9 de abril de 2018

Ônix - Resenha


Olá galera, tudo bom?

A minha última resenha foi sobre Obsidiana, o primeiro livro da saga Lux, e nela eu mencionei que devorei o primeiro e o segundo livro em questão de horas! Então, não quis demorar para trazer para vocês a resenha sobre o segundo livro, Ônix. Se você ainda não leu o primeiro livro, aconselho a ler antes de conferir a resenha, caso tenha lido ou não ligue para spoilers, vem comigo para saber o que esperar do Ônix!

Ônix inicia logo após os acontecimentos finais de Obsidiana, com um Daemon firme na ideia de “conquistar” Katy - apesar de saber que ela já está totalmente na dele -, esta por sua vez segue - mais ou menos - firme na ideia de que o que ele sente por ela não é real, e sim resultado da conexão que a cura proporcionou. 

“Um desejo nada saudável fez meu corpo inteiro vibrar, mas me lembrei de que aquela repentina mudança de comportamento tinha mais a ver com seu abracadabra alienígena bizarro do que com ele gostar de mim.”

Só que não é só a conexão que preocupa Katy, a cura também a proporcionou poderes. Só que ela não faz ideia de como controlar esses poderes, o que se torna perigoso, já que ela move coisas por aí quase expondo o segredo aos outros. Porém, nesse momento, chega uma pessoa nova na escola, um super gato com pinta de surfista que entende muito bem o que é sair de uma cidade grande para morar em uma cidadezinha, não bastasse isso, ele se mostra super interessado na Katy, que está doida pra viver alguma “normalidade” em sua vida.

Depois da batalha com os Arum, o Departamento de Defesa está atento e desconfiado desse envolvimento da Katy com os gêmeos alienígenas e,  com eles rondando a cidade, tudo está muito mais tenso e preocupante. Katy então se aproxima do novato Blake, e acaba descobrindo nele uma possibilidade de ajuda para entender e dominar os seus poderes. Mas quem não fica nada feliz com isso, é o gatão alienígena Daemon, e vai fazer de tudo para atrapalhar essa proximidade dos dois, enquanto tenta demonstrar à Katy que o que ele sente é real e não produto da conexão. 

“- Não confio nele. Não confio em nada do que diz respeito a ele, Kat. - Tirou o boné, correu os dedos pelo cabelo e enfiou-o de novo na cabeça. - Ele surge do nada e sabe de tudo. Todos os meus instintos me dizem que Blake não é confiável. Não sabemos quem ele é, se não está trabalhando para alguma organização. Não sabemos nada sobre ele.”

Como no primeiro livro, eu ainda tenho sentimentos confusos relacionados à essa saga.É incrível o quanto ela me prendeu e me envolveu! Devorei mais rápido ainda do que o primeiro livro, mas, ao mesmo tempo em que devorava me irritava com a escrita fraca, diálogos e situações extremamentes clichês e principalmente com a protagonista irritante! Vou ler o terceiro? Claro que vou e já até comprei o ebook do quarto livro! Mas sinceramente, não é tudo isso que sempre falaram. Por isso minha nota é ali, mais ou menos na média. Amei, porém odiei.  

"Ter lembranças, ainda que amargamente doces, é melhor do que não ter, sabia?"




Avaliação:                                                                                                                Ficha Técnica
Título: Ônix
Autor: Jennifer L. Armentrout
Série: Lux #02
Editora: Valentina
Páginas: 416

Nenhum comentário:

Postar um comentário

author
Se você: Cheira livros, se apaixona por personagens, sofre com eles como se fosse alguém da sua família, corre atrás de autógrafos, viaja para outro estado para participar da Bienal do Livro, adora um sebo, procura por eventos literários, entra na livraria para dar um livro de presente e sai com dois para você, então você está no lugar certo!