Finalmente falarei sobre o lançamento mais recente de Lauren Layne! Como Num Filme é o prequel de Em Pedaços. Lembram do ex-namorado da protagonista Olivia? Ethan (ex de Olivia) e Stephanie (atual de Ethan) fazem uma pequena aparição no início de Em Pedaços, e nos deixam curiosos quanto a como um casal que em nada se parecem, acabam juntos. 

Stephanie Kendrick estuda cinema na Universidade de Nova York e é uma jovem amargurada, que na maior parte do tempo demonstra um grande apreço por roupas góticas, esmalte preto e maquiagem escura. Stephanie não queria voltar de jeito nenhum para a Carolina do Norte durante as férias de verão, onde moram seu pai e sua madrasta, mas o dormitório da universidade estaria fechado para reformas durante todo o recesso. Como se já não fosse ruim ficar sem seu quarto, a prima que ia viajar e abriga-la em seu apê, mudou os planos de última hora, ou seja, sua última opção era pedir abrigo ao seu ex nojento e traidor. 

Ethan ainda está superando a traição que sofreu e não aguenta mais ficar perto dos pais. Eles fazem de tudo para juntar ele e Olivia outra vez, além da pressão para que assuma a empresa da família. Fugindo de tudo isso, Ethan se matricula em uma eletiva de verão do curso de cinema, apesar de não ser seu curso, ele consegue a vaga por ser afilhado do professor. No corredor da faculdade, indo para a aula, ele tromba com uma gótica misteriosa em que se interessa bastante e, quando chega na sala de aula, tem uma grande surpresa! Ela não só faz a mesma eletiva que ele, como será sua parceira no trabalho que durará todo o verão. 

“O mau humor vem com o visual gótico?", ele pergunta, me olhando de cima a baixo. "Ou vende separado?"Levanto a mão para esconder meus olhos. "Cuidado pra onde aponta seus dentes, por favor. O brilho está me cegando."

Conversa e troca de farpas vai, conversa e troca de farpas vem, Ethan tem uma grande ideia! Claro que não perdeu tempo e apresentou a proposta para Stephanie. O trato era: Stephanie fingir ser sua namorada - com direito a mudança completa de visual- nas festas de sua família, e em troca, ele ofereceria o seu quarto de hóspedes no luxuoso apartamento em  que vive,  pelo resto do verão. 

Mas acho que esse é o ponto. O fato de que somos duzentos por cento errados um para o outro torna a coisa toda muito menos arriscada.

O livro não é perfeito, mas é uma leitura gostosa. Somos envolvidos no enredo tanto do casal, quanto do roteiro sendo escrito por eles. Além de ficarmos inteirados sobre os acontecimentos que antecedem Em Pedaços,  conhecemos Olívia pelo ponto de vista do Ethan e não só como protagonista de uma história. 

Finalmente posso dizer que gostei bastante de um livro da Lauren Layne. Esse foi, para mim, o melhor dos livros da autora publicados em 2018. É uma história clichê? Pode ter certeza, mas, diferente das outras, é cativante. Em pedaços foi um livro legal, mas com certeza preferi o seu prequel. 


Avaliação:                                                                       
Ficha Técnica
Título: Como Num Filme
Autor: Lauren Layne
Editora: Paralela


Páginas: 224

Oi Povo, tudo bem? 
Hoje vamos falar de “O Segredo do Conde”, segundo volume da série “Os Sedutores de Havisham” da autora Lorraine Heath, lançado pela Editora Gutenberg. Quando li “Lady V” fiquei encantada com a escrita da autora, mas “O Segredo do Conde” me fez virar fã. Simplesmente devorei o livro!! Rsrs.

Quer conhecer mais da série? Codinome Lady V

Edward Alcott é irmão gêmeo do Conde Greyling, para sua alegria a diferença de minutos de nascimento o fez ser apenas o segundo irmão, aquele sem obrigações que ganha dinheiro para viver uma vida livre. Ao tentar uma peça na perfeitinha Lady Julia Kenney (pretendente do seu irmão), acaba caindo na própria cilada. Algo desperta nele, mas ele mantém isso escondido, afinal Julia acaba virando a esposa e condessa de Greyling.

Famosos por suas viagens Edward sente falta de viver-lás ao lado de seu irmão, afinal desde que se casou de Júlia, eles nunca mais viajaram. Ao descobrir que Júlia está grávida, ele e seu irmão resolvem fazer uma viagem de despedida e vão juntos conhecer a África. O problema é que a desgraça acontece quando menos esperamos, o Conde de Greyling acaba falecendo e, no seu último pedido, solicita que seu irmão volte para casa e faça de tudo para que seu filho nasça saudável. 

