Hey, chega de romance!


Estava tudo muito rosa por aqui, então eu cheguei pra mudar um pouco as coisas... Prazer, me chamo Miguel, o bendito fruto entre as fadas! Chega de romance de época e de pó mágico! De vez em quando vou aparecer por aqui pra falar sobre os temas literários que tenham escudos, espadas, batalhas, guerreiros, sangue, videogames, super-heróis, ficção científica e todas essas coisa que envolvem o universo de fantasia e o mundo GEEK. Mas fiquem tranquilos porque será fácil me identificar com a tag "I Am Not A Fairy" nas minhas postagens!

Mas tá, quem sou eu? Bom já sabem meu nome e fora a isso ​eu sou apenas um cara, GEEK, simples, que ama livros, tecnologia, histórias em quadrinhos, videogames, ficção científica, séries e afins. Analista de sistemas, com vinte e tantos anos, cabelo bagunçado. Que vive aqui na Terra, de passagem, aguardando ansiosamente o retorno da Nave Mãe, todos os dias. Sempre de All Star nos pés, fones nos ouvidos, livro na cara, notebook na mochila e vestindo um jeans confortável com alguma camiseta GEEK. Que normalmente passa o fim de semana estudando, assistindo alguma coisa no Netflix ou então com um joystick nas mãos. Ah, acredito que aqui tenha um grande público feminino, então eu preciso dizer que sou solteiro também, podem me chamar no inbox!

Escola de Vilões - Resenha

Oi Povo, tudo bem?
Hoje vamos falar do livro “Escola de Vilões” da autora Jean Calonita, lançado pela Única Editora. Confesso que assim que a editora lançou o livro me apaixonei pela capa, é simplesmente linda e o título do livro me deixou mega curiosa. Afinal, sou a favor de ouvir sempre os dois lados da história, até ler esse livro não conhecia o lado dos vilões.

No livro conhecemos Gillian apelidada como Gilly, que mora num casebre com seus pais e cinco irmãos (Han, Hamish, Trixie, Felix e Anna) na cidade de Encantadópolis, a vida deles não é nada fácil e vivem passando dificuldades. Tanto que ela rouba para poder ajudar sua família, Gilly acha que furtar das princesas para acudir sua família não a torna uma garota malvada. Seus pais são totalmente contra ao roubo, porém ela não aguenta ver o sofrimento de seus pequenos irmãos. Seu pai é sapateiro, mas o que ganha na sapataria não dá para sustentar todos eles, ele poderia ter ganhando muito dinheiro com os sapatinhos de cristal, mas infelizmente a fada madrinha roubou a ideia de seu pai com apenas um feitiço da varinha de condão. 

Gilly acha que é a melhor ladra da cidade, até que um dia ela rouba uma presilha para dar de presente sua irmã Anna e é pega, como já é a terceira infração cometida é enviada para o “Reformatório de Conto de Fadas”, onde deverá ficar até no mínimo três meses. Se despedir de seus irmãos foi a pior coisa que já fez na vida.

Ao chegar no reformatório Gilly começa a perceber que ele não é nada do que imaginava, muito pelo contrário até parece um lugar legal. Ela morre de rir quando descobre que a missão do reformatório é transformar vilões em heróis, logo de cara faz amizade com Kayla que mostra melhor o castelo para ela e ambas passam a dividir o mesmo dormitório. A diretora do reformatório é Flora, a madrasta da Cinderela que acredita firmemente que os vilões podem mudar.

“O caminho entre o certo e o errado pode facilmente confundir-se, numa comunidade de conto de fadas, onde a magia e os desejos podem ser usados de maneiras que transformam boas crianças em crianças malvadas.” Pag: 34

Gilly, começa a ter aula com grandes ex-vilões como por exemplo a Bruxa do Mar, o Lobão (aquele da chapeuzinho vermelho) e a Rainha Má. Sem sombra de dúvidas a professora que menos curti é a última. Ela também fica amiga de Jax, que se mostra um amigo para todas as horas. Tudo está indo bem até que coisas estranhas começam a acontecer no reformatório deixando a vida de todos em Encantadópolis em perigo. Só Gilly e seus amigos, entendem o tamanho do perigo que estar por vir.

