Pular para o conteúdo principal

Placas Tectônicas - HQ - Resenha

Oi Povo, tudo bem?
Hoje vamos falar do “Placas Tectônicas”, o exemplar foi cedido pela Editora Nemo, do grupo Autêntica, para um bate papo sobre HQ. Para saber maiores detalhes sobre o que rolou durante essa conversa, confira o nosso post.

O que uma separação aos trinta e poucos anos representa para uma mulher? 
Como lidar com o fim de um relacionamento? Como refazer seus planos de futuro? 
Como criar sozinha uma filha? 
Como se comportar em um novo relacionamento? 

São esses exemplos que Margaux Motin nos mostra durante a leitura. A HQ é uma maneira que autora usou para “rir de si mesma”. Logo no começo acompanhamos quadrinhos de “casada X divorciada” e encontramos diversos exemplos de como o comportamento da mulher muda de acordo com seu status amoroso.


Nada da vida da personagem saiu como planejado e ela precisa aprender a lidar com sua realidade que é ter trinta e poucos anos e estar divorciada, ser mãe solteira e morar num apartamento com vista para as lixeiras.

O que mais achei engraçado é que a autora sempre fala que a personagem regrediu para 14 anos e as ações que ela toma são realmente compatíveis a essa idade, como por exemplo usar roupa com desenhos animados e andar de skate. Porém, ela enche a cara igual a uma pessoa mais velha. Ao pensar nas características da protagonista, cheguei à conclusão que ela é super irônica, impulsiva, autêntica, espontânea e bastante irresponsável em alguns momentos.

Tenho que confessar que não consegui ter afinidade com a personagem, sinceramente não consigo me imaginar fazendo as metades das loucuras que ela cometeu e olha que ainda não entrei na casa do trinta. O que mais me chocou foi a irresponsabilidade com a filha, a menina praticamente passou a se criar sozinha. O que fica de lição é que na busca por se encontrar ela acaba se perdendo e cometendo muitos erros no caminho. Contudo, são seus erros que a fazem crescer e amadurecer.
A edição ficou um luxo, as ilustrações estão lindíssimas e a fonte usada super confortável. A única coisa que me incomodou durante a leitura foram diversas frases em inglês que não foram traduzidas para o português.

Avaliação:

Ficha Técnica
Título: Placas Tectônicas
Autor: Margaux Motin
Tradução:  Fernando Scheibe
Editora: Nemo
Páginas: 256

Comentários

  1. kkkkkkkkkkk estou rindo aqui imaginando as loucuras dessa mulher,as ilustrações são linda dá vontade de adquirir só para olhar elas,será que tem continuação? um HQs onde ela ache o rumo da vida e o juízo também? kkkk tadinha da criança fiquei com dó,espero que tenha uma continuação.
    abraços!

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Que maravilhosa essa capa, estou apaixonada e pelo jeito não é só a capa que está linda, todo o conteúdo está.
    Amei
    Bjos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Indomável - Resenha

Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de "Indomável", último livro da trilogia "Damas Rebeldes", da autora Julia Quinn, lançado pela Editora Arqueiro. Finalmente cheguei no livro de William Dunford! HAHHAA. Ele aparece nos livros anteriores " Esplêndida " e " Brilhante ", e deixa nós leitores apaixonados e doidos para conhecer ainda mais esse personagem libertino tão charmoso! HAHAHA. Ele fica completamente chocado quando descobre que herdou um título e uma propriedade na Cornualha. Dunford, viaja imediatamente para conhecer a propriedade que ele herdou, o que ele não imaginava é que encontraria uma mulher administrando a propriedade e que ela se tornaria sua responsabilidade junto a herança do título.  "Belle bateu palmas. Que fantástico! Dunford acabara de receber uma herança inesperada. Ela torcia para que fosse algo bom. Uma de suas amigas tinha acabado de herdar, a contragosto, 37 gatos. " Pág: 12. Henrietta Barrett, ou apenas Henry,

Talvez Agora - Resenha

  Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de "Talvez Agora”, que é continuação de "Talvez um dia” de Colleen Hoover lançado no ano passado pela Galera Record. Sou muito fã da autora e quando terminei “Talvez um dia”  fiquei sem saber o que fazer da vida porque eu não estava acreditando que a história terminava daquela maneira. Fiquei tão revoltada que comprei “Talvez Agora” no lançamento, mas levei meses para criar coragem e voltar para aquele universo. Vocês também são assim? HAHAHA. Espero sinceramente não ser a única!! HAHAHA. Ridge e Sydney, depois de tanto tempo, estão namorando. Sydney finalmente se sentiu segura para começar algo mais com Ridge. Ele por sua vez parece estar nas nuvens porque finalmente eles poderão viver um amor sem culpa e do jeito que sempre sonharam. Porém, isso não significa que tudo vai ocorrer nas mil maravilhas, afinal Ridge e Warren são as únicas pessoas no mundo que Maggie pode contar, e esse detalhe pode mudar tudo.  Maggie sabe que tem fibrose c