15 de março de 2017

A Garota Italiana - Resenha

Oi Povo, tudo bem?
Hoje vamos falar de um livro que mexeu muito comigo, a “A Garota Italiana” da diva Lucinda Riley. Antes de começar a falar do livro a autora explica que esse livro é uma história que ela tinha lançado em 1996 quando usava o pseudônimo “Lucinda Edmonds”, que apenas atualizou a história e editou algumas partes para relança-lo. Posso dizer que me emocionei da mesma maneira que me emocionei com os outros livros que já li dela.

No começo do livro encontramos a carta de uma mãe para seu filho e é através da descrição dessa carta conhecemos a história de Rosanna Antonia Medici. Ela foi criada em Nápoles, no bairro de Piedigrotta, seus pais têm uma pequena cantina chamada Café Marco, onde ela trabalhava com seus irmãos mais velhos, Luca e Carlotta. Por ser a filha mais nova, quase nunca ninguém reparava nela, todos tinham somente olhos para linda Carlotta.

Um dia na festa de trinta anos de casados dos melhores amigos de seus pais, Maria e Massimo,  tudo muda radicalmente na vida de Rosanna, ela com apenas 11 anos se apaixona pelo filho deles o cantor Roberto Rossini. É claro que sendo muito mais velho que ela, nem repara na existência da pobre menina. Roberto só tem olhos para Carllota, afinal ela é belíssima e está na flor da idade. Até a hora que seus pais pedem para pequena Rosanna cantar ave maria, ao cantar ela o deixa emocionado, ele não cansa de tecer elogios a voz da menina, diz que ela precisa ter aula de canto e que tem um grande talento, ele indica um professor para ajudá-la. Nessa mesma noite ao deitar Rosanna escreve em seu diário que um dia se casará com Roberto.

“Alguns minutos depois, sem conseguir dormir, sentou-se. Tornou a abrir o diário, pegou o lápis e escreveu outra frase.
Um dia eu vou me casar com Roberto Rossini.” Pág: 23

Os pais de Rosanna, infelizmente não levam fé no talento da menina e acham um desperdício de tempo e dinheiro investir nela. Mas, seu irmão Luca insiste que ela não deve desistir de seu sonho e a leva até o professor indicado por Roberto. Signor Vincenzi, se encanta com a voz da menina e resolve lhe dar aulas, mesmo cobrando metade do que cobra normalmente para os outros alunos. Ela faz aula de canto por 5 anos escondida de seus pais, até Vincenzi diz que não tem mais o que ensiná-la e que precisa ir para Milão para estudar na escola de música. Seu professor diz que fará um recital onde ela possa conseguir uma bolsa na escola, mas que ela precisará da aprovação de seu pai. Ele fica chocado ao descobrir que a filha fez aula por tanto tempo, mas fica tão apaixonado por ver sua filha cantar tão lindamente que permite que ela aceitei a bolsa e vá estudar em Milão, sua única condição é que seu irmão Luca vá junto.

“Guardei seu dinheiro desde o primeiro dia em que Rosanna me pagou. Queria dar aulas a ela de graça, mas entendo o que é orgulho. Também pensei que o dinheiro pudesse ser útil no futuro. Tenho certeza de que vocês saberão usá-lo. Com meus melhores votos, Luigi Vincenzi.” Pág: 64
Depois disso o livro tem uma virada e acompanhamos a luta de Rosanna para ser uma grande cantora, conhecemos melhor seu irmão Luca, Abi que logo vira sua melhor amiga e temos mais detalhes da vida de Roberto. Confesso que não posso contar muita coisa porque tudo seria spoiler, pois o livro é cheio de reviravolta e tramas, mas Lucinda não deixa nenhum ponta solta.

O que mais me emocionou nesse livro foi a forma que a autora conseguiu descrever os sentimentos humanos. Neste livro aprendemos como o amor pode nos proporcionar os momentos mais alegres de nossas vidas, mas se ele for egoísta pode nos destruir. Também nos mostra que existem vários tipos de amor: de irmão, de amigo e de pais. Que as pessoas podem ser egoístas a ponto de destruir a vida da pessoa que ela ama sem nem mesmo perceber. Que não temos controle nenhum sobre o destino e que quase nunca as coisas saem como planejado. Aprendi que as boas ações podem ser recompensadas de maneira que menos se espera.

Sério, esse livro me ensinou tanto nessas 463 páginas que até agora não sei se consegui explicar a forma de como ele conseguiu me sacudir.  Meu personagem favorito foi o Luca por seu caráter, mas também me apaixonei por Abi e Rosanna. Até o próprio Roberto que odiei o livro inteiro, me ensinou que às vezes a pessoa pode ser egoísta com si própria sem nem ao mesmo perceber. Para fechar com chave de ouro preciso dizer que mega indico o livro, mas devo informar que a ressaca literária é certa.

Avaliação:

Ficha Técnica
Título: A Garota Italiana
Autor: Lucinda Riley
Editora: Arqueiro
Páginas: 463

Conteúdo Especial:

22 comentários:

  1. Oi, tudo joia?
    Sou apaixonada pelos livros da Lucinda. Esse eu ainda não tive oportunidade de conhecer melhor, mas me parece ótimo *-*

    Beijos ♥
    intoxicadosporlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    Não conhecia a autora e vejo que o livro trata de romance de época. Infelizmente o gênero não é do meu agrado, mas fico feliz em saber que você tenha gostado. Por outro lado, eu achei muito legal em saber que a autora tratou fielmente sobre os sentimentos dos personagens, e isso é uma coisa que deve ser levado à sério em uma história! ♥

    → desencaixados.com

    ResponderExcluir
  3. Nossa, parece ser um livro muito bom pela forma que você o descreve. Eu também sinto uma certa dificuldade de fazer uma resenha quando gosto muito do livro, de certa forma eu quero transmitir na resenha o quão bom o livro é.

    memoriasdeumaleitora.com.br

    ResponderExcluir
  4. Caramba que livro lindo, é maravilhoso quando os livros nos ensinam milhares de coisas né? E eu fiquei apaixonada por tua resenha e louca pra ler esse livro! Parece ser muito bom! Parabéns!

