Pular para o conteúdo principal

Brilhante - A História de Belle


Oi Povo, tudo bem?

Hoje vamos falar de “Brilhante - A História de Belle", segundo livro da trilogia “Damas Rebeldes” da Julia Quinn lançado pela Editora Arqueiro. Confesso que estava muito ansiosa pelo livro da Belle, pois ela tem uma participação muito importante no primeiro livro e já deixa bem claro que seria uma personagem incrível, mas o que me decepcionou nesse livro foi o mocinho John, que deveria ser um herói de guerra brilhante. Porém, achei ele um chato sem limites! HAHA. Me desculpem, o personagem realmente me irritou!! HAHAHA.


Arrabella Blydon, mais conhecida como Belle, está passando uma temporada em Westonbirt na casa da sua prima Emma. Ela está passando esse período lá, pois seus pais estão de férias na Itália e seu irmão Ned voltou para Oxford. Com isso ela acabou indo ficar na casa de campo da prima Emma, que agora é casada, sendo assim uma acompanhante perfeita. 


Como sempre está com um livro embaixo do braço, ela acaba adorando os dias no campo onde passa a maior parte do dia lendo e fazendo um piquenique. Numa dessas tardes, ela conhece John, Lorde Blackwood, e logo de cara eles não conseguem se entender. Bella, que sempre foi muito bem tratada e adulada por todos, não entende porque John a tratou daquela maneira. 


“- Vejo que o senhor não estava mentindo. É mesmo péssimo em manter uma conversa meramente educada. Não tem a menor noção de como fazê-lo.” Pág: 11


John, se sente um completo idiota por ter tratado pela daquela maneira, e ele sabe que precisa se desculpar. Então aproveita o convite do Alex, duque de Ashbourne para jantar e assim finalmente pedir desculpas a ela e depois desse jantar os dois se aproximam cada vez mais. 


John é um herói de guerra cheio de pendências do passado, mas existe um caso específico que o deixou completamente traumatizado, e isso atrapalha demais seu relacionamento com a Bella. Preciso dizer que esse excesso de culpa também atrapalha os leitores a gostar dele!! HAHAHA. Belle, é maravilhosa e digo que seu maior defeito foi gostar do mala do John. Super indico a leitura para quem como eu ama romance de época, mas não indicaria para quem está conhecendo o gênero. 


Avaliação:
Ficha Técnica
 Título: Brilhante - A História de Belle
Série: Damas Rebeldes #2
Autor: Júlia Quinn
Páginas: 320
Editora: Arqueiro

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eleanor & Grey - Resenha

Oi Povo, tudo bem? Todo mundo que acompanha o blog sabe que sou mega fã de Brittainy C. Cherry, então quando vi que a caixa do “clube da Carina Rissi” vinha com o livro “Eleanor & Grey" e os marcadores de todos os livros da autora lançado aqui no Brasil, fiquei LOUCA. Graças ao bons Deuses dos livros, a Editora disponibiliza a caixa de maneira avulsa e consegui comprar essa lindeza! Rsrs. Sabe aquele tipo de livro que quando você termina, seus pensamentos são: “Obrigada Deus por eu amar ler! Obrigada por livros assim! Que lição de vida! Que autora maravilhosa!!". Quando terminei mandei uma foto da minha cara inchada de tanto chorar para Helyssa (voocomlivro) e Anastacia (notasliterarias_), falando que não estava sabendo lidar com tantos sentimentos. Eleanor, é uma adolescente que ama ler, não é muito social e ainda usa aparelho nos dentes, essa junção é o bastante para chamarem ela de esquisita ou sorriso metálico. Ela nem liga muito para esses comentários, Eleano

Long Shot - Resenha

  Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de “Long Shot” primeiro livro da série Hoops, da autora Kennedy Ryan, lançado pela Editora The Gift Box. Esse livro mexeu tanto comigo que demorei meses para me sentir segura em escrever essa resenha. A história de August e Iris, é muito surpreendente, mas isso não significa que ela é leve. Minha xará passa por cada situação que nenhum ser humano deveria passar, mas ainda bem que existem pessoas como August. Ele é simplesmente sensacional e ela é uma mulher extremamente forte. Deu para perceber que me encantei pelo casal, né? Rsrs. Iris e August se conhecem num barzinho de um hotel e a conversa dos dois acontece de maneira natural e encantadora, eles acabam conversando sobre assuntos que não assumem para quem conhecem a anos, mas parece que abrir o coração é algo natural entre eles. O problema é que tudo que é bom dura pouco e a noite acaba, e ambos tem que voltar para a vida normal. “Eu fico parado, absorvendo o som de seu nome, absorvendo o olhar