8 de fevereiro de 2017

Heidi, a menina dos Alpes (Volume1) - Resenha

Volume 1 - Tempo de Viajar e Aprender

Olá galera! Como vocês estão?

Hoje eu trago para vocês a resenha de Heidi - a menina dos Alpes de Johanna Spyri, esse é o volume 1, Tempo de viajar e aprender. Ganhei o livro da Autêntica Editora, no Evento da Aliança de Blogueiros Literários, saiba mais sobre o evento aqui.

Não conhecia o livro e não fazia ideia do que esperar, minha primeira surpresa foi saber que ele foi escrito em 1880, e por isso é claro mostra um grande contraste, não somente entre os séculos XIX e XXI, mas também entre a liberdade que se tem na vida ao ar livre e na cidade. Devo destacar que gostei bastante das ilustrações da Jessie W. Smith e também da tradução da Karina Jannini, afinal alemão não é uma língua nada fácil.

Heidi é uma menina surpreendente, de apenas 5 anos, que foi criada pela tia Dete, mas a tia conseguiu um novo emprego em Frankfurt e não poderá levá-la consigo, então decide deixá-la aos cuidados do avô, conhecido como "Tio dos Alpes". O avô é temido e desdenhado por todos na Aldeia, e há anos mora lá em cima nos Alpes, daí que vem o apelido.

- Onde está a menina? Onde você a deixou, Dete?E ela sempre respondia, de má vontade:- Lá em cima, com o Tio dos Alpes! Com o Tio dos Alpes, não ouviram?Ficou muito aborrecida, pois as mulheres gritavam de todos os lados:- Como pôde fazer uma coisa dessas?- Coitadinha!- Uma criança indefesa, largada lá em cima!E depois, várias vezes:- Coitadinha!
Pág.: 21 e 22 
Heidi vive com o avô por alguns anos,  ama a natureza e faz amizade com o Pedro das cabras e sua família, isso, até a tia voltar e buscá-la. Não concordei com uma atitude do avô, mas a tia me irrita em cada aparição. Afinal, depois de "cuidar" da menina por quatro anos, eu esperava um pouco mais de carinho por parte dela. É claro que minha opinião pode mudar, pois gostei tanto da Heidi que comecei essa resenha antes mesmo de terminar o livro - terminando a leitura e odiando a tia ainda mais 😒

A tia leva a menina para Frankfurt, para fazer companhia a Clara, uma jovem solitária, que não pode andar e tem saúde frágil. Lá Heidi passa por momentos felizes, graças a uma avó muito legal, e também muito tristes, garças a Senhorita Rottemeier, a governanta super chata. Como o livro é curto não posso entrar em muitos detalhes sem estragar as surpresas.

Heidi é uma menina incrível, é uma menina feliz, simples assim, ela encontra alegria nas pequenas coisas, e tem o coração no lugar certo, como o avô diria. A escrita de Johanna é maravilhosa, a personagem única, e me apaixonei por ela logo nas primeiras páginas e espero que o mesmo aconteça com vocês leitores.


Palavras chaves para sorrisos: montanha queimando, avó, gatinhos, pãezinhos e leitura.


Avaliação:

Ficha Técnica
Série:  Heidi, a menina dos Alpes #01
Título: Tempo de Viajar e Aprender
Autor(a): Johanna Spyri
Editora: Autêntica
Páginas: 159

2 comentários:

  1. Nossa, foi escrito em 1880? :OOO Faz tempo pra caramba, então!
    Heidi parece uma menina fantástica mesmo... Mas acho que, assim como você, a tia chata poderia me irritar um pouco, rs.

    Thati Machado;
    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir
  2. Ah eu adoro histórias assim, e como é antiga heim!!!
    O grupo Autêntica está com algumas publicações excelentes e esse com certeza já está na minha listinha, de futuras leituras.
    Bjs

    ResponderExcluir

author
Se você: Cheira livros, se apaixona por personagens, sofre com eles como se fosse alguém da sua família, corre atrás de autógrafos, viaja para outro estado para participar da Bienal do Livro, adora um sebo, procura por eventos literários, entra na livraria para dar um livro de presente e sai com dois para você, então você está no lugar certo!