“- Eu prometi ao Albert, quando ele estava no leito de morte, que eu faria o possível para garantir que Julia não perdesse o bebê que está para nascer. - Ela sofreu três abortos espontâneos durante o breve casamento, nunca levando uma gravidez a termo. - Fingir ser meu irmão pareceu a melhor forma de conseguir isso.” Pág: 15.
Ele toma o lugar do verdadeiro conde, fingindo que ele morreu e não seu irmão. Com isso volta para Londres e encara a farsa que montou, rezando a Deus que Júlia não perceba a diferença até o bebê nascer. Júlia, logo percebe que seu marido voltou da viagem diferente, mas ela imagina que tudo isso é culpa do luto vivido pela perda do irmão. Sem falar que ela própria se sente diferente depois de tanto tempo separados. O que ela nem sequer imagina é a verdadeira história que está escondida. 

“Desde seu retorno, Albert parecia encontrar qualquer desculpa para não ficar na companhia dela. Ela detestava estar sentindo aquele ciúme mesquinho do cunhado morto, só porque toda a atenção de seu marido se concentrar no irmão falecido; tanto que começava a duvidar de si mesma e a questionar o amor de Albert por ela.” Pág: 21. 
Será que Edward vai passar a vida toda mentindo para ela? O que acontecerá quando Júlia descobrir a verdade? 

As respostas não posso dar, mas preciso comentar que amei o livro. Edward é aquele tipo de mocinho que se esconde atrás de uma máscara de malvado e que aos poucos vai caindo, fazendo o leitor torcer loucamente para que tudo der certo. Júlia não é aquela mocinha chata, muito pelo contrário, ela é forte e decidida. Super indico a leitura para quem como eu é viciada em romance de época!! Rsrs. 

Avaliação:
Ficha Técnica
Título: O Segredo do Conde
Série: Os Sedutores de Havisham #02
Autor: Lorraine Heath
Editora: Gutenberg
Páginas: 284

Oi Povo, tudo bem?
Vocês devem ter reparado que estou viciada em Tessa Dare e na série Spindle Cove. Vamos falar do quarto livro “Uma duquesa qualquer” que também entrou na minha linda lista de favoritos!! Nossa como amei e me divertir com esse livro!!


A Duquesa de Halford não aguenta mais o seu filho libertino e irresponsável, já passou da hora de Griff finalmente tomar juízo e lhe dar lindos netinhos que ela possa ficar babando e estragando. Determinada a mudar essa situação, ela resolve bolar o plano perfeito e sequestra o próprio filho e o leva para Spindle Cove. Afinal, teria melhor lugar para se arrumar uma jovem solteira de boa família disposta a virar uma grande duquesa?

Quando acorda na carruagem já chegando no pequeno vilarejo, Griff não consegue acreditar que sua mãe foi tão maluca ao ponto de obrigá-lo a passar por isso. Nesse momento ele toma a decisão que acabará com os planos dela. Por isso quando entram na taverna/casa de chá Touro & Flor, ele já está decido de escolher a pior dama, aquela que nunca sonhou em ser tornar uma duquesa. 

“Ela entrou, tropeçando, pela entrada dos fundos da taverna, ofegante e com o rosto vermelho. Suas botas e a barra do vestido estavam salpicadas por uma quantidade assustadora de lama, e um pó branco estranho recobria o resto.” Pág: 19.

Nesse momento que a vida de Pauline Simms, a atendente do local muda e fica de pernas pro ar. Ela recebe a proposta de se tornar duquesa e ir para Londres para que os treinamento com a Duquesa de  Halford, começassem  imediatamente. Pauline fica com muito medo de viajar para Londres e deixar a irmã Daniela sozinha com seus pais, mas seu acordo com o Duque é o que a motiva a tomar coragem e correr atrás das mil libras prometidas. Eles combinam que Pauline terá uma semana na capital e que durante essa semana ela seria tão terrível que sua mãe desistiria mandando ela de volta para casa. 

O que Griff nem imaginava é que aquela atendente era muito mais esperta e tinha sonhos que mexeriam com ele. Ela simplesmente não queria ser duquesa, Pauline queria apenas ganhar suas mil libras, abrir a biblioteca e assim viver em paz com sua irmã. Ele não contava que ela arrumada seria a coisa mais linda que ele já viu. Principalmente não considerava que ela conseguisse enxergar o homem que existe por trás do grande Duque. 

“O duque lançou um olhar pasmo para ela. Era óbvio que ele não esperava essa reação. Devia imaginar que ela começaria a gaguejar, para protestar, e depois fugiria, corando, para a cozinha. Que azar o dele. Griff tinha escolhido a garota errada.” Pág: 24. 

