11 de junho de 2018

Pertinácia - Resenha


O livro de hoje nos foi concedido pela editora Harlequin — nossa editora BFF — e é o quinto da série Mosaico. Em Pertinácia, Sue Hecker nos contará a história de Rafaela Faria, uma órfã que passou toda a sua infância em um orfanato. E, depois de crescida, conseguiu com muito esforço e dedicação se tornar uma ótima enfermeira, mas algum tempo depois se apaixonou por seu patrão e não sendo correspondida, acabou demitida.




O que foi que eu fiz?! Eu destruí tudo.   



O prólogo nos mostra a personagem principal escrevendo uma carta de desculpas ao patrão e  se despedindo de sua pequena paciente com anencefalia, chamada Vitória. Rafaela já era muita apegada à Vitória, então estava sofrendo bastante pela perda de seu emprego, além de estar muito envergonhada de ter praticamente se jogado nua em cima do Dr. Marcos, seu chefe, que já amava outra mulher.  
      
Passado todo o drama e sofrimento do prólogo, nós conheceremos o Jonas, um baita advogado bonitão que cuidará de toda a burocracia da demissão de Rafaela — além de cuidar dos nossos corações. Rafaela vai ao seu escritório para assinar toda a papelada e, sendo gente como a gente, fez questão de pagar vários micos — se não for pra passar vergonha a gente nem sai de casa — e eu tenho certeza que foi esse jeitinho princesinha desconstruída que conquistou o cheiroso logo de cara. 

O que interessa o certo quando o errado parece ser tão perfeito?

Jonas é um cara solteiro, bonito, inteligente, bonito, conquistador e bonito. Mas o cara não namora, tem seus contatinhos e festinhas, mas o que o impede de ter um relacionamento sério é o fato de ser um voyeur. É muito difícil achar uma mulher que concorde e queira praticar em um relacionamento. Talvez isso esteja prestes a mudar.

Jonas tem uma forma de olhar que me faz querer ser quem nunca fui, encontrar dentro de mim uma Rafaela que ainda não conheci.

O livro segue essa vibe de conquista e paquera, nossa doce Rafaela sempre tem uma resposta na ponta da língua para Jonas e não se intimida com o seu olhar penetrante e sinistrão, a bicha olha de volta mesmo, afronta  e não quer nem saber. Sinceramente, o que mais me impressionou no livro foi toda essa tensão palpável entre os dois personagens principais — essa coisa de quase sair faísca quando se encostam. Devemos também reconhecer que a autora soube compor um belo romance, apesar de ser uma história clichê, conseguiu fugir de todos os clichês tradicionais do gênero.

Eu não vou me aprofundar mais  para não estragar, mas apesar de ser o quinto livro da série, você consegue ler tranquilamente sem ter lido os outros — falo isso por experiência própria — claro que quem leu os outros livros pegou algumas referências nesse, fiquei sabendo até que  a personagem principal já tinha aparecido em outro volume, mas eu garanto que você pode ler sem a necessidade de ter lido os anteriores. Mas cá entre nós, sempre é bom ler alguns livrinhos a mais, não é?



Avaliação:                                                                                               Ficha Técnica
Título: Pertinácia
Autor: Sue Hecker 
Editora: Harlequin
Páginas: 254

Um comentário:

  1. Muito legal e diferente a resenha. Simplesmente, me apaixonei novamente. Obrigada pelo carinho.

    ResponderExcluir

author
Se você: Cheira livros, se apaixona por personagens, sofre com eles como se fosse alguém da sua família, corre atrás de autógrafos, viaja para outro estado para participar da Bienal do Livro, adora um sebo, procura por eventos literários, entra na livraria para dar um livro de presente e sai com dois para você, então você está no lugar certo!