O Último dos Canalhas - Resenha

13 Comentários A+ a-

Oi Povo, tudo bem?
Confesso que demorei para escrever essa resenha, pois não sabia por onde começar. Quando li o “O Príncipe dos Canalhas” fiquei encantada com a escrita de “Lorreta Chase”, mas não imaginava que iria me apaixonar perdidamente pelo “O Últimos dos Canalhas”. 

Vere Aylwin Mallory é conhecido como o último dos canalhas da família “Mallory”, acabou se tornando o duque de Ainswood por puro azar do destino. Afinal, o atual duque passou os últimos 10 anos enterrando sua família, parecia haver uma praga para todos que possuíssem o título de “Duque de Ainswood”. A morte do pequeno Robin, o fez herdar um tíltulo que não queria possuir, teria dado tudo em troca da vida do menino.

“Ainda que Vere continuasse instigando, implorando, ainda que se agarrasse à mãozinha, não pôde arrancar a doença e puxá-la para si.” Pág: 11
Após tantas mortes, a última coisa que Vere deseja é uma vida com responsabilidades, pois logo a morte estaria batendo em sua porta. Até que um dia normal de devassidão entrou numa discussão com a jornalista Lydia Grenville e acabou sendo nocauteado, assim virando motivo de chacota em toda a sociedade. 

“Quando Vere deu por si, já estava caído de costas numa poça de lama. Acima do zumbido nos ouvidos, escutava a multidão aplaudindo, vaiando e assobiando.” Pág: 28.
Vere acha que seduzir a jornalista é um belo motivo de vigança. Só que isso não será tão fácil quanto ele imagina.

Lygia é jornalista da revista Argus, e é super conhecida por dá voz a problemas enfrentados pela mulheres. Mas, o que faz a revista vender mesmo, não são as matérias investigativas dela e sim uma história chamada “A Rosa de Tebas” (aventuras viva por uma heroína romantica e sonhadora). Lygia também é autora dessa grande história, mas faz questão de esconder e assina como S.E.St.Bellair. Afinal, ela nunca poderia assumir que escreve aquelas baboseiras romanticas. Lygia tem uma mastim preta chamada Susan, que muitas das vezes a ajuda a sair de diversas enrascadas. Como amo cachorros preciso dizer que amei Susan e dei muitas risadas com as trapalhadas da cadela . 
Lygia não está nem um pouco interessada em romance, ainda mais como um homem como Vere. Mas, infelizmente parece que ele não desiste de segui-la desde do dia do soco. Aonde ela vai acaba dando de cara com ele. 
Nesse jogo de gato e rato é que o livro se desenrola, devo dizer que a narrativa de Lorreta nos prende de uma maneira que é impossível de largar sem saber o final. 

O que mais me encantou é que a cada capítulo acabava gostando ainda mais de Vere e Lygia, geralmente nos romances de época acabo gostando de um lado do casal, mas esses dois conquistaram o meu coração.

“No mundo real, nenhum beijo poderia transformar uma solteirona convicta em uma menina de olhos sonhadores. Em especial aquele beijo, que obviamente era um substituto para o soco na boca que Sua Graça teria lhe dado se ela fosse uma homem.” Pág: 41.
Super indico a leitura, se você ainda não leio nenhum romance de época, pode e deve começar a ler por esse!!!

Avaliação:
Ficha Técnica
Título: O Último dos Canalhas
Editora: Arqueiro
Páginas: 304


Conteúdo Especial:

Eu sou a Iris, não sou a deusa greco/romana das mensagens, mas bem que eu gostaria! Sou pós-graduada em Análise de Sistemas. Adoro minha profissão e tudo que é relacionado a tecnologia, mas meus grandes amores são meus livros e meu super cão Bethoven - O Magnífico. Acho, sinceramente, que a vida não teria graça sem livros. Afinal, viver uma só vida não me bastaria. Não posso esquecer de dizer que adoro uma boa conversa, principalmente se tiver livros no assunto.

13 comentários

comentários
29 de março de 2016 10:03 delete

Aí meu duque S2
Eu sou apaixonada pela escrita da Loretta ela é diva. Eu li o livro assim que saiu e me apaixonei mais ainda. Eles são meus xodós eternos. Também tive muita dificuldade de falar sobre o livro mas consegui. Kkkkkkkk
E muito amor. Amei sua resenha. Parabéns.

Beijos.

