não, né?! Pois hoje eu venho falar de um dos livros do cara!
Quando eu pego um livro do King, eu puxo logo uma caneca de café, biscoitos e — sempre que posso — sento em uma poltrona bem confortável, porque é certo que a história é boa e que merece dedicação. Nunca consigo me prender em uma leitura do King dentro de um ônibus, por exemplo. Elas sempre exigem toda a atenção para elas.

Bom, eu sou obediente e não estava nada afim de terminar queimado — pega essa referência! — com o mais recente lançamento da Biblioteca Stephen King — A Incendiária. Embora o título seja de 1980, a linda da Suma de Letras está relançando aqui no Brasil, para a coleção Biblioteca Stephen King.

Na história, teremos a jornada de Andy e Charlie, em uma grande de perseguição e escapes, entre o governo e pai e filha. Andy era universitário e precisava de uma grana extra, então ele se submete a um experimento, juntamente com outros estudantes — incluindo Vicky, a sua futura esposa —, onde são expostos a uma droga chamada de Lote 6, que é capaz de estimular áreas do cérebro que são pouco desenvolvidas, podendo despertar capacidades paranormais.
A experiência não deu muito certo e não saiu como esperado. Alguns dos voluntários morreram durante o experimento e o governo encobriu e cancelou o projeto, porém os que sobreviveram passaram a ser vigiados pela organização.

Do casamento de Vicky e Andy, nasceu Charlie e que, enquanto os poderes de seus pais são limitados, os dela não. Charlie é capaz de gerar e manipular o fogo/calor com sua pirocinese, então quando o governo descobre isso, começa a perseguição à família capacitada pelo Lote 6, em uma briga de gato e rato.

Até então, nada de muita novidade, certo? Não, errado! Pode até parecer que história é simples e previsível, mas não é. Stephen King sabia o que fazia desde 1980 e a narrativa é extraordinária quanto à construção dos personagens, desde Andy, um pai protetor, Charlie, que King revelou ter sido inspirada em sua própria filha, e até mesmo seus perseguidores, extremamente inteligentes e sagazes, dignos de manter a caçada intensa.

As jogadas inteligentes de ambas as partes e o rumo iminente das ações conseguem conquistar o leitor facilmente, embora às vezes o ritmo não seja tão veloz quanto a ansiedade exija — mas essa é uma característica da narrativa de Stephen King. Algumas coisas podem parecer meio old school, mas, como falei, a obra é de 1980 e foi inspirada no cenário mundial daquela época, então é normal parecer um tanto nostálgica mesmo.

Não é o melhor livro do mestre King, mas foi o título que fechou suas criaturas com capacidades mentais geradas por cenários sci-fi, e entrega o que promete, merecendo um lugar na Biblioteca Stephen King.

Avaliação:

Ficha Técnica
Título: A Incendiária
Autor: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Oi Povo, tudo bem?
Hoje vamos falar de “Inferno Perfeito”, da autora Camila Ferreira, lançado pela Editora PL. Li esse livro por indicação da Anastacia do Notas Literárias, confesso que quando vi a capa do livro, fiquei com medo de não curtir a leitura, mas como queria sair da minha zona de conforto peguei logo para ler. O mais legal de tudo é que curti demais a leitura e se eu tivesse que escolher uma palavra para definir esse livro seria surpreendente.               

No começo do livro acompanhamos o sofrimento de Laura Ryder num cativeiro na Somália. Quando aceitou a viagem para ser repórter em uma zona de guerra ela sequer imaginava que seria sequestrada pelos rebeldes locais para servir de moeda de troca. No seu caso, em particular, uma moeda sem grande valor, visto que não tinha parentes ricos nos USA para o pagamento de seu resgate. Diferente do seu amigo Christian, que também é jornalista e fotógrafo, porém sua família era rica e ele tinha tudo para ser salvo.

“Meu coração já não bate regularmente há meses e essa sensação de morte iminente me apavora a cada maldito dia. Não faço ideia de onde ou com quem exatamente estou, já que meus captores estão sempre escondidos atrás de lenços escuros, os quais cobrem seus rostos.”

Como por um milagre Laura consegue fugir do cativeiro (odeio spoiler, então não colocarei detalhes da fuga) e durante uma situação perigosa no qual passa, recebe ajuda de Dan Walker. Ele a ajuda, mas não significa que ele quer criar laços de amizade ou de qualquer outra coisa. Ela fica sem saber como agir no meio de tanta frieza, mas o importante no momento é se manter vida.

“O homem não demonstra emoção alguma com o que digo e, mesmo que tenha me ajudado, sinto que ele não se importa.”

Dan é um mercenário que leva seu trabalho muito a sério, seu objetivo é eliminar seu alvo o mais rápido possível, de maneira limpa, e ganhar muito dinheiro por isso. Ele vêm conseguindo manter seu foco até o dia que ajuda Laura e tudo começa a mudar.

