22 de março de 2019

O Dia Em Que Te Amei - Resenha

Oi Povo,
Quando vi a capa de “O dia em que te amei” fiquei simplesmente babando de tão linda, aí descobri que foi lançado pela The Gift Box Editora e tive a certeza de que entraria para a lista de desejados. No evento The Gift Day, adquirir meu exemplar e ainda tive oportunidade de conhecer a autora Paula Toyneti Benalia e, claro, pegar meu autógrafo. Antes de começar a falar sobre a história, preciso dar parabéns a Editora pela diagramação do livro, dá para perceber que tudo foi feito com muito carinho, deixando a leitura ainda mais prazerosa para o leitor.

Helena sempre foi rejeitada pela própria família, sendo tratada pela mãe como simplesmente inadequada para a sociedade de Londres, mas mesmo assim era obrigada a participar das temporadas. Ela ficava no canto do salão simplesmente jogada às moscas, para piorar a sua situação, a maioria de suas amigas já estavam casadas e com filhos, e seus olhares de pena deixavam Helena ainda mais para abaixo.

No primeiro baile de sua terceira temporada, todos estavam animadíssimos, isso porque o duque de  Misternham escolheria sua futura esposa. Helena achava toda essa comoção da sociedade ridícula, afinal, ele era um ser humano como qualquer um. Com sua habitual falta de sorte, ela acaba ficando cara a cara com o duque e, de maneira inadequada para uma dama da sua posição, enfia os pés pelas mãos. Sendo assim, acaba menosprezada pelo poderoso Duque.

“E sem mais nenhuma palavra ele se foi, me deixando com a sensação de ser a garota mais idiota da Inglaterra. Definitivamente, eu me sentia uma vespa, um inseto que foi esmagado por ele e por toda sua arrogância.” Pág: 12.

O que Helena não esperava, era que alguns dias depois o próprio Duque apareceria em sua casa, e pediria sua mão ao seu pai sem ao menos lhe dirigir a palavra. Ela fica extremamente revoltada com a situação, e diz que não aceita se casar com ele. Seu pai, sendo uma pessoa cruel, lhe diz que não existe outra opção a não ser aceitar, e, um dia antes do casório, ele lhe dá uma surra tão forte, que ela mal consegue ficar de pé para dizer sim ao padre.

“Ele não tinha machucado o meu rosto. O bom e digno Márquez, como todos diziam, sabia que precisava de um belo rosto para manter o casamento. Já o restante do meu corpo estava marcado.” Pág: 19.

Depois da surra, Helena criou um objetivo em sua vida, destruir o poderoso Duque que acabou com todos os seus sonhos, mas antes, ela precisava se recuperar. O que não imaginava era que ele além de chamar o médico, ainda daria tempo de recuperação, ela não esperava nenhum tipo de misericórdia dele.

Não posso contar mais que isso porque seria spoiler gravíssimo, mas preciso comentar algumas coisinhas: Helena é simplesmente a frente do seu tempo, não vá achando que encontrará uma mocinha delicada que não sabe o que quer. George se torna extremamente humano durante a leitura, e conseguimos entender perfeitamente seus motivos, mas preciso confessar que ainda sim quis bater nele em algumas horas!! Hahaha. Para finalizar, quero  convidar você, leitor, a se surpreender com este livro, da mesma maneira em que eu me surpreendi.

Avaliação:
Ficha Técnica
Título: O dia em que te amei
Série:  Deusas de Londres #02
Autora: Paula Toyneti Benalia
              Editora: The Gift Box
Páginas: 234

Um comentário:

  1. Adoramos essas mocinhas a frente de seu tempo, não é mesmo? Esse negócio de bela, recatada e do lar nos romances de época já era. Em breve teremos o segundo volume, sabia? #ficaadica

    ResponderExcluir

author
Se você: Cheira livros, se apaixona por personagens, sofre com eles como se fosse alguém da sua família, corre atrás de autógrafos, viaja para outro estado para participar da Bienal do Livro, adora um sebo, procura por eventos literários, entra na livraria para dar um livro de presente e sai com dois para você, então você está no lugar certo!