Pular para o conteúdo principal

A Dama da Meia-Noite - Resenha

Oi Povo, tudo bem?
Vocês já devem ter reparado que estou apaixonada por Tessa Dare, né? Hahaha. Minha paixão aumentou quando a conheci pessoalmente na bienal do livro de São Paulo, que aconteceu esse ano. Ela é extremamente fofa e simpática!! 

Hoje vamos falar de “A Dama Da Meia-Noite”, terceiro livro da série “Spindle Cove” lançada pela Editora Gutenberg. 
 
Quer conhecer os outros livros da série? Uma Noite Para Se Entregar e Uma Semana Para Se Perder

Kate Taylor é a querida professora de música de Spindle Cove, nessa mágica cidadezinha ela finalmente conseguiu fazer amigas e se sentir em casa. Kate foi criada num orfanato e até hoje procurar por sua origem, pois todo mundo tem direito de saber de onde veio. No fundo do seu coração ela tem certeza que foi muito amada e que foi deixada no orfanato por motivo de força maior.
 
“Mesmo que sua mente não lembrasse, seu coração não esquecia uma época anterior à Margate. Lembranças distantes de felicidade ecoavam em cada batida. Mas ela foi amada, uma vez.” Pág: 12.

Em busca de sua origens ela volta à Escola Margate para Jovens, para tentar conseguir alguma informação com a antiga diretora, o problema é que tudo sai errado e ela se vê sozinha, perdida e sem dinheiro. Por um acaso do destino, Kate encontra cabo Thorne que, como um bom cavalheiro, lhe oferece ajuda. Para sua surpresa, ele carrega um filhote de cachorro que é a coisa mais fofa do mundo e com isso ela aceita a ajuda. 

“Thorne sabia, sem sombra de dúvida, que as próximas três horas seriam o castigo mais cruel da sua vida.” Pág:23.

Nas três horas de viagem de volta para casa, a atração entre Kate e Thorne se torna evidente e ela tenta entender porque ele fugiu tanto durante esse um ano de convivência na pequena vila. Infelizmente Kate não consegue arrancar muitas informações, pois logo chegam em Spindle Cove.
Ao chegar na vila eles tomam uma grande surpresa ao encontrar um grupo de pessoas dizendo que são a família de Kate e apresentando uma foto de uma mulher muito parecida com ela. Thorne fica extremamente desconfiado e inventa que é noivo de Kate para protegê-la. 

Daí em diante fica impossível largar a leitura sem saber o que vai acontecer, afinal essa família é realmente a de Kate? Thorne é realmente um cavalheiro? Ah, isso não posso responder, mas devo dizer que amei a leitura. Já imaginava que ia gostar de Thorne, mas depois de conhecê-lo melhor só posso dizer que ele é um fofo!! Rsrs. Já Kate fica à altura das mocinhas anteriores, lutando por seu destino. O grande personagem desse livro sem sombras de dúvidas foi o cachorro!! Hahaha.

Avaliação:
Ficha Técnica
Título: A Dama da Meia-Noite
Série: Spindle Cove #03
Autor: Tessa Dare
Editora: Gutenberg
Páginas: 288

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eleanor & Grey - Resenha

Oi Povo, tudo bem? Todo mundo que acompanha o blog sabe que sou mega fã de Brittainy C. Cherry, então quando vi que a caixa do “clube da Carina Rissi” vinha com o livro “Eleanor & Grey" e os marcadores de todos os livros da autora lançado aqui no Brasil, fiquei LOUCA. Graças ao bons Deuses dos livros, a Editora disponibiliza a caixa de maneira avulsa e consegui comprar essa lindeza! Rsrs. Sabe aquele tipo de livro que quando você termina, seus pensamentos são: “Obrigada Deus por eu amar ler! Obrigada por livros assim! Que lição de vida! Que autora maravilhosa!!". Quando terminei mandei uma foto da minha cara inchada de tanto chorar para Helyssa (voocomlivro) e Anastacia (notasliterarias_), falando que não estava sabendo lidar com tantos sentimentos. Eleanor, é uma adolescente que ama ler, não é muito social e ainda usa aparelho nos dentes, essa junção é o bastante para chamarem ela de esquisita ou sorriso metálico. Ela nem liga muito para esses comentários, Eleano

Long Shot - Resenha

  Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar de “Long Shot” primeiro livro da série Hoops, da autora Kennedy Ryan, lançado pela Editora The Gift Box. Esse livro mexeu tanto comigo que demorei meses para me sentir segura em escrever essa resenha. A história de August e Iris, é muito surpreendente, mas isso não significa que ela é leve. Minha xará passa por cada situação que nenhum ser humano deveria passar, mas ainda bem que existem pessoas como August. Ele é simplesmente sensacional e ela é uma mulher extremamente forte. Deu para perceber que me encantei pelo casal, né? Rsrs. Iris e August se conhecem num barzinho de um hotel e a conversa dos dois acontece de maneira natural e encantadora, eles acabam conversando sobre assuntos que não assumem para quem conhecem a anos, mas parece que abrir o coração é algo natural entre eles. O problema é que tudo que é bom dura pouco e a noite acaba, e ambos tem que voltar para a vida normal. “Eu fico parado, absorvendo o som de seu nome, absorvendo o olhar