11 de abril de 2018

Boston Boys - Resenha


Se existe um livro que tenha me cativado me rendendo altas risadas desde o início, esse livro se chama Boston Boys. Com uma escrita leve e divertida, Giulia Paim nos conta a história de Veronica Adams – que é mais conhecida por seu apelido Ronnie – a partir do momento em que sua vida vira de cabeça para baixo! Ronnie, recebe a bombástica revelação de que sua mãe largou seu emprego de analista de sistemas para virar produtora de um dos programas mais famosos do
país – considerado a escória da humanidade por Ronnie – chamado Boston Boys

Boston boys é uma série que retrata o dia a dia de uma boy band com três integrantes: Henry E. Barnes (o baixista, conhecido como “o inteligente”), Ryan Johnson (o baterista, conhecido como “o esportista”) e Mason McDougal (o vocalista e guitarrista, conhecido como “o conquistador”). Até então Ronnie já achava isso péssimo, mas não há nada ruim que não possa piorar, sua mãe tinha guardado a pior notícia para o fim, Mason McDougal,  o insuportável astro principal do programa, viria morar em sua casa! 

De início você pode até pensar que a protagonista é “chata e reclama da vida que todos sonhamos em ter”, mas Mason – tratarei pelo primeiro nome por já ser íntima do personagem – faz sua opinião cair por terra quando aparece com sua estupenda arrogância “Hollywoodiana” e seu narcisismo asfixiante. Confesso que em várias partes do livro eu mesma queria dar um murro na cara dele, em outras eu queria abraçar e proteger do mundo, mas logo depois eu já queria dar outro murro na cara dele! Então, a partir desse momento, você vira totalmente #TeamRonnie e começa a odiar esse garoto com toda sua alma e espírito.

“- Ah... uma moto... mas qual é o problema de ir andando? - Eu não vou andando para a escola – ele disse, com firmeza, enquanto pegava o capacete.(...)                                                                               - Então tá. – Fui até ele. – Nunca andei de moto mes...                                                                           - Bem... Eu te vejo na escola. – Antes que eu pudesse completar a frase, muito menos subir na moto, ele a ligou e acelerou, não só me deixando para trás como jogando a água da rua em mim.”

Passado todo esse ódio, Mason honra seu título de conquistador e começa a te cativar, assim como uma personagem bem peculiar chamada Piper. Devemos dar honra a quem tem honra, e Piper merece o título de fã mais bizarra e dedicada existente, essa garota além de te fazer dar boas risadas, é uma ótima Sherlock Holmes, juro que se Piper fizesse parte do elenco de CSI, eles não levariam um episódio inteiro para descobrir quem é o assassino, no máximo ela descobriria nos primeiros 5 minutos!

O que mais me impressionou neste livro foi a nostalgia que ele me trouxe, situações bizarras que só aconteceriam em séries como Hannah Montana ou As Visões da Raven estão bem presentes, assim como os momentos de vergonha alheia que são característicos neste tipo de Sitcom. Se você curte livros leves e divertidos, é fã assumido do período 2006/2011 da Disney e chora até hoje pelo fim de alguma boy band – no meu caso, Jonas Brothers- está no caminho certo para começar a ler e amar Boston Boys.


Avaliação:                                                                                                                    Ficha Técnica
Título: Boston Boys
Autor: Giulia Paim
Editora: Globo Alt 
Páginas: 358

Nenhum comentário:

Postar um comentário

author
Se você: Cheira livros, se apaixona por personagens, sofre com eles como se fosse alguém da sua família, corre atrás de autógrafos, viaja para outro estado para participar da Bienal do Livro, adora um sebo, procura por eventos literários, entra na livraria para dar um livro de presente e sai com dois para você, então você está no lugar certo!