Pular para o conteúdo principal

Dama da Meia-Noite - Resenha

Oi,Povo!
Hoje vamos falar de “Dama da Meia-Noite”, primeiro livro da trilogia “Os Artifícios Das Trevas”, da Cassandra Clare. Sou apaixonada por esse mundo dos caçadores das sombras, mas estava lendo pouca fantasia, então esse livro foi ficando! Tadinho!! HAHHAA. Mas, agora que tomei vergonha, me arrependi de ter demorado tanto, Cassandra mostra mais uma vez o poder de viciar o leitor nesse mundo louco. 

No final da série “Os Instrumentos Mortais”, nós acompanhamos a Guerra Maligna, e conhecemos a pequena Emma Carstairs e todos os pequenos Blackthorn (Julian, Livvy, Ty, Dru e Tavvy), principalmente Julian, que é o melhor amigo dela. Ele fez, durante a guerra, um grande sacrifício para salvar seus irmãos e não se arrepende disso. Atualmente, eles são adolescentes e parabatai, vivem no instituto de Los Angeles, na responsabilidade de Arthur Blackthorn.

Os dois vivem relativamente bem até que corpos começam a ser encontrados com as mesmas marcas que as encontradas nos pais de Emma. Ela sempre teve certeza absoluta que não foi Sebastian que tinha matado eles. Esses corpos são as primeiras pistas, em anos, que ela tem, então vai agarrar essa oportunidade com unhas e dentes, afinal, ela merece saber o que aconteceu.

“A camisa cinza estava rasgada, no peito e nos braços havia linhas de símbolos pretos, não marcas de Caçadores de sombras, mas uma letra demoníaca contorcida. Eram símbolos que Emma conhecia tão bem quanto conhecia as cicatrizes nas próprias mãos. Ela encerrou obsessivamente fotos daquelas marcas durante 5 anos. Eram as marcas que a Clave encontrou nos corpos de seus pais quando foram assassinados.” 

Como alguns dos corpos encontrados são do povo das Fadas, eles devolvem Mark, que era prisioneiro na caçada selvagem (esse acontecimento ocorreu na série “Os Instrumentos Mortais”), ele é “devolvido” para a família para ajudar a resolver o caso. E poderá ficar com a família, se eles conseguirem resolver as mortes em 2 semanas, isso, se ele ainda quiser. Com isso, começa uma verdadeira corrida contra o tempo. Depois do acordo da “Paz Fria”, todos do instituto sabem que trabalhar com Fadas é contra a lei, mas mesmo assim é oportunidade deles de ter o irmão de volta.  

Mais que isso não posso contar, mas preciso fazer algumas observações. A primeira é que quis bater muito em Emma e Mark em alguns momentos, em outros, quis abraçar e dizer que tudo ia ficar bem. Já com Julian e seus irmãos, tive um amor incondicional, uma pena enorme por tudo que eles perderam e por tudo que eles ainda vão enfrentar durante a série. Estou louca para começar “Senhor Das Sombras” e saber o que vai acontecer com eles. Para terminar, deixo o quote que mais amei:

“- Todo mundo é mais que uma coisa - disse Kieran. - Somos mais do que as ações individuais que cometemos, sejam elas boas ou ruins." Pág: 472.


Avaliação:
Ficha Técnica
 Título: Dama da Meia-Noite
Série: Os Artifícios das Trevas #01
Autor: 
Cassandra Clare
Páginas: 574
Editora: Galera Record
Link para Compra

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eleanor & Grey - Resenha

Oi Povo, tudo bem? Todo mundo que acompanha o blog sabe que sou mega fã de Brittainy C. Cherry, então quando vi que a caixa do “clube da Carina Rissi” vinha com o livro “Eleanor & Grey" e os marcadores de todos os livros da autora lançado aqui no Brasil, fiquei LOUCA. Graças ao bons Deuses dos livros, a Editora disponibiliza a caixa de maneira avulsa e consegui comprar essa lindeza! Rsrs. Sabe aquele tipo de livro que quando você termina, seus pensamentos são: “Obrigada Deus por eu amar ler! Obrigada por livros assim! Que lição de vida! Que autora maravilhosa!!". Quando terminei mandei uma foto da minha cara inchada de tanto chorar para Helyssa (voocomlivro) e Anastacia (notasliterarias_), falando que não estava sabendo lidar com tantos sentimentos. Eleanor, é uma adolescente que ama ler, não é muito social e ainda usa aparelho nos dentes, essa junção é o bastante para chamarem ela de esquisita ou sorriso metálico. Ela nem liga muito para esses comentários, Eleano

Long Shot - Resenha

  Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de “Long Shot” primeiro livro da série Hoops, da autora Kennedy Ryan, lançado pela Editora The Gift Box. Esse livro mexeu tanto comigo que demorei meses para me sentir segura em escrever essa resenha. A história de August e Iris, é muito surpreendente, mas isso não significa que ela é leve. Minha xará passa por cada situação que nenhum ser humano deveria passar, mas ainda bem que existem pessoas como August. Ele é simplesmente sensacional e ela é uma mulher extremamente forte. Deu para perceber que me encantei pelo casal, né? Rsrs. Iris e August se conhecem num barzinho de um hotel e a conversa dos dois acontece de maneira natural e encantadora, eles acabam conversando sobre assuntos que não assumem para quem conhecem a anos, mas parece que abrir o coração é algo natural entre eles. O problema é que tudo que é bom dura pouco e a noite acaba, e ambos tem que voltar para a vida normal. “Eu fico parado, absorvendo o som de seu nome, absorvendo o olhar