Oi Povo, tudo bem?
Hoje vamos falar de "Arsen" da autora Mia Asher, lançado na bienal do livro, pela Editora The Gift Box. Quando li as primeiras impressões desse livro, fiquei louca para saber o que aconteceria com Cathy, então, foi o primeiro livro que li assim que sai de férias, se tornando meu grande companheiro de viagem! Rsrs.

Antes de começar a falar um pouco do enredo do livro, preciso comentar que ele gera diversos sentimentos contraditórios durante a leitura, em diferentes momentos quis matar a mocinha, que na maioria das vezes estava mais para vilã do livro. Quando postei a foto do livro, diversas pessoas comentaram que pararam a leitura de tanta raiva que sentiram! Hahaha. Então, querido leitor do Fadas, se você quer um livro que mexe com a sua ira, leia Arsen! Haha.

No comecinho do livro, conhecemos Cathy, uma mulher incapaz de gerar um filho de seu querido marido. Não importa quantos cuidados eles tentam, ela sempre acaba abortando no final do terceiro mês.  No terceiro aborto, ela já não sabe mais como conversar ou se aproximar do seu marido. Cathy tem certeza que seu marido Ben a ama de uma maneira inexplicável, mas esse amor não consegue apagar o burraco no peito que foi aberto. Até que um dia, ela conhece o misterioso Arsen, e seu mundo vira de vez de cabeça para baixo.

"O tempo alimentou aquele burraco com o inevitável tédio, monotonia e ressentimento em relação à vida, Ben, e a mim por não ser mulher suficiente." Pág: 30.

Ben é um marido carinho e atencioso, completamente encantado pela esposa desde o primeiro encontro. O livro volta várias vezes ao passado, fazendo o leitor entender como surgiu o relacionamento dos dois e como acabou se tornando esse "pesadelo" que vamos lendo durante os capítulos. Nem preciso dizer que ele é o melhor personagem, né? Rsrs.

"Depois de onze anos juntos, não passa um dia sem que ele ligue ou mande mensagem só para dizer oi e perguntar como vai o meu dia. Às vezes eu me pergunto se ele vai se cansar de mim, da vida de casado, beijar e transar só com uma mulher - a mesma mulher - pelo resto de sua vida." Pág: 23.

Arsen é um homem que muitas vezes se comporta como menino, e que não mede as consequências até conseguir o que quer. Durante o decorrer da leitura, entendemos melhor os motivos do seu comportamento, mas confesso que não fui com a cara dele! Pronto falei!! Hahaha.

"É engraçado que o nome dele tenha me lembrado de fogo porque ele certamente parecida alguém que poderia te queimar até virar cinzas. Com apenas um olhar, ele me fez sentir como se meu corpo estivesse pegando fogo." Pág: 32.

Sobre a Cathy... Nossa! Como quis bater nela em diversos momentos!!! Porém, em outros, queria dar um abraço e dizer que tudo ficaria bem. Gente, não sou mãe e nunca engravidei, mas imagino que tantos abortos devem deixar realmente uma ferida na alma. Certamente não tomaria as atitudes escolhidas pela personagem, mas quem sou eu para julgar, né? rsrs.

Resumindo, leiam Arsen e venham por favor conversar comigo! Preciso entender todos os sentimentos loucos que essa leitura me causou!!

Avaliação:
Ficha Técnica
Título: Arsen
Autor: Mia Asher
Editora: The Gift Box
Páginas: 304
Nós já postamos as primeira impressões desse livro antes da Bienal do Livro, onde ocorreu seu lançamento, mas agora, nós voltamos para dar a resenha completa! Punk 57 foi escrito por Penelope Douglas e publicado no Brasil pela nossa queridíssima editora parceira The Gift Box!   

Misha e Ryen se tornaram amigos por engano. Em um projeto na escola sobre envio de cartas, suas professoras acabaram juntando os dois, a professora de Misha achava que Ryen era um menino e a de Ryen achava que Misha era uma menina, como eram de escolas diferentes, elas nunca perceberam o erro. O projeto acabou, mas os dois continuaram se comunicando por cartas e, agora, anos depois, quando estão prestes a se formar no colegial, Ryen para de receber as cartas de Misha sem nenhum motivo aparente. Será que ele cansou de ser amigo dela? Pior, será que ele está morto? Ao mesmo tempo em que Ryen se preocupa com Misha, ela também se vê muito interessada em Masen, um menino misterioso que apareceu em seu colégio.

