Sarah MacLean - Perfil

0 Comentários A+ a-

Perfil da Autora:
Sarah é formada em história e antropologia pela Smith College e Harvard University, ambas em Massachusetts. Ela passou grande parte de sua infância entre as pilhas de livros na sua biblioteca local, foi nesse lugar que desenvolveu seu amor pela leitura e uma paixão sem limites pelo gênero romance. Sarah só criou coragem de escrever e buscar seu sonho quando mudou para Nova York, onde vive atualmente com o seu marido e filha.

Sarah ficou super conhecida quando a série "Os números do Amor" virou um grande sucesso. Seus romances já foram traduzidos para mais de vinte idiomas e já entraram para as listas dos mais vendidos do The New York Times, do The Washington Post e do USA Today. Em 2013, ela ganhou o prêmio RITA (Romance Writers of America) e em 2014 ganhou o Rita Award. 

Curiosidade: 
Quando comecei a procurar informações para montar o perfil de Sarah, não imaginei que ela defendia tão firmemente o gênero do romance. A autora tem uma coluna mensal no jornal "The Washington Post", onde fala extensamente sobre lugar do romance no nexo de estudos culturais e de gênero. 

Livros Lançados: 

Editora Arqueiro:
Série "Os números do amor": Nove regras a ignorar antes de se apaixonar e Dez formas de fazer um coração se derreter.

Editora Gutenberg:
Série "O Clube dos Canalhas": Entre o amor e a vingança, Entre a culpa e o desejo, Entre a ruína e a paixão, Nunca julgue uma dama pela aparência.
Série "Escândalos e Canalhas": Cilada para um marquês.

Livros Resenhados: Nove Regras a Ignorar Antes de Se Apaixonar e Dez formas de fazer um coração se derreter.

Quer conhecer mais desse incrível autora? Site, Twitter, Facebook, Instagram, Pinterest,

Eu sou a Iris, não sou a deusa greco/romana das mensagens, mas bem que eu gostaria! Sou pós-graduada em Análise de Sistemas. Adoro minha profissão e tudo que é relacionado a tecnologia, mas meus grandes amores são meus livros e meu super cão Bethoven - O Magnífico. Acho, sinceramente, que a vida não teria graça sem livros. Afinal, viver uma só vida não me bastaria. Não posso esquecer de dizer que adoro uma boa conversa, principalmente se tiver livros no assunto.