Pular para o conteúdo principal

Block Shot - Resenha

Oi Povo, tudo bem?

Hoje vamos falar de “BlockShot” segundo livro da série Hoops, da autora Kennedy Ryan, lançado pela Editora The Gift Box. Me apaixonei pela escrita da autora quando li “Long Shot”,  levei um tempinho para ler esse segundo, e só me arrependo de ter demorado tanto, porque a história é incrível. 


Banner Morales,é uma mulher super bem sucedida e com um corpo que causa inveja a muitas mulheres. Mas nem sempre foi assim, ela sabe o sacrifício que foi crescer na carreira e aprender a lidar com o próprio corpo. Coisa que até hoje ela tem dificuldade de lidar, então para manter o controle, ela malha todo dias e ainda conta as calorias de tudo que come. Ela não tem lembranças boas de como foi tratada na época da faculdade por ser “gordinha”. Principalmente, Banner não perdoa Jared, pelo o que ele fez ela passar. Porém, são águas passadas. 


Jared, por sua vez, sempre foi lindo e a mulherada sempre caiu como peixe na rede. A única que não caiu e arrebentou seu coração, por um mal entendido enorme, foi Banner Morales. Ela simplesmente o despreza e ele ainda tem uma grande queda por ela. Até que um belo dia eles se encontram, e por acaso do destino são obrigados a trabalhar juntos e desse momento em diante é impossível largar o livro.


Kennedy é tão boa com os personagens, que existem momentos que achamos que Banner e Jared são de carne e osso. Sem falar que matamos as saudades de Iris e August, mas a mensagem principal do livro sem sombra de dúvidas é de como Banner luta diariamente para aceitar o seu corpo. Luta essa que conheço muito bem, luta essa que todas as mulheres conhecem por uma imposição de que a mulher deve ser magra e bem sucedida. Se a mulher não tiver as duas coisas ela nunca estará realizada. É triste, mas ainda é a realidade de muitas mulheres. 


Abaixo os dois quotes que mexeram muito comigo:


“- A cultura distorce o que é ser feminista, tenta nos classificar em categorias e nos forçar a escolher entre ser uma boa mãe e ser uma empresária de sucesso. Eu descaradamente quero governar cada sala de reunião que eu entro e, sem sentir vergonha, quero pelo menos quatro filhos.”


" As pessoas boas podem fazer coisas ruins, coisas erradas - continua. - Mas ainda são pessoas boas, ainda capazes de fazer coisas incríveis, e Banner mais do que provou isso.”


Avaliação:
Ficha Técnica
 Título: Block Shot
Série: Hoops Series#02
Autor: Kennedy Ryan
Editora: The Gift Box
Páginas: 360

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eleanor & Grey - Resenha

Oi Povo, tudo bem? Todo mundo que acompanha o blog sabe que sou mega fã de Brittainy C. Cherry, então quando vi que a caixa do “clube da Carina Rissi” vinha com o livro “Eleanor & Grey" e os marcadores de todos os livros da autora lançado aqui no Brasil, fiquei LOUCA. Graças ao bons Deuses dos livros, a Editora disponibiliza a caixa de maneira avulsa e consegui comprar essa lindeza! Rsrs. Sabe aquele tipo de livro que quando você termina, seus pensamentos são: “Obrigada Deus por eu amar ler! Obrigada por livros assim! Que lição de vida! Que autora maravilhosa!!". Quando terminei mandei uma foto da minha cara inchada de tanto chorar para Helyssa (voocomlivro) e Anastacia (notasliterarias_), falando que não estava sabendo lidar com tantos sentimentos. Eleanor, é uma adolescente que ama ler, não é muito social e ainda usa aparelho nos dentes, essa junção é o bastante para chamarem ela de esquisita ou sorriso metálico. Ela nem liga muito para esses comentários, Eleano

Long Shot - Resenha

  Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de “Long Shot” primeiro livro da série Hoops, da autora Kennedy Ryan, lançado pela Editora The Gift Box. Esse livro mexeu tanto comigo que demorei meses para me sentir segura em escrever essa resenha. A história de August e Iris, é muito surpreendente, mas isso não significa que ela é leve. Minha xará passa por cada situação que nenhum ser humano deveria passar, mas ainda bem que existem pessoas como August. Ele é simplesmente sensacional e ela é uma mulher extremamente forte. Deu para perceber que me encantei pelo casal, né? Rsrs. Iris e August se conhecem num barzinho de um hotel e a conversa dos dois acontece de maneira natural e encantadora, eles acabam conversando sobre assuntos que não assumem para quem conhecem a anos, mas parece que abrir o coração é algo natural entre eles. O problema é que tudo que é bom dura pouco e a noite acaba, e ambos tem que voltar para a vida normal. “Eu fico parado, absorvendo o som de seu nome, absorvendo o olhar