Pular para o conteúdo principal

Com amor, Simon - Resenha



O livro de hoje foi um dos mais falados do primeiro semestre de 2018, o romance de estreia da autora Becky Albertalli, conhecido anteriormente por Simon Vs. a Agenda Homo Sapiens, pode entrar: Com amor, Simon.

Simon é um menino normal que está no segundo ano do high school, e tem dois melhores amigos desde a infância, Leah e Nick. Mas Simon tem um segredo, ele é gay, e conheceu através do Tumblr um menino gay que também é do segundo ano de sua escola. A partir desse dia, conversam  por e-mails diários, mas o garoto se mantém em anonimato usando o pseudônimo Blue por não ser “assumido”. Claro que Simon também se mantém em anonimato, e sempre se pega fantasiando sobre quem seria Blue. Será que ele já o conhecia pessoalmente? 


Sabia que este é oficialmente o e-mail mais longo que já escrevi? Sério. Você deve ser a única pessoa que recebe mais do que 140 caracteres de mim. Isso é meio incrível, né?


Tudo começa quando Martin chantageia Simon após, por um descuido de Simon, ter tido acesso aos seus e-mails trocados com Blue. Martin não contaria para ninguém o seu segredo, se Simon o ajudasse a conquistar Abby, a nova amiga de Simon. 


Maldito Martin Addison. Vou salvar o número dele como “Martírio Abominável”.


A autora já não era uma estranha para mim, pois eu conhecia seu trabalho em Os 27 Crushes de Molly, e já estava apaixonada por sua  escrita. Portanto, renovei meus votos de amor eterno com “Com amor, simon. O livro tem lições tão preciosas que são transmitidas de uma maneira simples e objetiva, assim como as críticas ao racismo, homofobia e outros tipos de preconceitos. 


O último ônibus para o sul do condado só sai em quinze minutos, e Abby leva uma hora para chegar em casa. O tempo que ela e a maioria dos alunos negros levam indo e voltando da escola todo dia é maior do que o tempo que eu levo em uma semana inteira. Atlanta é uma cidade tão segregada, mas ninguém nunca fala sobre isso.


Becky Albertalli sabe construir protagonistas cativantes, assim como ótimos personagens coadjuvantes. O decorrer do livro é bastante leve e engraçado, eu confesso que queria grifar ao menos uma frase em cada página, se eu pudesse, colocaria o livro inteiro nessa resenha! 


É o seguinte: o nome Simon quer dizer “aquele que ouve” e Spier quer dizer “aquele que observa”. O que significa que estou destinado a ser fofoqueiro.


Devemos nos atentar a um ótimo detalhe, todos os livros de Becky tem histórias conectadas, Abby (amiga de Simon) é prima de Molly (Os 27 Crushes de Molly), inclusive, Simon faz uma pequena aparição no livro da mesma. O último livro lançado pela autora, é Leah Fora de Sintonia, e conta a história da melhor amiga de Simon, ou seja, provavelmente não nos livraremos nem tão cedo desse universo criado por nossa amada Beckinha — não que eu esteja reclamando. 


Avaliação:                                                                               Ficha Técnica
Título: Com amor, Simon
Autor: Becky Albertalli
Editora: Intrínseca
Páginas: 272


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Indomável - Resenha

Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de "Indomável", último livro da trilogia "Damas Rebeldes", da autora Julia Quinn, lançado pela Editora Arqueiro. Finalmente cheguei no livro de William Dunford! HAHHAA. Ele aparece nos livros anteriores " Esplêndida " e " Brilhante ", e deixa nós leitores apaixonados e doidos para conhecer ainda mais esse personagem libertino tão charmoso! HAHAHA. Ele fica completamente chocado quando descobre que herdou um título e uma propriedade na Cornualha. Dunford, viaja imediatamente para conhecer a propriedade que ele herdou, o que ele não imaginava é que encontraria uma mulher administrando a propriedade e que ela se tornaria sua responsabilidade junto a herança do título.  "Belle bateu palmas. Que fantástico! Dunford acabara de receber uma herança inesperada. Ela torcia para que fosse algo bom. Uma de suas amigas tinha acabado de herdar, a contragosto, 37 gatos. " Pág: 12. Henrietta Barrett, ou apenas Henry,

Talvez Agora - Resenha

  Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de "Talvez Agora”, que é continuação de "Talvez um dia” de Colleen Hoover lançado no ano passado pela Galera Record. Sou muito fã da autora e quando terminei “Talvez um dia”  fiquei sem saber o que fazer da vida porque eu não estava acreditando que a história terminava daquela maneira. Fiquei tão revoltada que comprei “Talvez Agora” no lançamento, mas levei meses para criar coragem e voltar para aquele universo. Vocês também são assim? HAHAHA. Espero sinceramente não ser a única!! HAHAHA. Ridge e Sydney, depois de tanto tempo, estão namorando. Sydney finalmente se sentiu segura para começar algo mais com Ridge. Ele por sua vez parece estar nas nuvens porque finalmente eles poderão viver um amor sem culpa e do jeito que sempre sonharam. Porém, isso não significa que tudo vai ocorrer nas mil maravilhas, afinal Ridge e Warren são as únicas pessoas no mundo que Maggie pode contar, e esse detalhe pode mudar tudo.  Maggie sabe que tem fibrose c