    MEMÓRIAS DE UMA LEITORA

    ResponderExcluir
  5. Oi Iris! Nunca li nada da Lucinda, mas A garota italiana parece bem interessante.
    Gostei de a protagonista ser uma cantora, que vai se refinando desde a infância, para então lutar por um lugar ao sol.
    E bom, me encantou seus elogios a escrita dá autora.
    Bj

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Realmente parece ser um livro ótimo e ainda mostra a Itália que eu amo, também fiquei curiosa a música, adoro essa música mais clássica, será que tem citações para procurar?
    Já anotei a dica.

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?

    Lucinda como sempre arrasa em seus livros. Tenho esse livro e seria o último que leria dela, mas depois de ler sua resenha, com certeza vou furar a fila.

    ResponderExcluir
  8. Olá!!
    Adorei sua resenha, ainda não li nada da autora, mas comprei a Casa das orquídeas, espero ficar tão empolgada quanto você e ao ler esse, e com certeza colocarei este livro na minha lista de leituras.

    ResponderExcluir
  9. Olá linda,

    Nunca li nenhum livro da autora, mesmo tendo uns dois aqui em casa.
    Sempre deixo para depois, porque são muito grossos e as sinopses não me atraem tanto, mas esse parece ser bem gostoso de se ler e cheio de lições de vida que me deixam empolgada.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?
    Eu amo essa capa, me lembra muito uma cena de "Quatro amigas e um jeans viajante", enfim, adorei a sua resenha, eu tinha outra ideia do livro na minha cabeça, mas vi que é muito diferente do que eu havia deduzido.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  11. Oiii Iris, tudo bem?
    Esse realmente parece ser aqueles livros lindos de nos fazer emocionar, estou aqui de olho desde que houve o lançamento pela editora e super anoto a dica depois da sua resenha.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Oi, Iris
    Eu amo a escrita da Lucinda. Ela tem esse jeito mesmo dela, né, de escrever muito bem sobre os sentimentos humanos. Nem vemos a hora passar quando lemos algo dela. Gostei de saber que adorou esse livro. Quero muito ler ele ainda. Ótima resenha.

    Blog Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  13. Assim como você, eu também recomendo este livro. "A Garota Italiana" foi a forma como conheci a Lucinda. Depois ela me deixou completamente apaixonada pela escrita e a criação dela com os três livros da série das Sete Irmãs. Adorei! Abraços!

    ResponderExcluir
  14. Olá, apesar de já ter ouvido falar muito dessa autora, ainda não li nada dela, mas que bom que vc gostou do livro, dica anotada para ler em breve!

    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Olá!

    Sou louca pra ler algo da Lucinda. A encontrei na Bienal de SP e ela foi um amor, maravilhosa, assim como seus livros!!!

    ResponderExcluir
  16. Oiii!

    Eu não li nada da autora ainda, mas morro de vontade de ler . Gostei bastante de saber desses sentimentos mais profundos na obra.
    Fiquei curiosa!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  17. Heiii, tudo bem?
    Sempre quis ler algo da Lucinda Riley, esse livro é bom por ser livro unico, vou tentar ler pra conhecer a escrita da autora.
    Nossa, bom saber que o livro te tocou mto, fiquei animada a saber mais sobre a historia.
    Amei a capa, achei tao linda e gostei do modo que apresentou sobre o livro.
    Parabéns.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  18. Oi Iris, sua linda, tudo bem?
    Eu sei exatamente o que está sentindo, porque já li o livro e nossa, que mulher é essa? Eu adorei esse livro, ele é muito intenso, e consegui visualizá-lo no cinema. Virei fã da autora e estou louca para ler mais livros dela. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Olá! Não conhecia essa obra, fiquei instigado em ler, pois sua resenha ficou fantástica! Apesar que não é o meu gênero literário favorito, mas pela sua animação, vou anotar essa dica e ler essa obra o mais rápido possível.

    ResponderExcluir
  20. Olá,

    Eu enrolei para ler A casa das orquídeas da autora, mas quando li me encantei por sua escrita, seu modo de criar histórias e como conduz o drama. Estou querendo ler tudo dela, só não sei qual livro ler agora, eu gostei da premissa desse livro, acho que será uma excelente leitura. Dica anotada!

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Olá.

    Não conhecia esse livro, mas gostei bastante da premissa da obra. Pelo visto você se encantou com o livro, sua resenha está transmitindo isso. Pela capa eu não leria o livro, mas o conteúdo parece ser de tirar o fôlego. Ameeeei!

    Beijos,
    Respire Literatura

    ResponderExcluir
  22. O livro não me deixou com ressaca não, rs, talvez porque nem de longe eu tenha gostado dele como você gostou. Tinha muita expectativa pra ler algo da Lucinda, mas essa foi minha primeira experiência com a autora e terminei a leitura um pouco decepcionada. Sim, tive raiva do Roberto, mas mais ainda da família da protagonista, mas não posso falar sobre isso para não dar spoilers para os seus leitores. Que bom que pra você funcionou melhor.

    ResponderExcluir

author
Se você: Cheira livros, se apaixona por personagens, sofre com eles como se fosse alguém da sua família, corre atrás de autógrafos, viaja para outro estado para participar da Bienal do Livro, adora um sebo, procura por eventos literários, entra na livraria para dar um livro de presente e sai com dois para você, então você está no lugar certo!