Responder
avatar
Elay Lopes
Autor
29 de março de 2016 15:50 delete

Oii,
Li esse livro à pouco tempo por causa de um grupo de debate, já tinha lido o "príncipe dos canalhas" por insistência de uma amiga e amei e com "o último dos canalhas" não foi diferente. Não sou muito chegada a romances, mas me apaixonei por esses <3. Irei arriscar com mais alguns romances de época e ver no que dá. :)

Beijos, e sua resenha está incrível.

Responder
avatar
Suzzy Chiu
Autor
29 de março de 2016 18:38 delete

Oioi!
Amoooo romances de epoca e essa serie dos canalhas eu acho bem legal, apesar de nao ter lido ainda.
Acho a capa do livro O Último dos Canalhas mais diferente de todos, pq é um homem na capa.
Já quero conhecer Vere e Lygia depois de ler tanta coisa boa deles.
Vou ler com certeza, adorei conhecer mais da historia aqui no blog.
Beijos!

Livros e Sushi • Facebook InstagramTwitter

Responder
avatar
30 de março de 2016 07:46 delete

Sou louca neste livro, nunca li nada da autora, mas vejo muitos elogios á sua obra.
A história me lembrou algum livro que já li, não sei por quê...mas gostei muito da resenha, ficou clara, objetiva e desperta bem a atenção do leitor pra trama.
Já estáva na minha lista de leituras e depois desta resenha, só vou apressar logo a lista dos desejados, kkkkkkkkkkkkk #vamosáfalência

www.detudopouco.com.br

Responder
avatar
30 de março de 2016 09:19 delete

Oi, ainda não li nenhum romance de época, mas gostei da indicação, porque vejo muitos elogios do gênero e tenho bastante curiosidade de ler algo, mas sempre fico com receio de compra o livro e não gostar.

http://mysecretworldbells.blogspot.com.br/

Responder
avatar
30 de março de 2016 12:17 delete

Ai, a cada resenha eu fico mais curiosa. Tenho somente o primeiro e ainda não tive oportunidade de ler, mas estou cada vez mais doida pra conhecer esses canalhas rsrs.
Tem livro que é terrível, a gente demora a conseguir resenhar.
Bjk
www.viciadosemleitura.blog.br

Responder
avatar
Thatyane
Autor
30 de março de 2016 14:54 delete

Oi, eu gostei da sua resenha, porém não consegui gostar da historia do livro, achei ela meio sem graça, num sei, acho que sou eu, já que você amou, mas eu não achei a historia, segundo sua resenha lá essas coisas. Quem sabe se eu ler, eu não mude de ideia
bjus
http://recantoliterarioeversos.blogspot.com.br/

Responder
avatar
31 de março de 2016 05:12 delete

Esse livro foi a melhor leitura que fiz no ano passado.
Impossível não se encantar pelo Vere e pela Lydia ♥
A escrita da Loretta nem precisa falar nada... sempre soberba, fluida e divertida... kkkkk... nem vou destrinchar muito pq sua animação equipara a minha e só vou ser repetitiva... kkkk
É mt bom saber que outras pessoas gostaram também.

Raíssa Nantes

Responder
avatar
31 de março de 2016 06:24 delete

Tenho O Príncipe dos Canalhas mas ainda não consegui fazer a leitura, quero terminar logo para poder ler O Ultimo dos Canalhas que parece ser uma incrível história.

Responder
avatar
31 de março de 2016 12:53 delete

Oii
Eu achei que consegui ser melhor que o primeiro!! Muito divertido e marcante! Amei a escrita da autora novamente, e espero que venha um próximo em breve!! Loretta é puro amor!!

Bjus
Blog Fundo Falso

Responder
avatar
1 de abril de 2016 10:16 delete

Olá

Eu adoro romances de época!
Já estava de olho nesse, vi falar tanto. Sua resenha só reforçou minha curiosidade.
Vou ver se compro o primeiro livro pra começar.

Bjs
Fernanda
http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

Responder
avatar
Isaac Zedecc
Autor
1 de abril de 2016 17:59 delete

Nossa! Esses livros estão me perseguindo.
Eu sempre acho que leria, mas seria só por não ter outra coisa mais divertida para fazer. Eles são divertidos, engraçados e leves. Apenas, por isso.Pode ser um bom começo.

Abraços,
www.isaaczedecc.blogspot.com

Responder
avatar
2 de abril de 2016 11:57 delete

Hello, Iris!
Realmente, romances não são meu gênero favorito (a não ser que envolvam fantasia), mas acho que me interessei um pouco pela sua ótica dessa história, e bom, esse fato de os homens da família de Vere estarem todos morrendo.. me pareceu bem misterioso e isso me atraí.
Bj

Responder
avatar