Após alguns acontecimentos, Misha se infiltra com um nome falso em uma escola da cidade vizinha, para pegar algo de um aluno de lá que lhe pertence, mas ele não contava com ter de lidar com Ryan, ou pior, uma versão totalmente megera e diferente da Ryen que ele conhece pelas cartas, e apesar de não estar lá por ela, Misha acaba se distraindo do seu objetivo e dando atenção demais para essa menina, que no momento, ele não sabe se ama ou odeia.


Cinquenta e sete vezes eu não liguei
Cinquenta e sete cartas eu não mandei,
Cinquenta e sete pontadas para voltar a respirar, e então, apenas fingir. 

O livro pode até começar um pouco lento, mas de repente ele fica muito misterioso e te deixa ansiosa para uma certa coisa acontecer logo. Em seguida a autora engata na história e você começa a se envolver pra caramba com os personagens… E é aí que a raiva começa. Sabe quando você quer pegar um personagem pela mão, levar para um beco escuro e dar um MURRO?

Nesse livro somos transportados para naqueles colégios que aparecem nas séries ou filmes, em que todas as pessoas são cruéis. E a protagonista é uma das patricinhas que humilha todo o mundo e é adorada na escola, mas em seu interior, diz só faz aquilo pela popularidade porque se agisse como ela mesma ninguém gostaria dela e blá blá blá... O ponto é: Se ela prefere humilhar as pessoas para ser popular ao invés de ser ela mesma, podemos constatar que ela não é uma pessoa tão boa assim, independente do lado que mostre de si mesma. 

Tirando os protagonistas problemáticos, que, inclusive, eu recomendaria alguns anos de terapia para cada um, o livro é bom, a história é muito legal, é aquele tipo de livro cheio de frases que você tatuaria pelo corpo, e cheio de cenas HOT que eu sei que vocês adoram! 


Avaliação:                                                                       
Ficha Técnica
Título: Punk 57
                            Autor: Penelope Douglas
                                                         Editora: The Gift Box
Páginas: 323

Oi Povo, tudo bem?
“Como livrar de um escândalo” é o livro que encerra com chave de ouro as séries “Castles Ever After” e “Spindle Cove” da diva Tessa Dare, ambas foram lançadas pela editora Gutenberg. Esse livro foi lançado na bienal de SP, em 2018, com a presença da autora, e eu fiquei encantada com a simpatia e simplicidade dela.

Conhecemos um pouco de Charlotte Highwood nos livros da série “Spindle Cove”, pois suas irmãs são as protagonistas dos livros, Minerva no “Uma Semana Para Se Perder” e Diana no “A Bela e o ferreiro”. Então estava extremamente curiosa para conhecer melhor a personagem, pois desde os outros ela prometia grandes risadas. Hahaha.

Charlotte tem noção de que a sociedade fica tirando sarro dela, pois sua mãe arma diversos planos para conseguir um grande partido para casa-lá. Morrendo de vergonha dessa situação, ela tenta atrapalhar os planos da mãe e acaba numa grande enrascada.

“Minha mãe vai fazer de tudo que puder para encorajar um relacionamento entre nós. Isso significa que eu e você precisamos nos evitar. - Ela sorriu, tentando ser engraçada. - É uma verdade universalmente reconhecida que um homem solteiro, de posse de boa fortuna, deva me evitar.” Pág:10.

Em um baile na Mansão Parkhurst, Charlotte vai procurar o Lorde Granville, e avisa que sua mãe vai fazer de tudo para aproximá-los, mas algo acontece! Eles acabam sendo pegos numa situação comprometedora, e se veem obrigados a assumirem um “compromisso”. Ela promete que vai descobrir os verdadeiros culpados daquela situação e começa uma investigação.

“Charlotte se conhecia bem demais. Um casamento por conveniência não continuaria conveniente para sempre. Ela tentaria fazer com que o marido a amasse, e se não desse certo, ficaria ressentida. Eles terminariam se odiando.” Pág: 28.

Piers Brandom ou Lorde Granville, já é um pouco conhecido de quem leu o livro “Diga Sim Ao Marquês” da série  “Castles Ever After”, pois seu irmão, Rafe, é o protagonista do livro. Mas só neste livro conseguimos conhecer a verdadeira face de Piers, devo confessar que de super misterioso ele passou a ser encantador! Rsrs.

