Heidi, a menina dos Alpes (Volume1) - Resenha

2 Comentários A+ a-

Volume 1 - Tempo de Viajar e Aprender

Olá galera! Como vocês estão?

Hoje eu trago para vocês a resenha de Heidi - a menina dos Alpes de Johanna Spyri, esse é o volume 1, Tempo de viajar e aprender. Ganhei o livro da Autêntica Editora, no Evento da Aliança de Blogueiros Literários, saiba mais sobre o evento aqui.

Não conhecia o livro e não fazia ideia do que esperar, minha primeira surpresa foi saber que ele foi escrito em 1880, e por isso é claro mostra um grande contraste, não somente entre os séculos XIX e XXI, mas também entre a liberdade que se tem na vida ao ar livre e na cidade. Devo destacar que gostei bastante das ilustrações da Jessie W. Smith e também da tradução da Karina Jannini, afinal alemão não é uma língua nada fácil.

Heidi é uma menina surpreendente, de apenas 5 anos, que foi criada pela tia Dete, mas a tia conseguiu um novo emprego em Frankfurt e não poderá levá-la consigo, então decide deixá-la aos cuidados do avô, conhecido como "Tio dos Alpes". O avô é temido e desdenhado por todos na Aldeia, e há anos mora lá em cima nos Alpes, daí que vem o apelido.

- Onde está a menina? Onde você a deixou, Dete?E ela sempre respondia, de má vontade:- Lá em cima, com o Tio dos Alpes! Com o Tio dos Alpes, não ouviram?Ficou muito aborrecida, pois as mulheres gritavam de todos os lados:- Como pôde fazer uma coisa dessas?- Coitadinha!- Uma criança indefesa, largada lá em cima!E depois, várias vezes:- Coitadinha!
Pág.: 21 e 22 
Heidi vive com o avô por alguns anos,  ama a natureza e faz amizade com o Pedro das cabras e sua família, isso, até a tia voltar e buscá-la. Não concordei com uma atitude do avô, mas a tia me irrita em cada aparição. Afinal, depois de "cuidar" da menina por quatro anos, eu esperava um pouco mais de carinho por parte dela. É claro que minha opinião pode mudar, pois gostei tanto da Heidi que comecei essa resenha antes mesmo de terminar o livro - terminando a leitura e odiando a tia ainda mais 😒

A tia leva a menina para Frankfurt, para fazer companhia a Clara, uma jovem solitária, que não pode andar e tem saúde frágil. Lá Heidi passa por momentos felizes, graças a uma avó muito legal, e também muito tristes, garças a Senhorita Rottemeier, a governanta super chata. Como o livro é curto não posso entrar em muitos detalhes sem estragar as surpresas.

Heidi é uma menina incrível, é uma menina feliz, simples assim, ela encontra alegria nas pequenas coisas, e tem o coração no lugar certo, como o avô diria. A escrita de Johanna é maravilhosa, a personagem única, e me apaixonei por ela logo nas primeiras páginas e espero que o mesmo aconteça com vocês leitores.


Palavras chaves para sorrisos: montanha queimando, avó, gatinhos, pãezinhos e leitura.


Avaliação:

Ficha Técnica
Série:  Heidi, a menina dos Alpes #01
Título: Tempo de Viajar e Aprender
Autor(a): Johanna Spyri
Editora: Autêntica
Páginas: 159

Sou professora de Matemática e Informática. Especialista em Informática Educativa, não gosto de monotonia e por isso, desde criança sou apaixonada por livros que me levam para um mundo novo a cada leitura. Casada, feliz e apaixonada por livros.

2 comentários

comentários
9 de fevereiro de 2017 07:43 delete

Nossa, foi escrito em 1880? :OOO Faz tempo pra caramba, então!
Heidi parece uma menina fantástica mesmo... Mas acho que, assim como você, a tia chata poderia me irritar um pouco, rs.

Thati Machado;
http://nemteconto.org

Responder
avatar
Anastacia
Autor
10 de fevereiro de 2017 15:14 delete

Ah eu adoro histórias assim, e como é antiga heim!!!
O grupo Autêntica está com algumas publicações excelentes e esse com certeza já está na minha listinha, de futuras leituras.
Bjs

Responder
avatar