Não posso contar mais detalhes, mas devo dizer que o livro é simplesmente uma delícia, amei todos os momentos e os diálogos são maravilhosos, daqueles de nos fazer rir e chorar!! Hahaha. Pauline como todas as mocinhas de Spindle Cove ganhou meu coração e Griff simplesmente me fez querer matá-lo e suspirar em diversos momentos. Outro personagem incrível é a Duquesa viúva, que mulher determinada!! :D 

Resumindo: Mais um livro dessa série incrível entrou para lista de favoritos! 

Avaliação:
Ficha Técnica
Título: Uma Duquesa Qualquer
Série: Spindle Cove #04
Autor: Tessa Dare
Editora: Gutenberg
Páginas: 272
Finalmente consegui ler o lançamento de Leisa Rayven e, como sou boazinha, contarei tudo o que achei para vocês! Professor Feelgood é o segundo volume da série Masters of Love, tendo como antecessor Mr. Romance. Diferente do que imaginei, o livro se passa no mesmo universo do primeiro, mas desta vez, narrado por Asha Tate, irmã da protagonista anterior, Eden Tate.

Asha é uma assistente editorial em busca de seu tão sonhado cargo de editora. Ela trabalha na pequena editora Whiplash e, para conseguir sua promoção, Asha precisa encontrar o melhor original, aquele que poderá se tornar o mais novo best-seller mundial. 

Em circunstâncias normais, eu tenho certeza que conseguiria o trabalho em um piscar de olhos, mas encontrar um best-seller? É como pedir para eu tirar um duende do meu sovaco.

Perdida e sem esperanças, no seu último dia do prazo, Asha resolve se distrair stalkeando seu crush virtual, o Professor Feelgood, um cara misterioso com milhões de seguidoras, que posta fotos bastante sensuais, mas sem mostrar o rosto, com poemas profundos sobre a perda de sua amada em suas legendas. E, então, sua mente se iluminou! E se ela apresentasse uma proposta de publicação para o Professor Feelgood, um livro escrito por ele, originário de seus poemas? sendo um cara com milhões de seguidoras, seu livro bombaria antes mesmo do lançamento! 

Venha pra mamãe, Professor Músculos do Pornô Literário. Deixe-me desfrutar da sua genialidade.

Depois de muitos problemas e contratempos, Asha finalmente consegue fechar contrato com o Professor e ganhar a tão sonhada promoção, entretanto o professor pede para que os  dois se encontrem em um bar na noite anterior a apresentação formal dele para a editora. Após achar que tinha levado um bolo do professor, ela finalmente o encontra e descobre que, na verdade, eles não eram tão estranhos um para o outro quanto imaginavam que fossem. 

Jacob Stone é o Professor Feelgood.                                                                       O Professor Feelgood é Jacob Stone.                                                         Filhodeumcaralho.

A escrita da Leisa é fluida e sempre bem-humorada, ela faz com que você se sinta cativada pelos personagens. Este livro, diferente dos outros da autora, tem uma pegada mais sensual do que HOT, o que pode ser bom ou ruim, dependendo do que você procura. Além de vir recheados de referências a cultura pop, o que, particularmente, eu AMO. 

Confesso que eu esperava um enredo completamente diferente para o livro, um que talvez me agradasse mais que esse. Apesar disso, o livro é bom e conseguiu prender minha atenção. Deixo claro que gostei muito mais de Mr. Romance. O primeiro volume era bem mais humorado e original, todavia foi ótimo acompanhar a evolução dos personagens do primeiro volume, assim como será ótimo acompanhar no terceiro volume, com data de estreia prevista para o final de 2019.


Avaliação:                                                                       
Ficha Técnica
Título: Professor Feelgood
Autor: Leisa Rayven 
Editora: GloboAlt
Páginas: 368

Oi Povo, tudo bem?
Hoje vamos falar de um livro que estava na minha lista de desejados desde do começo do ano e recebi da linda parceira Harlequin no mês passado!! O livro em questão é “O Campeão de Lady Isobel” que é o segundo da série da autora Carol Townend, me apaixonei pela escrita da autora quando li o primeiro da série “Cartas para uma falsa dama” e logo em seguida li o terceiro da série “Os segredos dos olhos de Lady Clare”. Sei que é estranho pensar que li fora de ordem, mas isso não atrapalhou de maneira nenhuma a minha leitura.

Isobel ficou noiva durante 9 anos sem nem ao menos receber uma visita de seu futuro esposo, já tinha perdido praticamente a esperança quando recebeu a carta informando que ela deveria viajar para Troyes para finalmente se casar com o conde dAveryon. Isobel foi criada em conventos e vê no casamento um oportunidade de ser livre, mas isso não significa que ela perdoaria fácilmente os anos de ausência do conde.

“Foram nove anos. Porque esperei nove anos por esse homem? Será que ele me detestou à primeira vista?” Pág: 16.

