Pular para o conteúdo principal

Antes que Aconteça - Resenha

Contém Spoilers

E aí galera,
Antes que Aconteça é a continuação de Depois do que Aconteceu da escritora Juliana Parrini. Ambos lançados pela Editora Suma de Letras, depois de seu sucesso na internet. Saiba mais clicando nos links.

Enquanto Isabel estava no fundo do poço, Alex foi se tratar na Alemanha, agora ele e o pai estão mais próximos, apesar dele ainda ter raiva pela família não ter apoiado o amor dos dois. Enquanto vai as sessões de tratamento ele conhece Ester, enfermeira da clínica, ela entende bem da doença dele e os dois acabam criando um laço de amizade, que acaba fluindo para uma amizade colorida. Contudo ele nunca esqueceu sua Bebel.

Com o apoio de Ester e o ótimo tratamento na Alemanha, ele se sente mais forte, sente que é capaz de controlar a doença, e apesar do que sente pela Ester ele resolve voltar para o Brasil e implorar o perdão da mulher que ama.

Pela terceira vez olho para a carta que acabo de escrever e penso se devo enviá-la. Talvez não seja a hora certa, mas talvez nunca exista uma hora certa.
Tentei inúmeras vezes esquecer e seguir em frente, mas, quando me dou conta, eu só consigo pensar nela.

Depois de passarem por poucas e boas Isabel e Daniel estão a caminho do Felizes para Sempre, o pai de Isabel finalmente terminou a casa que fez de presente para a filha, estão todos em Petrópolis comemorando, até que ela vai a cozinha, em uma gaveta com contas que o pai guarda ela acha algo que pode mudar tudo, uma carta de Alex.

Promessas, promessas! Um pouco tarde para se preocupar em cumpri-las, né, Alex?
Sorrio, nervosa, recusando-me a acreditar no que acabei de ler, e pisco centenas de vezes para que as lágrimas se dissipem. Deus, não posso chorar! Não posso!

Isabel não sabe o que fazer, Daniel é muito ciumento e inseguro em relação a história dela com o Alex, afinal foram treze anos. O homem que ela amou mais do que tudo está voltando, e o homem que ela ama está esperando no jardim. O que fazer agora?
Enquanto lê a carta, ela relembra daqueles momentos maravilhosos e do amor puro que sentiam, no entanto foi Daniel que a ajudou a superar tudo e dar a volta por cima, a ter mais amor próprio.

Nesse livro temos as visões de Alex, Daniel e Isabel, amei isso porque permitiu compreender melhor a doença dele, além do comportamento e personalidade de cada personagem. Foi ótimo ver a relação de amizade de Alex e Ester, ainda gostaria de saber mais dos personagens secundários e o porquê os pais dele não gostarem dela.

A carta chegou a algum tempo e ela acredita que Alex possa ter mudado de ideia, quem sabe Daniel nunca precise saber da carta. No entanto, como sabemos mentir por omissão nunca dá certo e Daniel descobre da pior maneira.

Entro no elevador convencido de que minhas ideias absurdas de que um dia Alex pudesse ressurgir não eram tão absurdas assim.
Que filho da puta desgraçado!

Admito que torci pelo Daniel o tempo inteiro, não me perguntem o porquê disso, afinal ele é inseguro a ponto de ser imaturo as vezes, e isso me irrita profundamente rsrsrs. No entanto, a forma como Alex a abandonou me doeu tanto que não consegui perdoar. E vocês leitores para quem torcem, Team Alex ou Team Daniel?

Mais um livro maravilhoso de Juliana Parrini, vocês irão amar, sorrir, chorar e prender o fôlego durante o desenrolar da história.



Avaliação:
Ficha Técnica
Título: Antes que Aconteça
Autor: Juliana Parrini
Editora: Suma de Letras
Páginas: 238

Comentários

  1. Só por ter triângulo amoros já me desanima um pouco :( mas a capa é linda, e a história parece ser bem leve. Ótima resenha!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Isla e o final feliz", vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nao se preocupe Carol, pois não é um triângulo comum e a personagem é bem decidida rsrsrs

      Bjs!

      Excluir
  2. Estou com esse livro em casa só esperando pra ler rsrs, ultimamente tenho lido alguns livros nacionais e me surpreendi bastante, espero que esse seja mais um que me conquiste!

    http://www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico super feliz em saber que a literatura nacional te conquistou rsrsrs
      Nos indique alguns autores, adoraríamos conhecê-los também :D

      Bjs!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Eleanor & Grey - Resenha

Oi Povo, tudo bem? Todo mundo que acompanha o blog sabe que sou mega fã de Brittainy C. Cherry, então quando vi que a caixa do “clube da Carina Rissi” vinha com o livro “Eleanor & Grey" e os marcadores de todos os livros da autora lançado aqui no Brasil, fiquei LOUCA. Graças ao bons Deuses dos livros, a Editora disponibiliza a caixa de maneira avulsa e consegui comprar essa lindeza! Rsrs. Sabe aquele tipo de livro que quando você termina, seus pensamentos são: “Obrigada Deus por eu amar ler! Obrigada por livros assim! Que lição de vida! Que autora maravilhosa!!". Quando terminei mandei uma foto da minha cara inchada de tanto chorar para Helyssa (voocomlivro) e Anastacia (notasliterarias_), falando que não estava sabendo lidar com tantos sentimentos. Eleanor, é uma adolescente que ama ler, não é muito social e ainda usa aparelho nos dentes, essa junção é o bastante para chamarem ela de esquisita ou sorriso metálico. Ela nem liga muito para esses comentários, Eleano

Long Shot - Resenha

  Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de “Long Shot” primeiro livro da série Hoops, da autora Kennedy Ryan, lançado pela Editora The Gift Box. Esse livro mexeu tanto comigo que demorei meses para me sentir segura em escrever essa resenha. A história de August e Iris, é muito surpreendente, mas isso não significa que ela é leve. Minha xará passa por cada situação que nenhum ser humano deveria passar, mas ainda bem que existem pessoas como August. Ele é simplesmente sensacional e ela é uma mulher extremamente forte. Deu para perceber que me encantei pelo casal, né? Rsrs. Iris e August se conhecem num barzinho de um hotel e a conversa dos dois acontece de maneira natural e encantadora, eles acabam conversando sobre assuntos que não assumem para quem conhecem a anos, mas parece que abrir o coração é algo natural entre eles. O problema é que tudo que é bom dura pouco e a noite acaba, e ambos tem que voltar para a vida normal. “Eu fico parado, absorvendo o som de seu nome, absorvendo o olhar