Com o decorrer da leitura, percebemos que descobrir esse mistério não será simples, e pode até colocar o casal em risco, para desespero de Charlotte, afinal, seu sonho é se casar por amor igual às suas irmãs. Não posso contar mais do que isso, mas como já disse lá em cima, esse livro fecha as duas séries de maneira encantadora e surpreendente.

Avaliação:
Ficha Técnica
Título: Como Se Livrar De Um Escândalo
Série: Castles Ever After 04 e Spindle Cove#05
Autor: Tessa Dare
Editora: Gutenberg
Páginas: 224
Olá galerinha, hoje venho falar de uma série nova pra mim e de um gênero que eu não lia há algum tempo, um romance erótico da autora Susan Fox. De repente é uma quadrilogia que conta a história das irmãs Fallon, tão diferentes umas das outras e que se afastaram no decorrer dos anos e de suas vidas atribuladas. Mas quando a irmã mais nova Merilee decide se casar, a família finalmente irá se reunir para o casamento.

Cada livro irá contar a história de uma das irmãs a caminho da cidade natal da família, Vancouver. O primeiro livro é narrado por Theresa Fallon, a mais velha das irmãs, desde criança os pais perceberam e incentivaram sua inteligência e sempre esperaram demais dela, e Theresa nunca decepcionou, se tornando professora doutora na universidade de Sydney, com renome internacional.


Embora eu raramente leia ficção, já havia comprado um dos seus romances. Era surpreendentemente divertido, mais ou menos preciso com os fatos reais e com observações perspicazes aqui e ali, mas só aqui e ali. Achei que seu trabalho era principalmente, e grosseiramente, comercial. Esse cara deveria dedicar seus talentos de escritor para algo mais sério.Desperdício de tempo. Simplista e superficial.Senhora? - a balconista se virou para mim.Sinto muito - Um dos perigos de passar tanto tempo sozinha… Eu tinha o péssimo hábito de expressar meus sentimentos. - Eu não quis dizer isso em voz alta.A funcionária da loja sorriu:Não se preocupe. Contudo, muitos leitores discordam de você.Pág.: 8 e 9

Como podem ver na citação acima, atender às expectativas dos pais e de si mesma,  a tornou uma mulher que não parece fazer nada por pura diversão, sua vida é o trabalho, sua carreira e reconhecimento profissional. Ela é uma mulher fantástica sim, mas muito crítica consigo e com os outros, é triste, mas devo reconhecer que me identifico com por ser muito crítica. Então durante o longo voo para casa, ela conhece Damien, um romancista, e vocês já viram acima o que Theresa acha dos livros dele. Mas ela não o conhece, agora imaginem o que vai acontecer quando esse cara lindo resolver passar a viagem conquistando a mulher que julgou seus livros. Ainda mais quando o próprio Damien acha que não é tudo isso. 

A narração é intercalada entre os dois, o que nos permite ver com mais clareza o crescimento de cada personagem, como Damien e Theresa aprendem muito um com o outro e se tornam pessoas melhores ao se conhecerem e se abrirem para algo novo. A dinâmica entre os dois é ótima, e eles vivem um caso durante o voo, com direito a uma pausa no Havaí, recheado de aprendizado, diversão e sexo. Sim, a professora saiu do casulo, mas a pergunta que não quer calar é: será que ela volta quando pousarem? 



Avaliação:                                                                       
Ficha Técnica
Título: De repente, o destino
Autor: Susan Fox 
Páginas: 384


O livro de hoje foi escrito por uma autora nacional maravilhosa! Com Outros Olhos é um pequeno — mas não menos importante — livro da Thati Machado (mesma autora de Poder Extra G, livro resenhado aqui no blog). 

Lana vai finalmente realizar seu sonho e começar o primeiro dia de aula em uma escola de teatro bem prestigiada, mas para que tudo dê certo, terá que lidar com certos obstáculos. Após um grave acidente, Lana perdeu a visão e, agora, um ano após o trágico dia, está disposta a finalmente dar prosseguimento a sua vida. 

O plano de Lana é não deixar que descubram que ela é cega, pois não quer que sintam pena ou a tratem de modo diferente. Para isso, abandonará sua bengala em casa e contará com a ajuda de seu irmão, que a guiará pelo percurso até a aula. Mas parece que seu plano alcança um nível muito maior de dificuldade quando o diretor a escala para o papel principal da peça. 