Não posso contar muito mais que isso, pois o livro só 189 página e não quero soltar um spoiler! Mas, devo dizer que a história é encantadora, super envolvente e quando acaba ficamos com aquele gostinho de quero mais. É um livro perfeito para quem está procurando algo leve!!

“Poder verdadeiro é aprender a colocar os outros em primeiro lugar e não julgar o livro pela capa, por assim dizer.” Pág: 187

Avaliação:

Ficha Técnica:
Título: Escola de Vilões
Autor: Jen Calonita
Editora: Única
Páginas: 189

Quando a Bela Domou a Fera - Resenha

Oi Povo, tudo bem?
Hoje vamos falar de “Quando A Bela Domou A Fera” da autora Eloisa James, lançado pela Editora Arqueiro no mês de Março. Eloisa foi indicada pela super diva Júlia Quinn, isso é luxo, né? A própria Júlia gravou um vídeo falando dessa indicação quando esteve aqui no Brasil.

Linnet Berry Trynne é considerada uma das mulheres mais linda da sua temporada, mas nem isso impediu que a desgraça chegasse em sua reputação. Ou melhor, foi sua beleza que jogo sua reputação na lama. O príncipe Augustus Frederick, duque de Sussex, era amigo de Linnet e declarava a todos que estava apaixonado por ela. Até que um dia ele a beijou e a baronesa Buggins a maior fofoqueira de Londres os viu, e assim sua reputação foi jogada no lixo. Para piorar ainda mais sua situação ela vai ao um baile onde passa mal por ter comido um camarão estragado e vestiu um vestido que a deixa com a aparência de grávida, então o escândalo fica maior ainda. E o duque de Sussex que até então gritava que a amava simplesmente a abandona sozinha.
Seu pai o visconde de Sundon, fica enlouquecido sem saber o que fazer, até que sua tia Zenobia tem uma ideia brilhante. Ela lembra que o duque Windebank (Cornelius Yelverton) está louco atrás de uma esposa para filho, uma mulher grávida é a escolha perfeita devido ao problema do seu filho. Com isso pai de Linnet sai atrás do duque para negociar sua filha, mesmo sabendo que o apelido do filho do duque é Fera.

É assim que Linnet vai parar sozinha num castelo no País de Gales, noiva de um homem que ela não tem ideia de como é e nem como ele irá tratá-la. Mas, pelo menos ela vai ficar longe de todo aquele escândalo. Ao chegar no castelo ela se surpreende ao conhecer Piers, ele não é feio, mas também não é bonito. Porém uma coisa que ninguém pode negar é que ele é extremamente grosseiro como se não soubesse conviver em sociedade.

“O que havia de belo em seu pai era bruto nele; seus olhos eram azuis, mas gelados, como um inverno rigoroso. Ele não parecia civilizado. Ninguém colocaria aquele rosto em uma moeda, romana ou qualquer outra. Ele parecia muito grosseiro...muito...muito feroz, percebeu ela de repente.” Pág: 60.

A partir daqui tudo que eu contar pode ser considerado spoiler sério, então vou falar um pouco dos personagens que tanto amei.

Linnet não é aquelas mocinhas indefesas e envergonhada, muito pelo contrário é super inteligente, ama ler e tem um coração enorme. Ela sempre procura ver o lado bom das pessoas mesmo aqueles que não dão valor a ela da maneira que deveriam. O que achei mais engraçado é que ninguém entende porque ela lê tanto, então mega me identifiquei!! Rsrs

“- Ninguém gosta de moças que têm mais cérebro que cabelo, mas, por outro lado, nunca ouvi falar de alguém que tenha subido na vida que leia como milady.” Pág: 91.

Piers é extremamente grosso, mas confesso que o amei porque ser grosso significa ser malvado. Ele não trata todo mundo com pena ou com medo de magoar a pessoa, às vezes isso pode ser a melhor coisa para acontecer na vida de alguém. Sem falar que durante o livro descobrimos várias coisas que nos fazem entender melhor o personagem. Os pais de Piers, também foram uma grande surpresa. Cada um tem uma personalidade marcante e super bem construída.

