Pular para o conteúdo principal

Dois Reinos Sombrios - Resenha

Oi Povo, tudo bem?
Hoje vamos falar de “Dois Reinos Sombrios” terceiro volume da série “Três Coroas Negras”. Os livros anteriores foram resenhados pelo querido Miguel, quando li a resenha do primeiro fiquei louca de curiosidade, e adicionei logo na minha lista de desejados. Quando comecei a leitura, não imaginei que iria curtir tanto! Em uma semana li os três lançados e fiquei “chorando” por ainda não ter o quarto no Brasil. Globo Alt traz logo os outros, por favor!!! HAHAHA. 


Observação: Se você ainda não leu os livros anteriores da série, só leia se gostar de receber spoiler!!

No final do último livro, temos mais uma rainha envenenadora coroada, mas isso não significa que as coisas ocorrerão de maneira natural no Ano da Ascensão. Todos na Ilha estam assustado com o fato da sua rainha ser apelidada de “Morta-viva”, e ainda ter ganho por desistências das outras duas. Katharine não pensou que seu reinado seria tão conturbado. Ninguém poderia imaginar que a névoa, que deveria proteger a ilha, estaria matando seus próprios moradores. O povo de Fennbirn está revoltado com a rainha e tem certeza que a névoa está assim porque ela é amaldiçoada. 

"Katherine mantém a cabeça erguida. As pessoas não a odeiam de verdade, ela diz a si mesma. Elas só estão com medo. Como deveriam estar. Como ela está. Mas, quando ela salvá-los, quando acalmar a névoa, eles se lembrarão disso." Pág: 126.

Já no continente, as rainhas “fujonas” estão tentando se adaptar à nova realidade. Mas o problema é que a ilha parece estar as chamando de volta. Arsinoe começa ter visões com a Rainha Azul, que lhe mostra momentos do passado, tentando explicar como a névoa foi criada. Mirabella tem certeza absoluta de que essas visões podem ser a Ilha tentando retomar a ordem natural das coisas. Elas nem sequer sonham com o  caos que está em Fennbirn.
"- Arsinoe acha que os sonhos querem lhe mostrar algo sobre Daphne, a irmã perdida da Rainha Azul. Ela se sente segura nesses sonhos, A única ameaça vem da sombra da própria Rainha Azul." Pág: 129.
Não posso contar mais detalhes que isso, mas vou dizer que estou louca pelo outro livro!! Sinceramente, não sei mais o que esperar da série, pois são tantas reviravoltas que deixa o leitor sem chão e querendo mais a cada página.

Minhas observações sobre as rainhas:

Katherine, uma personagem que eu gostava muito no primeiro livro e acabei tomando ranço nesse! Hahhaha. 
Arsione, não gosto dela, acho ela mimada e impulsiva desde sempre, mas caro leitor, nesse ela passou de todos os limites! Hahhaha. 
Mirabella, achei que ela seria a mais mimada de todas, mas acabei me encantado com a personagem. Ela é, sem sombra de dúvidas, a única com coração! Hahhaha.

Avaliação:
Ficha Técnica
Título: Dois Reinos Sombrios
Autora: Kendare Blake
              Editora: Globo Alt
Páginas: 328

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Placas Tectônicas - HQ - Resenha

Oi Povo, tudo bem? Hoje vamos falar do “Placas Tectônicas”, o exemplar foi cedido pela Editora Nemo, do grupo Autêntica, para um bate papo sobre HQ. Para saber maiores detalhes sobre o que rolou durante essa conversa, confira o nosso post . O que uma separação aos trinta e poucos anos representa para uma mulher?  Como lidar com o fim de um relacionamento? Como refazer seus planos de futuro?  Como criar sozinha uma filha?  Como se comportar em um novo relacionamento?  São esses exemplos que Margaux Motin nos mostra durante a leitura. A HQ é uma maneira que autora usou para “rir de si mesma”. Logo no começo acompanhamos quadrinhos de “casada X divorciada” e encontramos diversos exemplos de como o comportamento da mulher muda de acordo com seu status amoroso. Nada da vida da personagem saiu como planejado e ela precisa aprender a lidar com sua realidade que é ter trinta e poucos anos e estar divorciada, ser mãe solteira e morar num apartamento com vista para as lixeiras

Eleanor & Grey - Resenha

Oi Povo, tudo bem? Todo mundo que acompanha o blog sabe que sou mega fã de Brittainy C. Cherry, então quando vi que a caixa do “clube da Carina Rissi” vinha com o livro “Eleanor & Grey" e os marcadores de todos os livros da autora lançado aqui no Brasil, fiquei LOUCA. Graças ao bons Deuses dos livros, a Editora disponibiliza a caixa de maneira avulsa e consegui comprar essa lindeza! Rsrs. Sabe aquele tipo de livro que quando você termina, seus pensamentos são: “Obrigada Deus por eu amar ler! Obrigada por livros assim! Que lição de vida! Que autora maravilhosa!!". Quando terminei mandei uma foto da minha cara inchada de tanto chorar para Helyssa (voocomlivro) e Anastacia (notasliterarias_), falando que não estava sabendo lidar com tantos sentimentos. Eleanor, é uma adolescente que ama ler, não é muito social e ainda usa aparelho nos dentes, essa junção é o bastante para chamarem ela de esquisita ou sorriso metálico. Ela nem liga muito para esses comentários, Eleano