Pular para o conteúdo principal

A Série Endgame


Em algum momento da vida, ou em vários deles, acredito que todos iremos nos deparar com algum livro que nos fará querer falar sobre ele para todo mundo. Assim é a série Endgame para mim e por isso estou aqui para falar sobre ela para vocês, afinal, a editora não fez um trabalho de marketing muito grande com esses títulos. 

Eu conheci a série porque eu sou bastante fã do autor principal, James Frey, devido aos Legados de Lorien. Então quando aquele livro dourado chegou aqui no Brasil, pela editora Intrínseca, eu não pensei duas vezes antes de comprar. Ainda bem, porque a história é boa demais! Endgame é divido entre três livros e vários e-Books de spin-off. Os dois primeiros, “O Chamado” e o segundo, “A Chave do Céu”, já estão disponíveis nas livrarias. O terceiro e último volume já saiu lá fora, mas infelizmente não chegará pra gente, segundo confirmação de cancelamento da própria editora, via Twitter. Mas continue me acompanhando porque a série vale a pena!

Mas então, do que se trata esses livros? Bom, imagine um livro de ficção científica, que insere aliens e tecnologias futurísticas no nosso mundo e na nossa história, no nosso tempo atual, mas também no passado. Agora pega esse cenário e encaixa em uma trama de Jogos Vorazes, e assim você terá o Endgame. A história se resume em criadores da humanidade, de origem alienígena, todos poderosos e soberanos. Porém a humanidade é bem fácil de se corromper, então de tempos em tempos os “criadores” fazem um jogo, o Endgame, para reciclar a Terra, onde um jogador de cada linhagem da humanidade deverá reunir as chaves para garantir que sua linhagem seja poupada da destruição. As demais serão destruídas. No Endgame vale tudo e só duas coisas importam: sobreviver e reunir as chaves! 

O primeiro livro, “O Chamado”, nos apresentará o jogo, o começo da guerra pela Chave da Terra e também os personagens, que possuem características bem definidas por suas linhagens, bem como personalidades bastante distintas. Os autores se empenharam muito para deixar isso bem estruturado e realmente resultou em um excelente trabalho. No segundo livro temos um pouco menos de ação e, embora os personagens estejam bem desenvolvidos, nós conheceremos um pouco mais de suas histórias, com o foco um tanto maior em suas linhagens, explicando certas capacidades, atitudes e características. Mas não se preocupe, isso não chega a deixar o livro chato. 

Os jogadores são mais do que ninjas. Extremamente capacitados e treinados, mas eles ainda são humanos, então além de toda a ação, nós teremos romances, medos, triângulos amorosos e traições também. Tudo isso misturado com sangue, morte e algumas heresias para adaptar a história à trama. E aqui vai uma dica: tente não se apegar a nenhum personagem, porque ele vai morrer! Por experiência própria, eu não resisti e depois fiquei sofrendo. 

Os livros talvez sejam extensos se compararmos o tamanho da fonte com a quantidade de páginas, porém isso passa despercebido, porque a leitura é bem fluída e se torna quase impossível parar de ler com a ansiedade de saber o que acontece na página seguinte. Os finais dos dois primeiros volumes são extremamente desesperadores, então eu aconselho que você compre “A Chave do Céu” antes de terminar “O Chamado” e que leia também os spin-offs. Quanto ao "Rules Of The Game", a solução é ler em inglês, infelizmente. Sabemos que nem todos possuem fluência de leitura em inglês, mas a editora realmente pisou na bola e nos deixou na mão. Não há muito o que fazer.

"CORRER, LUTAR, JOGAR AJUDAM EM PELO MENOS UMA COISA: ESQUECER."

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eleanor & Grey - Resenha

Oi Povo, tudo bem? Todo mundo que acompanha o blog sabe que sou mega fã de Brittainy C. Cherry, então quando vi que a caixa do “clube da Carina Rissi” vinha com o livro “Eleanor & Grey" e os marcadores de todos os livros da autora lançado aqui no Brasil, fiquei LOUCA. Graças ao bons Deuses dos livros, a Editora disponibiliza a caixa de maneira avulsa e consegui comprar essa lindeza! Rsrs. Sabe aquele tipo de livro que quando você termina, seus pensamentos são: “Obrigada Deus por eu amar ler! Obrigada por livros assim! Que lição de vida! Que autora maravilhosa!!". Quando terminei mandei uma foto da minha cara inchada de tanto chorar para Helyssa (voocomlivro) e Anastacia (notasliterarias_), falando que não estava sabendo lidar com tantos sentimentos. Eleanor, é uma adolescente que ama ler, não é muito social e ainda usa aparelho nos dentes, essa junção é o bastante para chamarem ela de esquisita ou sorriso metálico. Ela nem liga muito para esses comentários, Eleano

Talvez Agora - Resenha

  Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de "Talvez Agora”, que é continuação de "Talvez um dia” de Colleen Hoover lançado no ano passado pela Galera Record. Sou muito fã da autora e quando terminei “Talvez um dia”  fiquei sem saber o que fazer da vida porque eu não estava acreditando que a história terminava daquela maneira. Fiquei tão revoltada que comprei “Talvez Agora” no lançamento, mas levei meses para criar coragem e voltar para aquele universo. Vocês também são assim? HAHAHA. Espero sinceramente não ser a única!! HAHAHA. Ridge e Sydney, depois de tanto tempo, estão namorando. Sydney finalmente se sentiu segura para começar algo mais com Ridge. Ele por sua vez parece estar nas nuvens porque finalmente eles poderão viver um amor sem culpa e do jeito que sempre sonharam. Porém, isso não significa que tudo vai ocorrer nas mil maravilhas, afinal Ridge e Warren são as únicas pessoas no mundo que Maggie pode contar, e esse detalhe pode mudar tudo.  Maggie sabe que tem fibrose c