Pular para o conteúdo principal

Temporada dos Ossos - Resenha

Oi gente, gosto de leituras diversificadas, dentre elas os sobrenaturais e distopias sempre tiveram um espaço, porém já tem um bom tempo que não lia um desses e o principal motivo é que geralmente são séries longas e gosto de começar a leitura apenas quando tenho todos ou quase todos. Porém, ganhei o livro Temporada dos Ossos pela Aliança de Blogueiros RJ. Ele entra na categoria de longas séries, serão 7 livros. Senti um leve desespero quando li isso. 

Comecei o livro sem grandes expectativas, e achei meio o confuso o início, com muitos detalhes e nomes diferentes. Até conseguir me envolver com a história, tive um pouco de dificuldade, mas vamos lá. O livro se passa em Londres no ano de 2059, a capital é Scion, uma das cidades modelos mais seguras do mundo, embora nela tenha uma vigilância forte contra as pessoas com poderes mentais, lá os Clarividentes formaram vários grupos poderosos no submundo, cada um comandado por um Mime-lord.

     "Agora eu era uma assassina. E o pior, eu tinha deixado uma prova: um sobrevivente."

Temos como protagonista Paige Mahoney, uma clarividente que tenta sobreviver no submundo com seus poderes, é uma hacker de mentes, e com mais seis clarividentes, faz parte do grupo "Sete Selos", comandado por Jax, o Mime-Lord, da I-4. Ela é uma das mais poderosas clarividentes e uma Andarilha Onírica, que tem a habilidade de saber a localização das pessoas, roubar informações da mente, isso sem mencionar que pode matar pessoas com sua aura, mas após matar dois sub-guardas sua vida muda totalmente. 

Após “tornar-se uma assassina” seu destino não será a prisão, mas a faculdade de Oxford. Local que habita uma outra raça, os Rephaim. Eles têm um acordo com o governo para controlar uma raça de parasitas chamadas Him, com a negociação eles têm direito a usar os clarividentes. O porquê deles serem importantes para eles, só lendo para descobrir.

— Se tiver alguma pergunta — disse ele —, pode fazer.
— Aonde estamos indo?
— Para o seu primeiro teste. Mais alguma coisa?
— O que mordeu você?
Ele olhou para a frente. Depois disse:
— Retiro o seu direito de falar.”

Se eu falar muito mais que isso, vou acabar soltando spoliers e fazer parecer que o livro é muito confuso, só que não é. Apesar da dificuldade do início, é o normal quando somos apresentados a um novo universo, pois acabamos mergulhando nele e nos encantando pela história que Samantha Shannon criou para nós. 

Gostei da mocinha, que parecia ser quieta e na dela, mas não abaixou a cabeça para os Rephaim e falava o que tinha vontade, além de saber agir com inteligência. Ficou claro também que ela tem muito ainda para amadurecer e nos mostrar. Queria muito falar dos personagens secundários, mas ao mencioná-los precisaria adentrar no rumo que a história leva, e a surpresa seria perdida e não terminaria essa resenha tão cedo.

A diagramação está perfeita, amei o azul da capa e ela deu o tom de mistério que senti ao iniciar a leitura. A escrita da autora é bem fluida, e antes iniciar tem uma explicação sobre os tipos de clarividentes que tem na história e confesso que consultei bastantes. Para vocês terem uma ideia, os Clarividentes são classificados em 7 categorias: Adivinhos, Médiuns, Sensitivos, Algures, Guardiões, Fúrias e Saltadores. E essa também é minha reclamação sobre o livro, achei que a autora colocou muitos dons na história.


Resumindo, gostei da história e pretendo ler os próximos… Pro melhor ou pro pior, a autora não terminou com um grande gancho para o próximo livro, o que facilita ainda mais a indicação para as pessoas conhecerem esse universo fantástico criado pela autora. Tem a dose certa de ação, mistério e romance. Não acho que irão se arrepender. 


Avaliação:
Ficha Técnica
Título: Temporada dos Ossos
Autor: Samantha Shannon
Páginas: 448
Editora:Rocco

Comentários

  1. Olá, tudo bem? Gostei bastante da resenha não conhecida o livro, mas vou colocar na minha lista *-*
    http://oxenteleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá! Eu tinha baixado esse livro em pdf já faz um tempinho, mas nunca tive a chance de ler. Confesso que também fiquei um pouco assustada quando você mencionou que são 7 volumes kkk. Amei sua resenha e fiquei bastante curiosa para conhecer esse mundo distópico contendo seres com diversos poderes clarividentes, também adorei a Paige, ela parece ser uma personagem forte e bem curiosa pelo que eu li nos quotes kkk. Obrigada pela dica, vou ver se consigo ler um dia desses. Bjss!

    ResponderExcluir
  3. Oiee Helyssa ^^
    Há alguns meses eu nem olharia para este livro (e nem olhei mesmo, lembro de tê-lo visto), mas agora estou querendo ler gêneros que eu não leria antes, e sair da minha zona de conforto, então fiquei curiosa com a premissa. Parece ser bem interessante, principalmente por ser futurística e ter um quê de poderes no meio. Fico feliz em saber que você gostou, mas sete livros? Omg *-*
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia o livro, a série ou a autora. Fiquei bem curiosa, apesar da sinopse não me despertar tanto interesse assim. Vou aguardar as resenhas dos próximos pra tomar uma decisão!
    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Hely
    Ainda não conhecia o livro, mas a história parece boa. O problema é que meu forte não é sobrenatural, mas às vezes até me esforço. Como você gostou, acho que daria uma chance futuramente. O ruim é que hoje tudo é série, né? Sinto saudades de mais livros únicos!