Sério, não posso mesmo contar mais do que isso! Porém, tenho que comentar que Camila consegue prender o leitor do começo ao fim, com muitas viradas surpreendentes. Super indico a leitura para quem gosta de ação e romances juntos.

Avaliação:
Ficha Técnica
Título: Inferno Perfeito
Autor: Camila Ferreira
Editora: PL
Páginas: 276
 
Oi Povo, tudo bem?
Adoro responder tags e quando vi essa no Entre Um Livro e Outro tive que correr para responder. Quem quiser responder fique à vontade!!

1. "Ei coisinha, vai devagar!" - Um livro que você devorou rapidamente.


O Silêncio das Águas.

É impossível largar esse livro antes de saber o final!!  Lindo d+!!

2. "Se eu cair, quebro minha clavícula!" - Qual obra te desestabilizou emocionalmente?
 
 Mil Beijos de Garoto.

Acho que nunca chorei tanto na minha vida. Que livro lindo!! Leiam!!

3. "Eu vou me segurar aqui!" - Um livro que te prendeu?

Uma Mulher Livre. 


Uma história surpreendente!!

4. "Meu óculos, ninguém sai!" - Qual livro você não empresta para ninguém porque têm ciúmes?


Harry Potter e a Pedra Filosofal.

Essa edição ficou tão linda que não consigo deixar ninguém tocar!! Hahaha.

5. "Juliana, você viu meus óculos?" - Qual livro você emprestou e nunca mais viu?

Anjo de Quatro Patas.

Emprestei para uma “amiga”! Hahaha.

6. "Juliana, está desmaiada!" - Qual livro te deixou com uma ressaca literária sem poder ler ou outros?

Sorrisos Quebrados.

Fiquei tão mexida com a história que levei um tempão para conseguir ler outra coisa.


7. "Chama a Ambulância!" - Qual livro te deixou louca pela continuação?


Com Você.

Quando terminei fiquei louca, sem vida, sem chão! Hahahaha.

8. "Eu errei viu?" - Escreva um pouco sobre um livro que você achava uma coisa e era outra.

Enquanto houver tempo.

Comecei a ler achando que seria um romance hot e descobri uma verdadeira lição de vida!! Paola Scott simplesmente arrasou nesse livro!!!
Oi Povo, tudo bem?
“Juntos para Sempre” é a continuação do surpreendente “Quatro vidas de um cachorro”, lançado pela editora HarperCollins, no mês de junho. Confesso que curti tanto o primeiro livro que não aguentei e furei a fila de não lidos!! Rsrs.

Minha curiosidade e meu medo era saber o que esperar de W. Bruce Cameron, afinal o término do primeiro livro foi tão lindo que ele poderia parar por aí. Porém, graças aos bons deuses dos livros fui surpreendida por uma história tão comovente quanto a anterior.

No final do livro anterior conhecemos Amigão e no início desse livro nos deparamos com ele como um cãozinho idoso que acredita firmemente que já cumpriu o objetivo de sua vida. Mas, com o passar do tempo percebe que Clarity, neta de Hannah, uma linda bebê, precisa de sua ajuda e proteção. Afinal, Gloria, não é um exemplo de mãe atenciosa e que Clarity sozinha pode acabar se machucando.

“Eu me peguei pensando na pequena Clarity. Esperava que ela logo encontrasse um outro cachorro para cuidar dela. Todo mundo precisa de um cachorro, mas Clarity era uma necessidade ainda maior.” 

Como no livro anterior, nesse ele também vai passando por outras vidas, mas se eu contar muitos detalhes aqui estarei estragando as surpresas intensas que essa história guarda. Entretanto, preciso comentar que o autor foi mais uma vez brilhante, prendendo o leitor do começo ao fim. Abaixo vou fazer um resumo dos personagens principais:

Clarity é uma menina que acabou se criando sozinha pelo egoísmo da mãe, que tem distúrbios alimentares e que poderia ser uma pessoa horrível. Acredito que o amor incondicional que ela tem pelo animais é o que salvou sua vida!

Gloria é uma vaca sem tamanho!! Me desculpe, leitor, mas não conheço outra maneira de falar dessa aí!! Hahahaa #irisrevoltada

Trent, melhor amigo de Clarity, uma pessoa MARAVILHOSA!! Sem palavras para descrever o quanto amei esses menino!!!

Mais uma vez indico a leitura para os apaixonados por cães!! Ahh não esqueçam de separar o lenço!! Hahaha.

“O amor fluiu forte entre nós quando minha menina me puxou para perto dela.”

Avaliação:
Ficha Técnica
Título: Juntos Para Sempre
Autor: W. Bruce Cameron
Editora: HarperCollins
Páginas: 320
author
Se você: Cheira livros, se apaixona por personagens, sofre com eles como se fosse alguém da sua família, corre atrás de autógrafos, viaja para outro estado para participar da Bienal do Livro, adora um sebo, procura por eventos literários, entra na livraria para dar um livro de presente e sai com dois para você, então você está no lugar certo!