Pular para o conteúdo principal

Montanha da Lua - Resenha

Olá galera, tudo bom com vocês?

Hoje venho trazendo mais uma resenha, dessa vez uma autora parceira de quem já ouvi maravilhas e estava ansiosa por conhecer.
Pela capa e nome do livro, você pode até acreditar que esta será uma releitura de Chapeuzinho Vermelho, mas você não poderia estar mais enganado.

Montanha da Lua é o primeiro livro que leio da autora nacional Mari Scotti. Os capítulos são alternados entre os dois protagonistas, Mical Nashgan e Octávio Hallinson, entretanto há dois capítulos narrados por outros personagens. Apesar de gostar de conhecer a visão dos dois, e isso foi realmente importante em alguns momentos, em outros, esse recurso deixou a leitura cansativa.

Mical é uma mulher de 34 anos que enfrentou a sociedade para permanecer solteira ao invés de se entregar à um casamento sem amor, tudo isso apesar do seu grande desejo de ser mãe. Ela perdeu os pais aos 14 anos e foi morar com seus tios, onde tem uma relação conturbada com a tia, irmã de seu falecido pai. 

A história começa quando Mical está voltando de uma visita a sua amiga Anne amei Mari, e pressentindo o perigo ao escutar passos em sua direção, ela começa a correr pela floresta e acaba se acidentando em sua parca tentativa de fuga, acordando desorientada na cabana de um desconhecido.

Ele parecia extremamente zangado e, ao mesmo tempo, relutante. Uma incógnita, certamente.
― Espero que aprecie sopa, é o que tenho a oferecer ― soou rude.

É aí que conhecemos Octávio, mas inicialmente aos olhos de Mical, que apesar de ser uma mulher inteligente, forte e decidida, é também muito lesada, e pensa que ele é um sequestrador, por isso causa alguns problemas antes de perceber que na verdade ele salvou sua vida. No entanto ele esconde/foge de seu passado, a maldição dos Hallinsons.

Octávio é um homem destruído, consumido pela culpa. Os Hallisons sofrem, desde que conseguem se lembrar, com a perda de suas jovens esposas, que pouco tempo após o casamento enlouquecem e morrem. Eles acreditam que o fato de amá-las ativa a maldição, em outras palavras, Octávio acredita que seu amor foi a causa da morte prematura da esposa, então quando depois de 10 anos ele começa a ter sentimentos por aquela encrenqueira ruiva, ele se desespera.

O amor que nasce entre os dois é muito bonito, ela é uma mulher forte, decidida e ao mesmo tempo sensível, que passa por maus momentos por causa do Octávio, entendo sua tortura e reconheço que deve ser incrivelmente doloroso ser o responsável pela morte de alguém que você ama, mas admito que quis socar a cara dele mais vezes do que senti pena.

O livro termina sem pontas soltas, o que eu adoro, e por isso fiquei intrigada por ter o segundo, e espero lê-lo em breve.

Personagens que gostei muito: a amiga/criada dela e o amigo/administrador dele.
Momento soluços: capítulo da tia e do tio.


Avaliação:
                                                                                                     Ficha Técnica:
Título: Montanha da Lua: A Maldição dos Hallinson's
Série: Família Hallinson #1
Autor: Mari Scotti
Editora: Amazon
Formato: E-book 


Comentários

  1. Concordo com seu momento soluços! Eu sofri escrevendo esse capítulo e muita gente me pede pra tirar ele e contar quando a tia revela lá no epílogo (pelo olhar da Mical). Acho que iríamos chorar mais haha.
    Obrigada pela resenha, flor! Adorei sua sinceridade.
    A noiva devota é com outros personagens, espero que vc goste.
    Beijocas, Mari

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito da resenha ,o livro tem uma capa linda que ja chama a atenção!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Indomável - Resenha

Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de "Indomável", último livro da trilogia "Damas Rebeldes", da autora Julia Quinn, lançado pela Editora Arqueiro. Finalmente cheguei no livro de William Dunford! HAHHAA. Ele aparece nos livros anteriores " Esplêndida " e " Brilhante ", e deixa nós leitores apaixonados e doidos para conhecer ainda mais esse personagem libertino tão charmoso! HAHAHA. Ele fica completamente chocado quando descobre que herdou um título e uma propriedade na Cornualha. Dunford, viaja imediatamente para conhecer a propriedade que ele herdou, o que ele não imaginava é que encontraria uma mulher administrando a propriedade e que ela se tornaria sua responsabilidade junto a herança do título.  "Belle bateu palmas. Que fantástico! Dunford acabara de receber uma herança inesperada. Ela torcia para que fosse algo bom. Uma de suas amigas tinha acabado de herdar, a contragosto, 37 gatos. " Pág: 12. Henrietta Barrett, ou apenas Henry,

Talvez Agora - Resenha

  Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de "Talvez Agora”, que é continuação de "Talvez um dia” de Colleen Hoover lançado no ano passado pela Galera Record. Sou muito fã da autora e quando terminei “Talvez um dia”  fiquei sem saber o que fazer da vida porque eu não estava acreditando que a história terminava daquela maneira. Fiquei tão revoltada que comprei “Talvez Agora” no lançamento, mas levei meses para criar coragem e voltar para aquele universo. Vocês também são assim? HAHAHA. Espero sinceramente não ser a única!! HAHAHA. Ridge e Sydney, depois de tanto tempo, estão namorando. Sydney finalmente se sentiu segura para começar algo mais com Ridge. Ele por sua vez parece estar nas nuvens porque finalmente eles poderão viver um amor sem culpa e do jeito que sempre sonharam. Porém, isso não significa que tudo vai ocorrer nas mil maravilhas, afinal Ridge e Warren são as únicas pessoas no mundo que Maggie pode contar, e esse detalhe pode mudar tudo.  Maggie sabe que tem fibrose c