Pular para o conteúdo principal

Inversos - Resenha

Oi Povo, tudo bem?
Hoje vamos falar de “Inversos” da querida Carol Dias (autora parceira do Fadas), lançado pela Ler Editorial. “Clichê” foi o primeiro livro lançado pela autora e é uma fofura, o título tem tudo haver com a história. Nele conhecemos Carter, o protagonista desse segundo livro, confesso que não gostei nenhum um pouco dele, mas estava morrendo de curiosidade para entender melhor seu comportamento. Quem gosta de romances encantadores, precisa ler essa série que a autora está lançando.

Carter Manning é conhecido por ser a arrogância em pessoa, mas é um músico, cantor, compositor e produtor maravilhoso. É com essas qualidades ele fica ainda mais metido e tem uma vida extremamente louca, só quer saber de beber, se divertir e de pegar diversas mulheres. Isso sem ter a menor responsabilidade com nada e nem ninguém. Só para vocês terem noção, Bruna (Assistente pessoal de Carter) o associa ao “Rei do Camarote”! Rsrs

Bruna é brasileira e mudou para os USA com seus pais quando ainda era uma criança. Ela é responsável por organizar a vida e a carreira de Carter, o mulherengo, não é simples, mas ela curti bastante e ainda acredita que por trás daquela soberba toda existe um bom coração.

“Mal posso esperar pelo dia em que uma dessas garotas vai aparecer grávida na porta dele.” Pág: 13

Um dia ele liga desesperado pedindo que ela apareça imediatamente em sua casa. Quando ela chega dá de cara com duas meninas sentadas no sofá com carinhas de perdidas, elas são gêmeas Samantha e Sophie. Elas simplesmente foram deixadas na porta da casa de Carter com uma carta na mão, na qual diz que Carter é pai delas e que deve cuidar delas, pois a mãe tem sonhos para serem seguidos. Bruna, acaba ganhando mais uma função agora passa ser babá das meninas.

Não quero contar muito mais, para não soltar um grande spoiler. Mas, preciso comentar algumas coisa:

  • Muitas vezes queria matar Carter, mas em algumas horas me via completamente apaixonada por ele.
  • Bruna é uma personagem incrível, pois tem uma personalidade forte e não foge do trabalho e de uma boa briga (Me identifiquei!! Hahaha).
  • As gêmeas são extremamente encantadoras, dá vontade de adotar!!! Obs: Os filhos de Killian já eram uma fofura sem tamanho, mas as gêmeas ganharam meu coração.
  • Queria muito ter Jayden como amigo (Ele é o melhor amigo de Bruna).
  • O livro não gira em torno apenas do romance: A família de Bruna tem um problema que é bem próximo da realidade de muitas famílias e as confusões na gravadora M Music também agitam a leitura.
  • No final do livro mandei mensagem para Carol:  “Quero Mais!! Preciso de mais detalhes!!” Hahaha
  • Para quem é fã de Marina e Killian vai matar um pouco da saudade e da curiosidade da vida do casal.
Avaliação:
Ficha Técnica
Título: Inversos
Autor: Carol Dias
Editora: Ler Editorial
Páginas: 214

Comentários

  1. Eu sou apaixonada por "Clichê" e inversos não é diferente. Também não gostei muito do Carter, mas é sempre bom dar uma segunda chance né, kk Também adorei a resenha <3
    Beijo,
    Camila (Um livro, por favor?)

    ResponderExcluir
  2. Nossa, fiquei agora mais animada depois de ler sua resenha,depois de ler Clichê fiquei completamente apaixonada pela escrita da Carol Dias. E não sei vocês mais quanto mais odiado o personagem, mais tenho curiosidade de conhecer sua verdadeira faceta.
    Amei a resenha mais não quis ler os últimos pontos porque quero ter minhas próprias impressões.
    Beijinhos Fadinha Resenhista.

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Nunca li nada da autora, mas adorei os pontos levantando por você. Fiquei curiosa e quero para ontem realizar a leitura. Gostei de saber que não temos só romance, mas também um drama familiar. Super dica anotada <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Achei realmente super fofo ,lendo a resenha tive a impressão de estar assistindo a um trailer de filme ,parece ser um livro encantador, nao conheço a autora mas já fiquei curiosa sobre a escrita dela !

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Eleanor & Grey - Resenha

Oi Povo, tudo bem? Todo mundo que acompanha o blog sabe que sou mega fã de Brittainy C. Cherry, então quando vi que a caixa do “clube da Carina Rissi” vinha com o livro “Eleanor & Grey" e os marcadores de todos os livros da autora lançado aqui no Brasil, fiquei LOUCA. Graças ao bons Deuses dos livros, a Editora disponibiliza a caixa de maneira avulsa e consegui comprar essa lindeza! Rsrs. Sabe aquele tipo de livro que quando você termina, seus pensamentos são: “Obrigada Deus por eu amar ler! Obrigada por livros assim! Que lição de vida! Que autora maravilhosa!!". Quando terminei mandei uma foto da minha cara inchada de tanto chorar para Helyssa (voocomlivro) e Anastacia (notasliterarias_), falando que não estava sabendo lidar com tantos sentimentos. Eleanor, é uma adolescente que ama ler, não é muito social e ainda usa aparelho nos dentes, essa junção é o bastante para chamarem ela de esquisita ou sorriso metálico. Ela nem liga muito para esses comentários, Eleano

Long Shot - Resenha

  Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de “Long Shot” primeiro livro da série Hoops, da autora Kennedy Ryan, lançado pela Editora The Gift Box. Esse livro mexeu tanto comigo que demorei meses para me sentir segura em escrever essa resenha. A história de August e Iris, é muito surpreendente, mas isso não significa que ela é leve. Minha xará passa por cada situação que nenhum ser humano deveria passar, mas ainda bem que existem pessoas como August. Ele é simplesmente sensacional e ela é uma mulher extremamente forte. Deu para perceber que me encantei pelo casal, né? Rsrs. Iris e August se conhecem num barzinho de um hotel e a conversa dos dois acontece de maneira natural e encantadora, eles acabam conversando sobre assuntos que não assumem para quem conhecem a anos, mas parece que abrir o coração é algo natural entre eles. O problema é que tudo que é bom dura pouco e a noite acaba, e ambos tem que voltar para a vida normal. “Eu fico parado, absorvendo o som de seu nome, absorvendo o olhar