21 de agosto de 2017

Resenha: Prince Of Thorns


Hey galera! Vocês já leram algum título da DarkSide? Se a resposta for positiva, arrisco a dizer que você também desenvolveu um DarkLove pelo livro. É sério, como não se apaixonar pelas edições maravilhosas que a DarkSide faz pra gente? Deixando o fandom à parte, hoje eu escolhi um dos títulos da editora para falar aqui no #IAmNotAFairy. Prince Of Thorns — com o título mantido em inglês, o que eu adorei — é o primeiro volume da espetacular Trilogia dos Espinhos, do Mark Lawrence. Me acompanhe na resenha!

Em Prince Of Thorns, vamos conhecer Jorg Ancrath, um príncipe ainda "criança", mas que de inocente não tem nada — nada mesmo! Se, por acaso, você imagina um príncipe como uma pessoa de moral, que visa o bem das pessoas e tudo o mais, Jorg veio pra mudar sua ideia! Digamos que ele é um tanto rebelde, violento, sem moral, boca suja, frio, insano e cheio de ódio. Mas o "problema" de verdade, é quando ele junta isso tudo com sua inteligência, sagacidade e falta de medo para atingir seus objetivos… Sério, adorei esse cara! Queria ser amigo dele. Um homem totalmente fora dos padrões de realeza fantástica.

No início, nosso protagonista pode parecer uma criança irritante — até porque ele é uma criança irritante —, mas é assim que ele tem que ser. Jorg não é um herói, ele é um anti-herói sem pudor que anda na companhia de seus homens também sem pudor, se colocando acima dos limites humanos, menosprezando e marcando quem cruzar seu caminho em direção à vingança, assim como os próprios espinhos, que o feriram quando mais novo, enquanto estava preso em uma espinheira brava, tendo sobrevivido, mas assistindo ao massacre de sua família.

A narrativa projeta o foco exatamente sobre os objetivos da jornada de vida de Jorg, sem espaço para outros personagens coadjuvantes ou perda de tempo com histórias paralelas. O cenário é medieval, mostrando uma face mais realista e grotesca, com bastante sujeira e muito sangue.

Algumas coisas podem parecer não se encaixar no tempo. Ora o leitor tem certeza de que está em uma era medieval, ora se vê confrontado por citações e coisas que surgiram em tempos atuais. Em um momento a gente tem certeza que a história se passa em meados de uma era, ora parece que estamos no fim de outra, marcada por um apocalipse, mas com cavaleiros, armaduras e espadas... E não pense que isso é um erro, não! Isso apenas deixa o livro muito mais fantástico! Alguns capítulos são sobre alguns anos anteriores ao "presente" da história, e a dica para identificá-los é que eles são diferenciados por uma alteração na fonte do texto.

"Seja qual for o monstro que deve haver em mim, sempre fui eu, minha escolha, minha responsabilidade, minha maldade, se você preferir."

Não se deixe decepcionar pela personalidade e pelo caráter — ou a falta dele — de Jorg, continue lendo e aposto que você vai rir muitas vezes das coisas malucas — e legais — que ele faz e do jeito que ele é! Mas também não se deixe levar por aquela "carinha de anjo" que ele tem, pois uma coisa é certa: esse cara não tem redenção! O livro termina deixando algumas coisas abertas, que devem se fechar pelo decorrer dos próximos dois volumes, que estarão aqui nas próximas resenhas.

Uma ótima leitura, uma narrativa muito consistente e com um humor excelente. Leitura obrigatória para os fãs de fantasia, principalmente para o público masculino. Agora, se você não curte fantasia e tabernas medievais, não recomendo essa trilogia. Depois eu volto aqui para falar da sequência, com os demais volumes!

Avaliação:

Ficha Técnica
Título: Prince Of Thorns
Autor: Mark Lawrence
Editora: DarkSide
Páginas: 364

Um comentário:

  1. Oi
    Nunca li nada o autor DarkSide. Mas confesso que ele livro me chamou atenção, um príncipe fora dos padrões, violento e sem moral. Simplesmente adorei

    ResponderExcluir

author
Se você: Cheira livros, se apaixona por personagens, sofre com eles como se fosse alguém da sua família, corre atrás de autógrafos, viaja para outro estado para participar da Bienal do Livro, adora um sebo, procura por eventos literários, entra na livraria para dar um livro de presente e sai com dois para você, então você está no lugar certo!