“- Um médico totalmente maluco - esse sou eu - e uma beldade terrivelmente conivente - essa é você -, mancando juntos rumo a uma vida de felicidade? Duvido muito. Você tem lido contos de fadas demais.” Pág: 64.

Fazendo uma pequena observação com a realidade da vida com a literatura:
A maioria das pessoas não enxergava a inteligência de Linnet porque só ser linda já bastava e não é muito diferente do que presenciamos atualmente, se a pessoa é linda e sabe tirar selfie bem, vira celebridade da noite para o dia.

Tem uma fase do livro em que o que a beleza interior realmente é o mais importante e é nesse instante que Linnet mesmo se questiona. Coisa que não é muito diferente do que vivemos hoje, afinal quando estamos uns quilinhos acima do peso a primeira coisa que vem na cabeça é nossa como estou feia.

Enfim quem disse que a vida não imita a arte? Rsrs

Resumindo indico a leitura para quem quer um romance de época leve, envolvente, quente e marcante.

Avaliação:

Ficha Técnica
Título: Quando a Bela Domou a Fera
Autor: Eloisa James
Editora: Arqueiro
Páginas: 320

Conteúdo Especial:

Sorteio - Desprendimento Literário - Parte I

Oi Povo, tudo bem??

Acho que o nome da promoção já diz tudo né? Rsrs

Vamos sortear kit com: um exemplar do livro “O Círculo” + um exemplar do livro “Casa de Segredos”. Esses livros estão na minha estante precisando de carinho de alguém. ahh os livros estão em ótimo estado de conservação!!

Obs: Outras promoções como essa acontecerão durante o ano!!

Como participo do sorteio?

- Curta a fã page do Fadas Literárias no Facebook.
- Compartilhe a imagem oficial da promoção em modo público no Facebook.
- Preencha o formulário no final desse post.

Como faço para ter mais chances de ganhar?

Basta seguir as redes sociais do blog (Instragram e Twitter), e preencher no formulário abaixo as redes em que você é seguidor.
Quanto mais redes seguir mais chances de ganhar :D

Observação: 
  • Ser residente no Brasil é obrigatório. 
  • Quem desobedecer alguma das regras acima será desclassificado.
  • As inscrições irão até o dia 10/05/2017 às 17:00hs.
  • O ganhador terá seu nome publicado no post do "Resultado da promoção", e será enviado um e-mail que deverá ser respondido em até 72 horas. Porém, se o e-mail não for respondido será realizado um novo sorteio.
  • O sorteio será realizado no site http://www.promosimple.com
  • Não nos responsabilizamos por extravios dos correios.

A Garota no Gelo - Resenha

Olá galera, como vocês estão?!

Hoje temos a resenha do meu primeiro Thriller policial, A Garota no Gelo de Robert Bryndza, quando vi que havíamos ganho esse livro, no evento da Aliança de Blogueiros, fiquei super empolgada. Então vamos a resenha.

Andrea estava tão tomada pela raiva, tão decidida a deixar o pub para trás, que só se perguntou para onde ia quando as vitrines das lojas foram substituídas por casas grandes, afastadas da calçada.
Pág.: 7

Logo no Prólogo descobrimos como Andrea foi sequestrada, e logo no início do primeiro capítulo como o corpo dela foi encontrado. Essa deveria ser mais uma investigação comum, mais uma jovem morta nos arredores de Londres, é triste, mas é a verdade. No entanto, Andrea Douglas-Brown é uma socialite e vem de uma família poderosa, o que transforma a investigação em um jogo político de poder, mas é aí que entra em cena a Detetive Inspetora Chefe Erika Foster.

Ela é uma detetive incrível, que subiu na carreira muito rapidamente graças ao seu excelente trabalho e determinação. Contudo, sua vida virou de cabeça para baixo depois de uma operação que deu errado, onde cinco policiais perderam a vida, inclusive alguém que ela amava. Erika agora é uma sombra de quem ela era, mal come ou dorme, por isso acabou de ser transferida da Polícia Metropolitana de Manchester para a Delegacia de Polícia Lewisham Row, e fica a frente do caso de Andrea.

