Pular para o conteúdo principal

Um Cavalheiro A Bordo - Resenha


Oi povo, tudo bem?

Hoje vamos falar de “Um Cavalheiro A Bordo”, terceiro livro da série “Os Rokesbys” da Julia Quinn, lançado pela Editora Arqueiro. Preciso falar que estou completamente apaixonada por essa série, gente, que família incrível! Confesso que é a primeira família que gosto tanto depois dos “Os Bridgertons”, deve ser porque eles são praticamente uma família só, né? #momentodereflexão HAHAHAHA. 


O livro é simplesmente maravilhoso e quando percebemos já estamos no final. Se você leu os livros anteriores da série e curtiu, você precisa ler esse para ontem! Garanto que vai valer muito a pena!! :D


Poppy Bridgerton é uma mulher super independente e bastante “aventureira”, por ser criada com 4 meninos essas habilidades foram desenvolvidas, o problema é que todo esse espírito corajoso a deixou numa situação completamente louca. Ao passear pela praia e encontrar uma caverna, Poppy fica empolgada e se achando a mulher mais destemida de todas, o problema é que dentro da caverna estão dois piratas, que a sequestram e a levam para o navio onde o capitão  possa tomar as devidas providências com aquela pequena curiosa. 


“Poppy mordeu o lábio, analisando as possibilidades. Duvidava se capaz de correr mais rápido do que eles e, para piorar Green estava bloqueando o caminho para saída. Pensou em chorar, na esperança de que sua lágrimas comovessem o lado mais sensível deles, mas não sabia se eles sequem tinham um lado sensível”. Pág: 16.


O navio em questão é o infinity e o capitão é Andrew Rokesby, conhecemos o espirituoso personagem no primeiro livro da série, mas não imaginamos quantos segredos ele pode guardar por trás de tantas piadas e deboches!! Rsrs. Andrew não queria levá-la na viagem com eles, mas infelizmente não tem opção, Andrew tem prazo para entregar a encomenda e ela não deveria estar andando sozinha por aí, ainda mais em cavernas de piratas. Seus subordinados estão em pânico por ter uma mulher a bordo, mas sua maior preocupação é que ele tem uma Bridgerton “sequestrada” e ele conhece bem a família dela para saber que eles moveram mundos e fundos atrás dela. 


“- E por mais que eu não goste, sinto informar que você será nossa hóspede a bordo do Infinity pelas próximas duas semanas, até o fim da viagem.” Pág: 27.


Por isso Andrew obriga Poppy a escrever uma carta para sua amiga Elizabeth, dizendo que está tudo bem e que ela voltará em um mês. O que nenhum dos dois imaginava é que a viagem que começou tão com pé “esquerdo” seria a maior aventura da vida deles. Com o decorrer dos capítulos vamos conhecemos melhor os personagens e ficamos encantados, os dois são maravilhosos e os diálogos super inteligentes, e a “malcriação” dos dois, nos arrancam muitas risadas. Para fechar com chave de ouro, um quote que amei.


“Minha mãe costuma dizer que uma pessoa boa de verdade é aquela capaz de se sentir feliz por alguém que não conhece.”


Tem coisa mais fofa que esse quote? Isso demonstra o tamanho do coração da família Rokesbys. Minha próxima leitura será “Uma Noiva rebelde”, quarto livro da série!! 


Resenha dos livros anteriores da série: Um Dama Fora Dos Padrões e Um Marido de Faz de Conta.


Avaliação:


Ficha Técnica
Título: Um Cavalheiro A Bordo
Série: Os Rokesbys #3
Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 288

Comentários

  1. Eu amei demais esse livro, todos dessa série. Ansiosa pelo último livro ;)

    https://www.submersaempalavras.com/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Indomável - Resenha

Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de "Indomável", último livro da trilogia "Damas Rebeldes", da autora Julia Quinn, lançado pela Editora Arqueiro. Finalmente cheguei no livro de William Dunford! HAHHAA. Ele aparece nos livros anteriores " Esplêndida " e " Brilhante ", e deixa nós leitores apaixonados e doidos para conhecer ainda mais esse personagem libertino tão charmoso! HAHAHA. Ele fica completamente chocado quando descobre que herdou um título e uma propriedade na Cornualha. Dunford, viaja imediatamente para conhecer a propriedade que ele herdou, o que ele não imaginava é que encontraria uma mulher administrando a propriedade e que ela se tornaria sua responsabilidade junto a herança do título.  "Belle bateu palmas. Que fantástico! Dunford acabara de receber uma herança inesperada. Ela torcia para que fosse algo bom. Uma de suas amigas tinha acabado de herdar, a contragosto, 37 gatos. " Pág: 12. Henrietta Barrett, ou apenas Henry,

Long Shot - Resenha

  Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de “Long Shot” primeiro livro da série Hoops, da autora Kennedy Ryan, lançado pela Editora The Gift Box. Esse livro mexeu tanto comigo que demorei meses para me sentir segura em escrever essa resenha. A história de August e Iris, é muito surpreendente, mas isso não significa que ela é leve. Minha xará passa por cada situação que nenhum ser humano deveria passar, mas ainda bem que existem pessoas como August. Ele é simplesmente sensacional e ela é uma mulher extremamente forte. Deu para perceber que me encantei pelo casal, né? Rsrs. Iris e August se conhecem num barzinho de um hotel e a conversa dos dois acontece de maneira natural e encantadora, eles acabam conversando sobre assuntos que não assumem para quem conhecem a anos, mas parece que abrir o coração é algo natural entre eles. O problema é que tudo que é bom dura pouco e a noite acaba, e ambos tem que voltar para a vida normal. “Eu fico parado, absorvendo o som de seu nome, absorvendo o olhar