Pular para o conteúdo principal

Quando o Inverno Acaba - Resenha


Oi Povo, tudo bem? 

Hoje vamos falar de "Quando o Inverno Acaba", lançamento da Editora The Gift Box, escrito por Andy Collins. O ebook já está disponível na amazon, e a pré-venda no site da editora. Quando o livro foi anunciado, fiquei bastante curiosa para conhece o lado fofo da autora, pois eu realmente não acreditava que ela tinha!! Rsrs. Desculpe Andy, mas preciso confessar que passei a história toda esperando uma morte bem sangrenta! HAHAHA. Mas ele é bem fofinho, daqueles romances que arrancam suspiros! 


O livro começa em 2014, com Jess sabendo que foi aprovada no processo seletivo para ser médica no Afeganistão, por dois anos. Ajudar ao próximo é a missão dela, e ir trabalhar lá sempre foi um sonho de vida. Por mais louco que possa parecer, Jesse tem seus motivos para querer ir até esse lugar de guerra, mas só vamos entender no final do livro. 


"Owen não consegue esconder seu descontentamento com a minha decisão. E, mesmo assim, eu o vejo segurar isso para si. Ele melhor do que ninguém, sabe o que a carta que acabei de receber significa."


Owen e Jess namoram desde crianças e nunca passaram tanto tempo separados na vida. Ele está com o coração destruído, afinal, sua noiva está indo para uma zona de guerra, por mais que isso seja o sonho dela, não significa que será fácil. Eles prometem que assim que ela voltar finalmente irão marcar o casamento. Outro que está sofrendo muito com a partida dela é Alec, o melhor amigo do casal. Eles são um trio desde que se entendem como gente. 


Jess vai atrás do seu sonho e com isso o livro dá um pulo de dois anos, com ela voltando para casa. O problema é que em dois anos as pessoas mudam e nem tudo vai sair como o planejado para esse trio encantador. Juro que mais que isso não posso contar, porque o livro é bem curtinho e não quero estragar a leitura de vocês soltando um spoiler.  


Avaliação:
Ficha Técnica
 Título: Quando o Inverno Acava
Autor: Andy Collins
Editora: The Gift Box

Comentários

  1. Olá,
    Considerando que adoro um romance fofinho e também adoro uma morte sangrenta, depois de ler o primeiro parágrafo da sua resenha, percebi que preciso conhecer a escrita da autora com urgência.

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Eleanor & Grey - Resenha

Oi Povo, tudo bem? Todo mundo que acompanha o blog sabe que sou mega fã de Brittainy C. Cherry, então quando vi que a caixa do “clube da Carina Rissi” vinha com o livro “Eleanor & Grey" e os marcadores de todos os livros da autora lançado aqui no Brasil, fiquei LOUCA. Graças ao bons Deuses dos livros, a Editora disponibiliza a caixa de maneira avulsa e consegui comprar essa lindeza! Rsrs. Sabe aquele tipo de livro que quando você termina, seus pensamentos são: “Obrigada Deus por eu amar ler! Obrigada por livros assim! Que lição de vida! Que autora maravilhosa!!". Quando terminei mandei uma foto da minha cara inchada de tanto chorar para Helyssa (voocomlivro) e Anastacia (notasliterarias_), falando que não estava sabendo lidar com tantos sentimentos. Eleanor, é uma adolescente que ama ler, não é muito social e ainda usa aparelho nos dentes, essa junção é o bastante para chamarem ela de esquisita ou sorriso metálico. Ela nem liga muito para esses comentários, Eleano

Long Shot - Resenha

  Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de “Long Shot” primeiro livro da série Hoops, da autora Kennedy Ryan, lançado pela Editora The Gift Box. Esse livro mexeu tanto comigo que demorei meses para me sentir segura em escrever essa resenha. A história de August e Iris, é muito surpreendente, mas isso não significa que ela é leve. Minha xará passa por cada situação que nenhum ser humano deveria passar, mas ainda bem que existem pessoas como August. Ele é simplesmente sensacional e ela é uma mulher extremamente forte. Deu para perceber que me encantei pelo casal, né? Rsrs. Iris e August se conhecem num barzinho de um hotel e a conversa dos dois acontece de maneira natural e encantadora, eles acabam conversando sobre assuntos que não assumem para quem conhecem a anos, mas parece que abrir o coração é algo natural entre eles. O problema é que tudo que é bom dura pouco e a noite acaba, e ambos tem que voltar para a vida normal. “Eu fico parado, absorvendo o som de seu nome, absorvendo o olhar