A investigação mostra que a vítima tinha na verdade uma vida “secreta”, a ligando a um pub e pessoas questionáveis, e isso acaba por ligar a morte dela a de outras três jovens, prostitutas. Com testemunhas de reputação duvidosa e Sir Simon Douglas-Brown, pai de Andrea, ligando para pessoas poderosas Erika começa a ter problemas. Com muita determinação, ousadia, sarcasmo mordaz, um pouco de falta de senso e a ajuda dos policiais Moss e Peterson ela vai fundo nos podres dessa poderosa família e no passado obscuro de Andrea. Que segredos a nossa vítima esconde?

A Garota no Gelo tem de tudo um pouco, suspense, ação, tentativas e acusações de assassinato, pessoas malucas, politicagem e alguns idiotas. Gostei muito do livro e indico a sua leitura com a certeza de que vocês iram curtir. Adorei os capítulos curtos e o fato de não serem todos do ponto de vista da Detetive, mas também do assassino(a). Entretanto senti falta apenas das cenas de assassinato, da descrição dos acontecimentos e não apenas a perícia, pois eu esperava por isso em um thriller, mas não fiquem tristes a nossa querida Erika Foster nos dá algumas cenas de ação, além de muitas reviravoltas.

Fiquei particularmente feliz ao ler a mensagem do autor ao final do livro, onde ele pede com muita humildade ajuda na divulgação de seus livro através de resenhas, e agradece aos blogueiros que o ajudaram e incentivaram. Estou ansiosa para conhecer os outros livros do autor.

Avaliação:
Ficha Técnica
Título: A Garota no Gelo
Autor: Robert Bryndza
Editora: Gutenberg
Páginas: 320



O que é Arte? Leon Tolstói - Resenha


Oi pessoal! Tudo bom?

Como vocês sabem as Fadas Literárias fazem parte do grupo Aliança de Blogueiros RJ, e com essa parceria surgiu a oportunidade de eu conhecer o livro O que é Arte? cedido pela editora Nova fronteira.


 Caros Leitores eu tenho que ser sincera e admitir que se não fosse a parceria eu não teria interesse em adquirir esse exemplar, mas lá fui eu me aventurar em suas páginas e descobrir como seria de fato a escrita desse escritor tão conceituado.

Em primeiro lugar, não posso deixar de ressaltar que eu não sou muito fã de livros desse gênero, da mesma maneira que nunca li nenhum livro do autor em questão. Mas, ao ler tentei me manter imparcial para assim tentar extrair ao máximo da leitura.

Depois do grande sucesso nos anos 2000, a Coleção Clássicos Ilustrados está ganhando nova vida pelas mãos da Nova Fronteira, que traz a polêmica visão de Leon Tolstoi autor que ficou famoso pelos clássicos Guerra e paz e Anna Karenina. A temática central dessa obra gira em torno de vários ensaios ligados à justiça social, à religião e à moralidade, que culminaram no livro.

As obras de diversos artistas e mesmo seus próprios livros são duramente questionados no curso de sua apaixonada redefinição da arte como força propulsora do bem, da fraternidade, da ética e do progresso do homem. O texto é entremeado por imagens que ajudam na compreensão do que é abordado.

De certo acertei na premissa e como previ o livro possui momentos de sobriedade e ao mesmo tempo outros um pouco enfadonhos. Não foi o fato de eu não gostar de arte em si que me levou para essa conclusão, pois na verdade sou fã de uma boa exposição. Porém, quando o autor resolveu colocar tudo isso dentro desse livro e unir várias histórias e passagens relatando a sua visão já era de se esperar que o mesmo seria um grande sucesso, isso se não fosse por algumas partes um tanto maçante e que fazem a leitura não fluir conforme ela deveria.

Enfim, tento sempre manter a minha mente aberta para esses tipos de leitura e espero que vocês também possam folhear suas páginas da mesma forma. Não superou minhas expectativas, mas houve momentos em que até gostei e achei agradável, assim espero que vocês possam se entreter da mesma forma. Boa leitura!



      Avaliação:                                                                                                   Ficha Técnica:


                                                                      Título: O que é Arte?
                                                   Número de páginas: 256
                                                     Editora: Nova Fronteira
                                                           Autor: Leon Tolstói
                                                                                                              Ano: 2016                                                                                                                  Edição: 2ª