É irônico precisar perder a visão para só então começar a enxergar certas coisas, você não acha?


Eu realmente não posso falar muito sobre o livro, pois ele é bem pequeno, mas em poucas páginas a autora conseguiu nos embalar em um romance muito bom. Nós vemos toda a evolução que a protagonista teve para chegar onde está, e percebemos que as vezes damos valor a coisas tão fúteis, que não enxergamos o que realmente importa. A melhor experiência para mim ao escutar o audiobook, foi ouvir e visualizar o mundo através dos olhos de Lana.


Por muito tempo enxerguei com os olhos,agora enxergo com o coração.


Em sua obra, Thati Machado nos faz refletir sobre as dificuldades que um deficiente visual tem, algo importantíssimo e que não é tão abordado em livros. E lá vai uma dica para vocês, no aplicativo da Ubook tem o audiobook disponível e narrado pela própria autora! 


Avaliação:                                                                       
Ficha Técnica
Título: Com Outros Olhos
Autor: Thati Machado 
Páginas: 92


Oi Povo, tudo bem?
Quem acompanha o Fadas sabe o quanto fiquei empolgada com a leitura de “Desejo e Escândalo”, então quando vi que a Editora Harlequin lançaria a continuação da série, o “Amor De Um Duque”, fiquei extremamente ansiosa. Esse livro me deixou ainda mais fã da Lorraine Heath.

Apesar de ter tido um começo de vida injusto e difícil, Gillie Trewlove, atualmente, se considera uma mulher feliz. Assim como seus irmãos, ela — por ser bastarda de um membro da aristocracia britânica — foi abandonada na porta de sua mãe, e eles foram criados com muita dificuldade financeira, mas nunca lhes faltou amor. Com o tempo, seus irmãos se tornaram “empresários” bem sucedidos e a ajudaram a abrir sua própria taverna.

Gillie é uma mulher completamente independente que detesta quando alguém quer controlar sua vida ou seu negócio. Seus irmãos sabem que por mais que a amem, não devem se meter em sua vida. Em uma noite como outra qualquer, tudo muda na vida dela, ao se deparar com um assalto num beco próximo a sua taverna, ela consegue ajudar o homem que foi assaltado e foi gravemente ferido.

Assim que socorre o homem, ela percebe que ele está super bem vestido e pelo seu modo de falar, ela suspeita que ele é alguém importante da sociedade britânica, mas o que Gillie não entende, é o que alguém como ele pode estar fazendo num bairro tão perigoso quanto aquele.

“Terminara tudo à 1h30 e retira o lixo quando ouviu os barulhos. Não ficou nada contente ao descobrir que algo nefasto acontecia atrás de seu estabelecimento. Não permitia confusões dentro de sua taverna, e com certeza não permitiria que elas ocorressem do lado de fora das paredes.” Pág: 12.

O duque de Thornley não acredita na sorte que deu ao ser salvo por Gillie, afinal, não é qualquer um que teria a bondade daquela mulher. O que mais o intriga, é o fato dela ser totalmente independente, e ainda ter uma taverna. Ele simplesmente nunca viu uma mulher assim.

“O anjo começou a recitar o processo de produção de cerveja. Com certeza, um homem. Uma mulher teria descrito os vários pontos em um bordado. Sua mente estava uma bagunça.”  Pág:14

Gillie que sempre teve horror a relacionamentos se vê sonhado com o duque que salvou, mas tem completa noção que o relacionamento deles é impossível perante a sociedade. Sem falar que seus irmãos estão com olhos de águia no relacionamento deles. Infelizmente, mais que isso não posso contar, mas devo comentar que o livro é tão viciante quanto o primeiro,  e para fechar com chave de ouro, ainda temos o um pequeno spoiler de como está a vida de Mick e Aslyn. Se você ainda não conhece Lorraine Heath, precisa mudar isso urgentemente! Hahaha.

Avaliação:
Ficha Técnica
Título: Amor De Um Duque
Autor: Lorraine Heath
Editora: Harlequin
Páginas: 320
author
Se você: Cheira livros, se apaixona por personagens, sofre com eles como se fosse alguém da sua família, corre atrás de autógrafos, viaja para outro estado para participar da Bienal do Livro, adora um sebo, procura por eventos literários, entra na livraria para dar um livro de presente e sai com dois para você, então você está no lugar certo!