    Blog Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  6. Oi Helyssa! O enredo me pareceu ligeiramente confuso, mas acho que lendo fica mais fácil compreender todos os pontos. Achei bacana existirem os clarividentes, os rephains e os him. Parece uma mitologia interessante.
    A capa está lindona tb! Vou ficar de olho.
    Bj

    ResponderExcluir
  7. Heiii, tudo bem?
    Gosto mto de conhecer novas obras literárias e ainda nao conhecia o livro "Temporada dos Ossos".
    Já tinha visto nas lojas, mas não sabia do que se tratava.
    A ideia do livro é interessante, desde a sinopse já me motivou a ler e conhecer mais.
    Muito boa a resenha, gostei do que falou do livro e acho que vou gostar tb como vc, acho que a mocinha tb vai ser um personagem que vou gostar, dessas que nao baixam a cabeça facil.
    Otima dica e a capa está tão linda, adorei a arte.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  8. Olá! Não é meu estilo preferencial de leitura, mas poderia me interessar por ele. Mas prefiro esperar que a série seja lançada, para não ficar sofrendo séries inacabadas. Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Olá!

    A proposta do livro parece ser bem legal, é normal mesmo, ficarmos confusos em novos universos, até compreendê-los. Confesso que fico receosa por saber que a autora explorou dons demais e que isso pode, de certo modo, atrapalhar a leitura, mas, enfim, valeu pela dica, anotando aqui!

    Beijo!
    Ana.

    ResponderExcluir
  10. Oi! Acho que se li uma vez algum livro desse gênero foi muito. Não é um dos meus favoritos, mas sempre gosto de diversificar. Vou ser sincera que eu acho que ficaria perdida nessa leitura, Muita informação pra mim me atrapalha bastante.

    Gostei muito da sua resenha, escreveu o necessário e o suficiente pra quem gosta do estilo do livro ter vontade de ler, parabéns!

    Bjus

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem? Lembro de ver o livro em algum evento da Rocco logo no inicio de lançamento mesmo. Lembro que fiquei louco por ele na época, mas acabei esquecendo de comprar ou procurar. Adorei relembrar porque gostei de cara e ficar mais ansiosa ainda. Dica anotada <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Helyssa, sua linda, tudo bem?
    Ler a mente de alguém é um dom muito poderoso e perigoso, eu não gostaria de ter. Já pensou, ver toda a maldade que existe nas pessoas??? São muitos dons, mas teremos 7 livros e eles são 7 clarividentes, então acredito que a autora irá desenvolver tudo esse universo ao longo da saga. Vamos torcer por isso. Não vejo a hora de ler. Gostei muito da sua resenha!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Gosto desse tipo de leitura, mas confesso que 7 livros me desanima um pouco. Mas nada como um passo de cada vez. O Fo tô de terminar o livro com uma ponta amarrada é um ponto a mais, dá para se aventurar melhor sem aquela ânsia para esperar o próximo volume.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Eleanor & Grey - Resenha

Oi Povo, tudo bem? Todo mundo que acompanha o blog sabe que sou mega fã de Brittainy C. Cherry, então quando vi que a caixa do “clube da Carina Rissi” vinha com o livro “Eleanor & Grey" e os marcadores de todos os livros da autora lançado aqui no Brasil, fiquei LOUCA. Graças ao bons Deuses dos livros, a Editora disponibiliza a caixa de maneira avulsa e consegui comprar essa lindeza! Rsrs. Sabe aquele tipo de livro que quando você termina, seus pensamentos são: “Obrigada Deus por eu amar ler! Obrigada por livros assim! Que lição de vida! Que autora maravilhosa!!". Quando terminei mandei uma foto da minha cara inchada de tanto chorar para Helyssa (voocomlivro) e Anastacia (notasliterarias_), falando que não estava sabendo lidar com tantos sentimentos. Eleanor, é uma adolescente que ama ler, não é muito social e ainda usa aparelho nos dentes, essa junção é o bastante para chamarem ela de esquisita ou sorriso metálico. Ela nem liga muito para esses comentários, Eleano

Long Shot - Resenha

  Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de “Long Shot” primeiro livro da série Hoops, da autora Kennedy Ryan, lançado pela Editora The Gift Box. Esse livro mexeu tanto comigo que demorei meses para me sentir segura em escrever essa resenha. A história de August e Iris, é muito surpreendente, mas isso não significa que ela é leve. Minha xará passa por cada situação que nenhum ser humano deveria passar, mas ainda bem que existem pessoas como August. Ele é simplesmente sensacional e ela é uma mulher extremamente forte. Deu para perceber que me encantei pelo casal, né? Rsrs. Iris e August se conhecem num barzinho de um hotel e a conversa dos dois acontece de maneira natural e encantadora, eles acabam conversando sobre assuntos que não assumem para quem conhecem a anos, mas parece que abrir o coração é algo natural entre eles. O problema é que tudo que é bom dura pouco e a noite acaba, e ambos tem que voltar para a vida normal. “Eu fico parado, absorvendo o som de seu nome, absorvendo o olhar