Pular para o conteúdo principal

Os Sete Maridos de Evelyn Hugo - Resenha

Os Sete Maridos de Evelyn Hugo é um dos melhores livros que já li em toda minha vida. Eu precisava começar o texto com essa frase. Publicado no final de 2019 pela Paralela, um selo da Cia das Letras, o livro foi escrito por Taylor Jenkins Reid, mesma autora de Dayse Jones & The Six, publicado anteriormente. 

Sabe quando um livro é tão bom que você não consegue nem explicar para outra pessoa sobre ele? Estou passando por isso neste exato momento. Mas vou tentar passar o máximo de informações que eu conseguir sem dar spoiler

A história começa pelo ponto de vista da jovem jornalista chamada Monique, que apesar de estar em um jornal conceituado, não é tão bem sucedida. Mas após o anúncio de que Evelyn Hugo, uma das maiores atrizes de Hollywood dos anos 60, iria fazer um leilão de seus vestidos para a caridade, o jornal que Monique trabalha recebeu uma e-mail da própria Evelyn, nele, ela dizia que daria uma entrevista  exclusiva para o jornal, e falaria sobre o assunto que há anos a mídia queria saber mais, seus sete maridos. Sua única exigência, era que Monique fosse a jornalista enviada. Ninguém entende o porquê desse pedido, pois ela é completamente anônima e não tem ligação alguma com a Evelyn. 

Não ignore metade do que sou para colocar um rótulo em mim, Monique. Não faça isso.

E então Monique aceita a proposta e vai se encontrar com a estrela em seu apartamento, para a sua surpresa, descobre que Evelyn nunca planejou dar uma entrevista, na verdade, ela queria convidar Monique para escrever sua biografia, e a contaria cada detalhe de sua vida, desde o anonimato até o fim de sua carreira, mas com uma condição, ela só poderia publicar após sua morte. 

Eu era linda, mesmo aos catorze anos. Ah, eu sei que o mundo prefere mulheres que não têm noção do próprio poder, mas estou de saco cheio disso. A verdade é que quando eu passava, as pessoas olhavam. E eu não tinha orgulho nenhum disso. Não fui eu que fiz meu rosto assim. Nem meu corpo. Mas também não vou sentar aqui e dizer: ‘Ai, sério? As pessoas me achavam bonita mesmo?’, como uma garotinha fútil.

A autora intercala a narração de Evelyn sobre o seu passado com o presente e a vida de Monique, confesso que ler sobre o passado de Evelyn era muito mais interessante, mas a narração de Monique não deixa de ser muito importante para o conjunto da história, inclusive, essencial para o grande plot twist do livro!

Você entendeu o que estou dizendo? Quando surge uma oportunidade para mudar sua vida, esteja pronta para fazer o que for preciso. O mundo não dá nada de graça para ninguém, só tira de você. Se conseguir aprender alguma coisa comigo, provavelmente vai ser isso.

Eu não quero falar muito sobre o livro, porque quanto menos você souber, melhor será para a experiência de leitura. Mas PRECISO falar sobre como a autora faz Evelyn Hugo parecer REAL. Eu juro que após a leitura, fui pesquisar o nome no Google para confirmar. Quanto mais você lê, mais fica sedento por mais detalhes da vida de Evelyn, e quando acaba, parece inconcebível a ideia de que ela nunca existiu de verdade. 

Avaliação:                                                                       
Ficha Técnica
Título: Os Setes Maridos de Evelyn Hugo
Autor: Taylor Jenkins Reid
Editora: Paralela
Páginas: 360

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Indomável - Resenha

Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de "Indomável", último livro da trilogia "Damas Rebeldes", da autora Julia Quinn, lançado pela Editora Arqueiro. Finalmente cheguei no livro de William Dunford! HAHHAA. Ele aparece nos livros anteriores " Esplêndida " e " Brilhante ", e deixa nós leitores apaixonados e doidos para conhecer ainda mais esse personagem libertino tão charmoso! HAHAHA. Ele fica completamente chocado quando descobre que herdou um título e uma propriedade na Cornualha. Dunford, viaja imediatamente para conhecer a propriedade que ele herdou, o que ele não imaginava é que encontraria uma mulher administrando a propriedade e que ela se tornaria sua responsabilidade junto a herança do título.  "Belle bateu palmas. Que fantástico! Dunford acabara de receber uma herança inesperada. Ela torcia para que fosse algo bom. Uma de suas amigas tinha acabado de herdar, a contragosto, 37 gatos. " Pág: 12. Henrietta Barrett, ou apenas Henry,

Talvez Agora - Resenha

  Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de "Talvez Agora”, que é continuação de "Talvez um dia” de Colleen Hoover lançado no ano passado pela Galera Record. Sou muito fã da autora e quando terminei “Talvez um dia”  fiquei sem saber o que fazer da vida porque eu não estava acreditando que a história terminava daquela maneira. Fiquei tão revoltada que comprei “Talvez Agora” no lançamento, mas levei meses para criar coragem e voltar para aquele universo. Vocês também são assim? HAHAHA. Espero sinceramente não ser a única!! HAHAHA. Ridge e Sydney, depois de tanto tempo, estão namorando. Sydney finalmente se sentiu segura para começar algo mais com Ridge. Ele por sua vez parece estar nas nuvens porque finalmente eles poderão viver um amor sem culpa e do jeito que sempre sonharam. Porém, isso não significa que tudo vai ocorrer nas mil maravilhas, afinal Ridge e Warren são as únicas pessoas no mundo que Maggie pode contar, e esse detalhe pode mudar tudo.  Maggie sabe que tem fibrose c