Pular para o conteúdo principal

O Ano Em Que Disse Sim - Resenha


COMO DANÇAR, FICAR AO SOL E SER SUA PRÓPRIA PESSOA


Olá galera,


Shonda Rhimes, a mulher mais poderosa de Hollywood é a autora deste livro. Ela é escritora, criadora das séries Grey´s Anatomy, Scandal, Private Practice, e Produtora Executiva de How to Get Away with Murder. Se você não ama uma ou todas essas séries, ao menos já ouviu falar, além de ser roteirista de alguns filmes de sucessos, vou parar porque descrever as conquistas dela é um texto sem fim rsrsrs

Shonda Rhimes é animada, falante, antigamente, era pura alegria e diversão, com seus amigos e familiares, com aqueles que a conhecem melhor do que ninguém. Já no mundo lá fora ela é, como já disse, A Mulher mais poderosa de Hollywood, e também super introvertida, se isola em eventos sociais e que paralisa, ou coisa pior, quando é o centro das atenções. Mas apesar da mídia, ela não precisa enfrentar essas situações, por que? Simples, ela é mãe solteira de três menininhas e com programas de TV de sucesso em andamento, ou seja, ela é muito ocupada e esta é a desculpa perfeita para recusar todos os convites. Até quem em um dia de Ação de Graças, Shonda está se gabando para a irmã dos inúmeros eventos, festas, conferências, talk shows para os quais é convidada, quando sua irmã joga uma granada em forma de palavras, aquelas que depois de ditas não podem mais ser ignoradas.


 “- Você nunca diz sim pra nada.”

                                          Pág.: 28.


Shonda absorve aquelas palavras, paralisa e ignora, deixando aquela granada no fundo de sua mente, até que algumas semanas depois ela comparece ao Prêmio Kennedy, no qual tem a honra de se sentar no camarote presidencial junto ao presidente (Barack Obama) e a primeira-dama. É então que a granada explode. Por que?!


“Eu teria dito “não”, cautelosamente. Respeitosamente. Graciosamente. Teria inventado uma desculpa criativa, expressado tanto honra quanto arrependimentos profundos. A desculpa teria sido boa, a desculpa teria sido brilhante.

Quer dizer, por favor.

Sou escritora.”

Pág.: 32


Ela teria dito não porque dizer sim teria sido assustador. Ao dizer sim ela teria que conversar com aquelas pessoas, tomar drinks, jogar conversa fora, se divertir, o que de fato ela acabou fazendo e adorando, mas se tivessem perguntado, ela teria dito não, e o choque dessa realidade é o ponta pé inicial que transformou toda a vida dela. Aquele foi apenas o começo de algo incrível.


Demorei MUITO para escrever essa resenha, primeiro porque comprei o livro por instinto, mas procrastinei a leitura (ah se eu soubesse o que me esperava), depois porque leitura te leva a inúmeros insights e momentos de “tapa na cara”, daqueles que você precisa parar, respirar e refletir sobre a sua vida e as escolhas que tem feito.  O Ano em que disse Sim é incrível, profundo, divertido e motivacional. Mergulhar na mente doida, divertida e brilhante de Shonda Rhimes foi uma experiência única.


Avaliação:
Ficha Técnica
Título: O Ano Em Que Disse Sim 
Autor(a): Shonda Rhimes
Editora: BestSeller
Páginas: 256

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Indomável - Resenha

Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de "Indomável", último livro da trilogia "Damas Rebeldes", da autora Julia Quinn, lançado pela Editora Arqueiro. Finalmente cheguei no livro de William Dunford! HAHHAA. Ele aparece nos livros anteriores " Esplêndida " e " Brilhante ", e deixa nós leitores apaixonados e doidos para conhecer ainda mais esse personagem libertino tão charmoso! HAHAHA. Ele fica completamente chocado quando descobre que herdou um título e uma propriedade na Cornualha. Dunford, viaja imediatamente para conhecer a propriedade que ele herdou, o que ele não imaginava é que encontraria uma mulher administrando a propriedade e que ela se tornaria sua responsabilidade junto a herança do título.  "Belle bateu palmas. Que fantástico! Dunford acabara de receber uma herança inesperada. Ela torcia para que fosse algo bom. Uma de suas amigas tinha acabado de herdar, a contragosto, 37 gatos. " Pág: 12. Henrietta Barrett, ou apenas Henry,

Long Shot - Resenha

  Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de “Long Shot” primeiro livro da série Hoops, da autora Kennedy Ryan, lançado pela Editora The Gift Box. Esse livro mexeu tanto comigo que demorei meses para me sentir segura em escrever essa resenha. A história de August e Iris, é muito surpreendente, mas isso não significa que ela é leve. Minha xará passa por cada situação que nenhum ser humano deveria passar, mas ainda bem que existem pessoas como August. Ele é simplesmente sensacional e ela é uma mulher extremamente forte. Deu para perceber que me encantei pelo casal, né? Rsrs. Iris e August se conhecem num barzinho de um hotel e a conversa dos dois acontece de maneira natural e encantadora, eles acabam conversando sobre assuntos que não assumem para quem conhecem a anos, mas parece que abrir o coração é algo natural entre eles. O problema é que tudo que é bom dura pouco e a noite acaba, e ambos tem que voltar para a vida normal. “Eu fico parado, absorvendo o som de seu nome, absorvendo o olhar