Pular para o conteúdo principal

Mar de Histórias volume 4: Do Romantismo ao Realismo - Resenha

 

Oi pessoal! Tudo bom?

Como vocês sabem as Fadas Literárias fazem parte do grupo Aliança de Blogueiros RJ, e com essa parceria surgiu a oportunidade de eu conhecer o livro Mar de Histórias volume 4: Do romantismo  ao realismo cedido pela editora Nova fronteira dos tradutores Aurélio Buarque de Holanda Ferreira  e Paulo Ronai. 
Assim, para aqueles amantes da literatura eu posso dizer destacar a sua escrita diversificada que introduz o leitor em um verdadeiro mar de histórias  assim como diz o título da série, fazendo-o mergulhar imediatamente na época característica em destaque. Nesse caso do volume 4  a temática destacada vai desde o romantismo e toda a sua essência  até o triste e cruel realismo. Apesar de longo,  misturar vários contos dentro  de um mesmo volume, cada qual destacando um único período eu gostei de boa parte da leitura por sua fluidez e por possuir ricos detalhes retratados.

Logo a Nova Fronteira  aderiu a uma campanha única, no qual  apresenta para os leitores uma obra completa da coleção Mar de Histórias, antologia do conto mundial e composta de 10 volumes independentes que podem ser dente.Cada volume é tão independente um do outro que podem ser lidos separadamente sem afetar a sua cronologia. Em seu total essa série contém nada menos que 239 contos escolhidos entre os melhores de 192 autores pertencentes a 41 literaturas totalmente diferentes. De maneira que todas elas foram empreendidas há mais de quarenta anos por Aurélio Buarque de Holanda Ferreira e Paulo Rónai.

Todo o material está disposto por ordem cronológica em relação a publicação dos contos. Onde cada um deles é precedido de uma introdução que o situa na obra de seu autor e na respectiva literatura. Essas notas abundantes são de extrema importância para ambientar o leitor naquele  universo e também assim facilitar  a compreensão dos textos.

Esta viagem pelo oceano imenso das histórias mostra a transição entre o romantismo e o realismo. Ela abre um leque das variantes românticas mais diversas, onde em uma das tramas de " Mimi Pinson ", eterniza Musset  de forma  graciosa de uma figura parisiense.

Outro exemplo é da "Morte heroica", de Baudelaire, que é descrita como uma espécie de um poema em prosa. A ficção histórica relatada na " Última corrida de touros em Salvaterra" e ainda o realismo destacado em " Gitje " juntamente com um erotismo  totalmente escandaloso para a época descrita.

Afinal, esse mix diferenciado e com um que moderno demostra e celebra um verdadeiro oceano de narrativas, muitas delas célebres e inovadoras para as datas de suas publicações,  já outras traduzidas pela primeira vez para a língua portuguesa,  trazem para o cenário nacional um raro momento de apreciação.

Dou-lhes uma dica, leiam com a mente aberta e se preparem para imergir em variados períodos da literatura. Boa Leitura !

Avaliação:                                                                                                                   Ficha Técnica:

                 Título no Brasil: Mar de Historias volume 4
Do Romantismo ao Realismo
                                                             Tradutores : Aurélio Buarque de Holanda e Paulo Ronai 
Coleção: Mar de Historias
Número de páginas: 368
Editora: Nova Fronteira
Gênero: Romance
 Formato: Físico
                                                                                                                                                Edição:
                                                                                                                                                Ano: 2013

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Indomável - Resenha

Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de "Indomável", último livro da trilogia "Damas Rebeldes", da autora Julia Quinn, lançado pela Editora Arqueiro. Finalmente cheguei no livro de William Dunford! HAHHAA. Ele aparece nos livros anteriores " Esplêndida " e " Brilhante ", e deixa nós leitores apaixonados e doidos para conhecer ainda mais esse personagem libertino tão charmoso! HAHAHA. Ele fica completamente chocado quando descobre que herdou um título e uma propriedade na Cornualha. Dunford, viaja imediatamente para conhecer a propriedade que ele herdou, o que ele não imaginava é que encontraria uma mulher administrando a propriedade e que ela se tornaria sua responsabilidade junto a herança do título.  "Belle bateu palmas. Que fantástico! Dunford acabara de receber uma herança inesperada. Ela torcia para que fosse algo bom. Uma de suas amigas tinha acabado de herdar, a contragosto, 37 gatos. " Pág: 12. Henrietta Barrett, ou apenas Henry,

Talvez Agora - Resenha

  Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de "Talvez Agora”, que é continuação de "Talvez um dia” de Colleen Hoover lançado no ano passado pela Galera Record. Sou muito fã da autora e quando terminei “Talvez um dia”  fiquei sem saber o que fazer da vida porque eu não estava acreditando que a história terminava daquela maneira. Fiquei tão revoltada que comprei “Talvez Agora” no lançamento, mas levei meses para criar coragem e voltar para aquele universo. Vocês também são assim? HAHAHA. Espero sinceramente não ser a única!! HAHAHA. Ridge e Sydney, depois de tanto tempo, estão namorando. Sydney finalmente se sentiu segura para começar algo mais com Ridge. Ele por sua vez parece estar nas nuvens porque finalmente eles poderão viver um amor sem culpa e do jeito que sempre sonharam. Porém, isso não significa que tudo vai ocorrer nas mil maravilhas, afinal Ridge e Warren são as únicas pessoas no mundo que Maggie pode contar, e esse detalhe pode mudar tudo.  Maggie sabe que tem fibrose c