O conde dAveryon, é um homem que passou boa parte da vida priorizando os torneios para se tornar um grande campeão. Por um motivo que não posso contar, ele decepcionou extremamente o pai e assim acabou adiando o casamento com lady Isobel por muito tempo. Durante a leitura entendemos melhor ocorrido, mas o que posso dizer é que pagou seus pecados de uma maneira bem “tensa”. Ao chamar lady Isobel para que o casamento finalmente fosse realizado, ele só não imaginava que a criança que ele ficou noivo se transformou uma linda mulher. Ele ficou noiva da lady com ela tinha apenas 11 anos, então seu choque foi intenso!

“Vou me casar com essa moça, conforme era a vontade do meu pai. Honrarei o acordo de noiado e ela me dará herdeiros. Isso é o máximo que vai acontecer.” Pág: 10.

Ele achava que ia encontrar uma noiva dócil e super obediente, mas o conforme foi conhecendo sua futura esposa ficou claro que a personalidade da mesma, era muito diferente da esperada e ainda assim ele estava encantado. Mas, conquistá-la não seria fácil após anos de abandono.

Como o livro é curtinho não posso contar mais que isso, mas devo indicar para todos os apaixonados por romances de época como eu!!

Avaliação:
Ficha Técnica
Título: O Campeão de Lady Isobel
Autor: Carol Townend
Editora: Harlequin
Páginas: 256

Hey, galerinha! Hoje o meu post é um pouquinho diferente… Há quase dois anos eu entrei aqui no blog com a coluna #IAmNotAFairy, trazendo muita fantasia, literatura geek, thriller e ficção-científica para vocês, porém a partir do início de 2019 eu precisarei me empenhar para cumprir os desafios de outros projetos e assim deixarei essa coluna que tanto amei fazer durante esse período — e que já estou sentindo saudades. Mas como despedida, eu separei alguns livros que gosto muito e deixarei como dicas, tanto para presentes de natal quanto para vocês lerem durante o próximo ano!
Para usar as indicações como presentes de natal, eu super apoio a campanha #VemPraLivraria, que promove a compra de livros em lojas físicas. Assim não precisa esperar a entrega que só deve ser feita depois do natal! Então corram para as livrarias que ainda dá tempo!

Fortaleza Impossível

Já postei resenha dele por aqui, porque é necessário exaltar esse hino em homenagem à cultura geek/pop e aos amados anos 80. Uma aventura com sucesso de nostalgia garantido para a galerinha acima dos 30 e uma experiência literária bem diferente para quem for mais novo, que certamente vale muito a pena conferir.

Batman: O Cavaleiro de Arkham – O Lance do Charada

Aqui é pra quem é mais geek e gamer. Esse livro é baseado no jogo Batman: O Cavaleiro de Arkham, mas foge do padrão de adaptações de games para os livros, porque o autor narra a história, invés de descrever as cenas do jogo, o que torna a experiência muito mais completa e cativante. Leitura certeira para quem curte os videogames e/ou o Morcegão de Gotham.

Encarcerados

Já falei de Encarcerados por aqui também, e o livro é uma deliciosa ficção-científica, com direito a androides, altas tecnologias, caso policial e excelentes críticas sociais, como toda boa sci-fi traz, e que podemos aplicar ao contexto do nosso mundo real atual. Com elementos leves e de fácil compreensão, o livro também é excelente para quem ainda não está muito acostumado com o gênero.

Você

Um dos atuais thrillers que apostam em uma pegada diferente, trazendo o vilão como narrador da história. Mas não é um vilão qualquer, é um dos melhores que já vi pelos livros. Com muito humor sarcástico e obsessão, Você conquistou até mesmo as telinhas e vai virar série. Vale muito a pena ler antes de assistir.

Chronos

Já falei de sci-fi aqui? Já, sim, mas vamos falar novamente, porque sci-fi é meu amor maior, e como bônus, eu trouxe uma série aqui no final do post, porque todos precisam conhecer Chronos! Uma daquelas histórias que vão mexer com o tempo, com batalhas no passado, que colocam em jogo o futuro da humanidade. E durante essas viagens pelo tempo, uma excelente aula de história do mundo, contada com muita maestria e que com certeza merece um espaço especial na estante.

Agradeço a todos que acompanharam a coluna e também às meninas do blog, que são puro amor. Até mais, e obrigado pelos peixes — eu não poderia perder a oportunidade desta referência.
author
Se você: Cheira livros, se apaixona por personagens, sofre com eles como se fosse alguém da sua família, corre atrás de autógrafos, viaja para outro estado para participar da Bienal do Livro, adora um sebo, procura por eventos literários, entra na livraria para dar um livro de presente e sai com dois para você, então você está no lugar certo!