Pular para o conteúdo principal

Sorrisos Quebrados - Resenha

Queridos leitores,

Alguns de vocês, senão todos, já devem ter visto o livro Sorrisos Quebrados. A primeira coisa que chama a atenção nele é a capa, porque é paixão à primeira vista, e ao ler o livro se torna ainda mais perfeita.
Curiosidade: essa capa foi presente de uma fã para a autora. Quer presente melhor?! Amei!

Para aqueles que ainda não tiveram a oportunidade de conhecer, saibam que autora Sofia Silva é portuguesa e publicou o livro pela plataforma wattpad, conquistando milhares de fãs e fazendo muito sucesso na Bienal  no RJ em 2017. O grande sucesso se deve ao fato de Sofia pegar histórias pesadas e torná-las poéticas.

Paola descobriu um novo homem ao se casar, confiou nas promessas que fizeram um ao outro e se arrependeu amargamente disso. Aquele homem não existia, a imagem do seu marido era apenas isso mesmo, uma fachada, uma caixa de Pandora, atrativa por fora, mas por dentro só havia trevas. Num ato desesperado ela tenta fugir da prisão que se tornou a sua casa.

Eu grito.
Imploro.
Choro.
Sofro.
Luto.
Ele não para.
Eu não aguento.
Morro.
Pág.: 15

Sabe aquele livro que você fecha no prólogo e precisa de uns minutos para recomeçar. É esse!

Contra todas as probabilidades, Paola sobrevive e agora passa seus dias em uma clínica, cujo o objetivo é criar um ambiente tranquilizador, confortável e seguro para pessoas que como ela, sofreram alguma grande violência ou trauma. Lá Paola encontrou na pintura um refúgio do mundo.

Todo dia é um recomeço.
Todo dia eu renasço.
Todo dia eu me levanto.
Todo dia eu não desisto.
Todo dia eu vivo como se não tivesse
Todos os dias.
Pág.: 20

A clínica oferece um baile de carnaval para interação dos pacientes internos e externos, e é nessa festa, fazendo pinturas faciais, que ela conhece Sol, uma menina “tímida” e encantadora.

A menina sai do meu colo e aperta as minhas pernas com força.
Foi o melhor dia da minha vida! - diz emocionada. - O melhor! - Seus olhos brilham com o sentimento verdadeiro.
Pág.: 41

André é pai de Sol, um homem grande e charmoso, marcado por um passado de mágoas e dor, ele vive em função da única luz em sua vida, Sol, seu único objetivo de vida é ajudá-la a superar os traumas e fazê-la feliz.

Essa menininha linda é o laço que os liga inicialmente, até acharem um no outro mais do que apenas uma cola para unir seus pedaços Quebrados.

Às vezes, precisamos olhar para as pessoas com o coração e não com os olhos, pois só assim nós vemos quem realmente são.
Pág.: 42

Queridos leitores, o mundo está tão deturpado que já olhamos notícias trágicas achando normal, algumas pessoas já nem acreditam mais na humanidade e vivem à desconfiar no mundo. Sofia trás algo novo, como um sopro de esperança. Então o que eu venho dizer a vocês é tenhamos Fé, porque as pessoas podem nos surpreender de formas terríveis e dolorosas, mas também de formas excepcionais e inimagináveis. Tenham coragem de continuar andando quando só virem trevas, porque a luz está lá para aqueles que se permitem enxergá-lá.


Avaliação:
Ficha Técnica
Título: Sorrisos Quebrados
Autor: Sofia Silva
Série: Quebrados #01
Editora: Valentina
Páginas: 240

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Indomável - Resenha

Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de "Indomável", último livro da trilogia "Damas Rebeldes", da autora Julia Quinn, lançado pela Editora Arqueiro. Finalmente cheguei no livro de William Dunford! HAHHAA. Ele aparece nos livros anteriores " Esplêndida " e " Brilhante ", e deixa nós leitores apaixonados e doidos para conhecer ainda mais esse personagem libertino tão charmoso! HAHAHA. Ele fica completamente chocado quando descobre que herdou um título e uma propriedade na Cornualha. Dunford, viaja imediatamente para conhecer a propriedade que ele herdou, o que ele não imaginava é que encontraria uma mulher administrando a propriedade e que ela se tornaria sua responsabilidade junto a herança do título.  "Belle bateu palmas. Que fantástico! Dunford acabara de receber uma herança inesperada. Ela torcia para que fosse algo bom. Uma de suas amigas tinha acabado de herdar, a contragosto, 37 gatos. " Pág: 12. Henrietta Barrett, ou apenas Henry,

Long Shot - Resenha

  Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de “Long Shot” primeiro livro da série Hoops, da autora Kennedy Ryan, lançado pela Editora The Gift Box. Esse livro mexeu tanto comigo que demorei meses para me sentir segura em escrever essa resenha. A história de August e Iris, é muito surpreendente, mas isso não significa que ela é leve. Minha xará passa por cada situação que nenhum ser humano deveria passar, mas ainda bem que existem pessoas como August. Ele é simplesmente sensacional e ela é uma mulher extremamente forte. Deu para perceber que me encantei pelo casal, né? Rsrs. Iris e August se conhecem num barzinho de um hotel e a conversa dos dois acontece de maneira natural e encantadora, eles acabam conversando sobre assuntos que não assumem para quem conhecem a anos, mas parece que abrir o coração é algo natural entre eles. O problema é que tudo que é bom dura pouco e a noite acaba, e ambos tem que voltar para a vida normal. “Eu fico parado, absorvendo o som de seu nome, absorvendo o olhar